Google Pixel 2: conheça oito detalhes interessantes do smartphone

Aparelhos, que têm câmera como um dos destaques, ainda estão sem previsão de chegar ao Brasil.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Caroline Parreiras , para o TechTudo

Os celulares mais recentes do Google, Pixel 2 e Pixel 2 XL foram anunciados em outubro de 2017 com forte destaque da fabricante na evolução das câmeras e o uso da inteligência artificial para oferecer um desempenho ainda melhor. Alguns meses depois do lançamento, a empresa ainda não confirmou a possível chegada dos aparelhos ao Brasil. Mas para matar a curiosidade dos entusiastas do Pixel, o TechTudo reuniu oito detalhes sobre os celulares.

Lançado em outubro de 2017, Google Pixel 2 tem câmeras de destaque (Foto: Divulgação/Google) Lançado em outubro de 2017, Google Pixel 2 tem câmeras de destaque (Foto: Divulgação/Google)

Lançado em outubro de 2017, Google Pixel 2 tem câmeras de destaque (Foto: Divulgação/Google)

Câmeras usam machine learning

Segundo o site especializado DxOMark, especializado em imagem, o Pixel 2 e o Pixel 2 XL são os celulares com a maior pontuação em testes realizados com câmeras de celulares. Os aparelhos alcançaram a marca dos 98 pontos, deixando para trás smartphones como iPhone X (97 pontos) e Galaxy Note 8 (94).

O Pixel 2 e sua versão maior trazem sensor traseiro de 12.2 megapixels e frontal de 8 megapixels. Na câmera traseira, a abertura da lente é f/1.8 com autofoco laser e deteção de fase Dual Pixel, para focar mais rapidamente e deixar as imagens claras. Já o sensor frontal tem abertura f/2.4.

Câmeras do Pixel 2 têm Modo Retrato mesmo com uma lente só (Foto: Divulgação/Google) Câmeras do Pixel 2 têm Modo Retrato mesmo com uma lente só (Foto: Divulgação/Google)

Câmeras do Pixel 2 têm Modo Retrato mesmo com uma lente só (Foto: Divulgação/Google)

Uma novidade é o Modo Retrato, efeito que deixa o fundo da imagem desfocado, e que pode ser obtido tanto com a câmera frontal quanto com a traseira. Chama a atenção o fato dos aparelhos conseguirem o resultado com apenas uma lente, e não duas, como acontece em celulares como o iPhone 8 Plus. De acordo com o Google, isso é possível graças à combinação da câmera com machine learning (aprendizado de máquina, em português).

Outro recurso é o Motion Photos, que captura até três segundos de vídeo junto com a foto, além dos stickers exclusivos, que são espécie de adesivos que podem ser colocados na imagem antes da captura através da tecnologia de realidade aumentada.

Edição maior do Pixel 2 tem 6 polegadas

O Pixel 2 tem 5 polegadas e, para quem prefere telas maiores, o Google trouxe ao mercado uma versão maior do aparelho, o Pixel 2 XL, com 6 polegadas. Uma das vantagens é a proporção 18:9, que deixa o celular mais estreito. O modelo XL conta ainda com bordas mais finas, seguindo a linha de outros celulares Android de topo de linha, como o LG G6.

Google Pixel 2 tem tela de 5 polegadas e Google Pixel 2 XL de 6 polegadas (Foto: Divulgação/Google) Google Pixel 2 tem tela de 5 polegadas e Google Pixel 2 XL de 6 polegadas (Foto: Divulgação/Google)

Google Pixel 2 tem tela de 5 polegadas e Google Pixel 2 XL de 6 polegadas (Foto: Divulgação/Google)

A resolução das telas também é diferente: Full HD (1080 x 1920 pixels) no Pixel 2 e QHD+ (1440 x 2880 pixels) no Pixel 2 XL. No aparelho maior, a densidade fica em 538 pixels por polegada (ppi), e no menor 441 ppi.

Tela OLED tende a consumir menos energia

A versão do Pixel 2 XL traz display OLED, enquanto no modelo normal a tela é AMOLED. A vantagem do material do aparelho maior é que tende a consumir menos energia.

Google Pixel 2 XL tem tela OLED mais alongada com proporção 18:9 (Foto: Reprodução/Google) Google Pixel 2 XL tem tela OLED mais alongada com proporção 18:9 (Foto: Reprodução/Google)

Google Pixel 2 XL tem tela OLED mais alongada com proporção 18:9 (Foto: Reprodução/Google)

Problemas com a tela foram relatados

Menos de três semanas após o lançamento dos aparelhos, começaram a surgir algumas reclamações acerca dos seus displays. Alguns usuários afirmam ser possível notar granulados na tela, além das cores serem desbalanceadas.

Outro problema ocorreu com o Pixel 2 XL. Por ter tela OLED, é comum que, com o passar do tempo, ocorra a queima de um ponto emissor de luz, resultando em "fantasmas" na tela do smartphone. Porém, um usuário relatou o problema de bur-in depois de sete dias de uso do celular. O Google afirmou investigar o caso e acredita se tratar de um problema de software, e não na tela em si, o que pode ser corrigido com uma simples atualização.

Pixel 2 e Pixel 2 XL tiveram problemas na tela relatados por usuários (Foto: Divulgação/Google) Pixel 2 e Pixel 2 XL tiveram problemas na tela relatados por usuários (Foto: Divulgação/Google)

Pixel 2 e Pixel 2 XL tiveram problemas na tela relatados por usuários (Foto: Divulgação/Google)

Atualização do Android é mais rápida no Pixel

Os celulares já saem de fábrica com a versão mais recente do sistema operacional do Google, o Android 8 (Oreo). E como aparelho e sistema são do mesmo fabricante, as atualizações acontecem mais rapidamente do que em modelos de outras marcas. Além disso, o Google garante ao menos três anos de atualização do Android nos modelos de Pixel 2 e Pixel 2 XL.

Hardware poderoso

Quem espera alto desempenho dos novos celulares do Google não vai se decepcionar. Ambos com o mesmo hardware, Pixel 2 e Pixel 2 XL trazem processador Qualcomm Snapdragon 835 e 4 GB de memória RAM, o que deve ser suficiente para rodar até games que exigem maior poder de processamento. Os aparelhos ainda contam com armazenamento de 64 GB ou 128 GB.

Google Pixel 2 traz boas câmeras e hardware potente (Foto: Reprodução/Google) Google Pixel 2 traz boas câmeras e hardware potente (Foto: Reprodução/Google)

Google Pixel 2 traz boas câmeras e hardware potente (Foto: Reprodução/Google)

Carregamento rápido

Bateria também não deve ser um problema para ambos os telefones. O Pixel 2 tem capacidade de 2.700 mAh e o Pixel 2 XL tem 3.520 mAh. Usando o carregador rápido que acompanha os aparelhos, a fabricante afirma que bastam 15 minutos de recarga para ter até 7 horas a mais de uso.

Pixel 2 e Pixel 2 XL não têm previsão de chegada ao Brasil

O Google não confirmou o lançamento dos aparelhos no Brasil. Quem quiser importar ou comprar um dos celulares nos Estados Unidos terá que desembolsar US$649 para comprar o Pixel 2 ou US$849 no Pixel 2 XL (versões de 64 GB), o que equivale a mais ou menos R$2.206 ou R$2.886, em conversão direta e sem considerar impostos.

MAIS DO TechTudo