Por André Luiz de Mello Pereira, para TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Half-Life é uma das séries de jogos mais aclamadas pela crítica e público, sendo um dos títulos que inauguraram uma nova era nos FPS, além de ser o primeiro grande game da Valve, seja para consoles ou PC. Pensando na importância da franquia, resolvemos reunir dez curiosidades sobre Half-Life 1, Half Life 2 e até um pouco sobre o já mítico Half-Life 3.

1) O jogo tinha outro nome durante sua produção

Quando a produção de Half-Life começou na década de 90, em vez do nome pelo qual ficou conhecido, o game era chamado pela Valve por Quiver. Quiver (Aljava em português) era uma homenagem ao livro O Nevoeiro, de Stephen King.

Half-Life quase teve outro nome — Foto: Divulgação/Valve Half-Life quase teve outro nome — Foto: Divulgação/Valve

Half-Life quase teve outro nome — Foto: Divulgação/Valve

Nele, existe uma base militar chamada Arrowhead (Ponta de Flecha) e elementos de sua trama serviram de inspiração para as primeiras versões da história de Half-Life.

2) Um protagonista diferente

Gordon Freeman se tornou um personagem icônico, seja pelo seu visual ou pela falta de falas em todos os jogos da série. Só que isso poderia ter sido bem diferente caso a Valve tivesse seguido com o seu plano original.

Ivan foi a primeira versão do protagonista de Half-Life — Foto: Reprodução/Taringa Ivan foi a primeira versão do protagonista de Half-Life — Foto: Reprodução/Taringa

Ivan foi a primeira versão do protagonista de Half-Life — Foto: Reprodução/Taringa

Isso porque Half-Life seria estrelado por Ivan, um motoqueiro espacial com visual e personalidade completamente diferentes do cientista. Com o avanço da produção, os desenvolvedores perceberam que Ivan não combinava muito com o game e Gordon Freeman foi criado. Uma curiosidade extra é a que ainda existe um arquivo de Ivan dentro do jogo, mas que não pode ser aberto pelos jogadores.

3) Primeiro game foi censurado na Alemanha

Na época do lançamento de Half-Life 1, ao chegar em territórios internacionais, a Valve notou a dificuldade para conseguir uma classificação que permitisse a sua venda, principalmente na Alemanha. Durante a avaliação, os momentos violentos foram apontados como impróprios por órgãos governamentais do país europeu.

A violência do game quase barrou a sua venda na Alemanha — Foto: Divulgação/Valve A violência do game quase barrou a sua venda na Alemanha — Foto: Divulgação/Valve

A violência do game quase barrou a sua venda na Alemanha — Foto: Divulgação/Valve

Por isso, a Valve optou por censurá-los, trocando a cor do sangue de inimigos por um óleo preto, além de diminuir um pouco do gore de algumas cenas. Dessa forma, o game foi lançado somente para adultos, o que basicamente impedia que ele fosse comercializado na Alemanha.

4) Gritos dos inimigos trazem mensagens escondidas

Em Half-Life 2, você encontra alguns inimigos possuídos por seres que lembram os parasitas da série Alien. Cada tipo de oponente produz diferentes sons bizarros que, ao serem modificados, trazem mensagens secretas.

Ao decifrar os sons de soldados possuídos, é possível identificar as palavras:

“Bióticos...Dominem...Infestação... Se mova... Alvo... Contato!”

Ao decifrar os sons emitidos pelos cientistas possuídos, a mensagem é bem diferente:

“OH DEUS! DEUS, ME AJUDE! POR FAVOR!”

5) Fãs recriaram o primeiro game

Depois do lançamento de Half-Life e sua sequência, jogadores começaram a ficar ansiosos por continuações. Pensando nisso, um grupo de fãs começou a recriar o primeiro título, melhorando os gráficos e realizando algumas mudanças sutis no gameplay.

Black Mesa é a versão feita por fãs do primeiro jogo — Foto: Divulgação/Crowbar Collective Black Mesa é a versão feita por fãs do primeiro jogo — Foto: Divulgação/Crowbar Collective

Black Mesa é a versão feita por fãs do primeiro jogo — Foto: Divulgação/Crowbar Collective

Chamado Black Mesa, o game tinha tudo para ser eliminado pelos advogados da Valve, mas aconteceu o contrário. A empresa não só abraçou a ideia, como permitiu a sua comercialização dentro do Steam. Para saber mais sobre o Black Mesa, clique aqui.

6) Japão ganhou uma versão para arcades

Após o lançamento de Half-Life 2, o jogo chegou ao Japão e acabou ganhando uma versão para arcades exclusiva para o país. Chamada Half-Life 2: Survivor, ela acaba por adaptar apenas acontecimentos do primeiro título, ignorando completamente os fatos da continuação.

Versão arcade de Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Wikimedia Commons Versão arcade de Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Versão arcade de Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

Praticamente um game de tiro com um fio de história para servir como desculpa para a ação, o título ainda tinha suporte para multiplayer local e online. Anos depois, uma versão para PC foi criada por fãs e disponibilizada gratuitamente na internet.

7) Rostos de Half-Life 2 são reais

Quando o primeiro Half-Life foi lançado, era possível notar que os rostos de vários personagens eram apenas copiados, tendo uma baixa variedade. Isso acabou virando piada, algo que a Valve buscou eliminar na sequência.

Rosto dos atores e os personagens que interpretaram em Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Reddit Rosto dos atores e os personagens que interpretaram em Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Reddit

Rosto dos atores e os personagens que interpretaram em Half-Life 2 — Foto: Reprodução/Reddit

Os rostos dos personagens de Half-Life 2 são todos baseados em rostos reais, sejam de atores, modelos ou funcionários da própria Valve. Dessa forma, foi possível criar uma experiência mais completa.

8) Bugs encontrados em Half-Life 2 foram deixados lá de propósito

Bugs são um mal que sempre estará presente, mas o ideal é que eles apareçam o mínimo possível. HL2 não está livre disso, porém, alguns desses problemas estão no jogo mesmo após terem sido identificados pelos desenvolvedores.

Tipos de ataque de helicóptero em Half-Life 2 eram bugs que ficaram na versão final — Foto: Divulgação/Valve Tipos de ataque de helicóptero em Half-Life 2 eram bugs que ficaram na versão final — Foto: Divulgação/Valve

Tipos de ataque de helicóptero em Half-Life 2 eram bugs que ficaram na versão final — Foto: Divulgação/Valve

A Valve deixou alguns defeitos após perceber que eles na verdade tornavam a experiência mais divertida. Desde que o bug não prejudicasse o gameplay nem o jogador, ele poderia ficar.

9) Roteirista da Valve pode ter divulgado a história de Half-Life 3

Há anos, fãs clamam pelo lançamento de Half-Life 3, algo que virou praticamente lenda devido à falta de informações por parte da Valve. Talvez por isso, a atitude do roteirista Marc Laidlaw, antigo funcionário da empresa, surpreendeu muita gente.

Através do seu site, o roteirista divulgou, de forma codificada, o roteiro do que poderia ser Half Life 2: Episode 3. Logo em seguida, ele comentou que aquilo era uma “fanfic, um sonho que teve anos atrás”, palavras que pareciam confirmar o possível cancelamento da produção há algum tempo. De qualquer forma, ficou o registro para os fãs imaginarem como poderia ter sido.

10) Um novo jogo dentro do mesmo universo pode estar sendo produzido

No início de 2017, Gabe Newell, chefão da Valve, fez uma sessão de perguntas e respostas no site Reddit. Na ocasião, Newell foi questionado sobre mais jogos dentro do mesmo universo de Half-Life, lembrando que Portal já é um desses.

Bridge Constructor Portal pode ser o jogo no mesmo universo de Half-Life e Portal — Foto: Divulgação/ClockStone Bridge Constructor Portal pode ser o jogo no mesmo universo de Half-Life e Portal — Foto: Divulgação/ClockStone

Bridge Constructor Portal pode ser o jogo no mesmo universo de Half-Life e Portal — Foto: Divulgação/ClockStone

Newell surpreendeu muita gente ao responder que existe um projeto para um novo título dentro desse universo, mas que ainda não é a hora de revelar mais detalhes. No final de 2017, foi lançado Bridge Constructor Portal, uma versão do jogo de construir pontes dentro do universo de Portal, mas rumores indicam que o game mencionado por Newell no início do ano passado é outro. Resta aos jogadores esperarem para saber a verdade.

Para você, qual o melhor FPS? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo