Por Natalia Etchecoin, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp
10 mitos e verdades sobre o iPhone 10 mitos e verdades sobre o iPhone

A popularidade do iPhone é inegável e, portanto, não é de se estranhar que existam muitas dúvidas e lendas a cerca dos celulares da Apple. A fabricante é responsável por 51% das vendas de smartphones do mercado mundial e está no top 3 dos celulares mais vendidos no Brasil, segundo a Strategy Analytics.

Pensando nisso, o TechTudo reuniu uma lista com as dez afirmações mais comuns que todos já ouviram em relação ao iPhone. O artigo, a seguir, explica 10 mitos e verdades em relação ao smartphone da Maçã.

iPhone X: conheça sete curiosidades sobre o modelo da Apple

iPhone X: conheça sete curiosidades sobre o modelo da Apple

1. Fechar aplicativos economiza bateria?

MITO. A própria Apple revelou, em uma entrevista ao site The Verge, que essa prática é lenda. Além de não economizar bateria, você pode prejudicar o desempenho do celular.

O costume de fechar o aplicativos no iPhone não resulta em economia de bateria — Foto: Reprodução/Lucas Mendes O costume de fechar o aplicativos no iPhone não resulta em economia de bateria — Foto: Reprodução/Lucas Mendes

O costume de fechar o aplicativos no iPhone não resulta em economia de bateria — Foto: Reprodução/Lucas Mendes

A fabricante esclareceu que nem todos os aplicativos ficam realmente abertos e funcionando em segundo plano. Eles entram em um modo de espera para que o usuário possa navegar e realizar funções simultaneamente no iPhone e, por isso, segundo Craig Federighi, vice-presidente sênior de Engenharia de Software da Apple, você não economiza bateria se forçar o fechamento deles.

Esse procedimento só é aconselhado caso o aplicativo pare de responder, segundo a fabricante.

2. É possível voltar para uma versão anterior do iOS?

DEPENDE. Atualizar o iOS no iPhone e se acostumar com a nova versão do sistema operacional pode ser um problema para algumas pessoas. Porém, mesmo que o usuário se arrependa, dificilmente ele conseguirá fazer o downgrade, ou seja, instalar uma versão anterior do sistema operacional já instalado. Isso só será possível se ele estiver testando uma versão beta ou recém-lançada.

Após a atualização do iOS, o usuário dificilmente conseguirá volta à versão anterior — Foto: Reprodução/Thássius Veloso Após a atualização do iOS, o usuário dificilmente conseguirá volta à versão anterior — Foto: Reprodução/Thássius Veloso

Após a atualização do iOS, o usuário dificilmente conseguirá volta à versão anterior — Foto: Reprodução/Thássius Veloso

A prática de downgrade é desestimulada pela Apple. A fabricante tem um sistema de assinaturas que só permite instalar versões do sistema operacional autorizadas por ela. Normalmente, a assinatura das versões mais antigas fica disponível por pouco tempo. Depois de canceladas, elas não podem mais ser instaladas.

3. Não existe vírus pra iPhone

MITO. Apesar de muito se falar de que os celulares da Apple são imunes a vírus, essa afirmação não passa de lenda. O iOS possui menos probabilidade de ser atingido do que os outros sistemas operacionais presentes no mercado. Mas, ainda que raro, o iPhone não está à salvo de um ataque de vírus ou malware.

Apesar de ser um sistema fechado, do qual a Apple possui um controle extensivo, ainda há brechas para infecções. Há casos de aplicativos e sites infectados no iPhone. Ele também fica vulnerável a ataques de hackers por meio de redes Wi-Fi em lugares públicos.

Apesar de serem mais seguros, os aparelhos da Apple não estão imunes a ataques vírus e malwares — Foto: Reprodução/KasperskyBlog Apesar de serem mais seguros, os aparelhos da Apple não estão imunes a ataques vírus e malwares — Foto: Reprodução/KasperskyBlog

Apesar de serem mais seguros, os aparelhos da Apple não estão imunes a ataques vírus e malwares — Foto: Reprodução/KasperskyBlog

É importante lembrar, então, que apesar de mais incomuns, as infecções por vírus ou malwares podem acontecer, e o usuário deve seguir os procedimentos de cibersegurança para prevenir esses ataques.

4. Touch ID não é seguro?

MITO. Em termos práticos, ele é bastante seguro. Apesar do Touch ID, como toda identificação biométrica, apresentar suas falhas e ser de conhecimento geral que ele pode ser hackeado, a probabilidade de que isso aconteça é mínima.

O sensor de digitais Touch ID pode ser considerado seguro — Foto: Divulgação/Apple O sensor de digitais Touch ID pode ser considerado seguro — Foto: Divulgação/Apple

O sensor de digitais Touch ID pode ser considerado seguro — Foto: Divulgação/Apple

Portanto, o Touch ID pode ser considerado seguro, garantindo que suas informações pessoais não sejam de fácil acesso.

5. Carregadores genéricos vão estragar seu iPhone

MITO. Os carregadores genéricos podem parecer uma opção interessante se comparados aos acessórios originais, pelo menor custo. Os carregadores, mesmo que genéricos, de alta qualidade e que oferecem uma amperagem adequada são confiáveis e podem ser utilizados sem prejudicar o celular. O único detalhe é que eles podem carregar mais lentamente que o original.

Carregador não original pode prejudicar a bateria do iPhone se for de má qualidade ou oferecer amperagem inadequada  — Foto: Divulgação/OEM Carregador não original pode prejudicar a bateria do iPhone se for de má qualidade ou oferecer amperagem inadequada  — Foto: Divulgação/OEM

Carregador não original pode prejudicar a bateria do iPhone se for de má qualidade ou oferecer amperagem inadequada — Foto: Divulgação/OEM

Os carregadores só podem causar danos ao iPhone se forem utilizados materiais de má qualidade ou se as configurações de amperagem não forem adequadas (insuficientes ou excedentes às necessidades da bateria). Seriam os chamados carregadores “piratas”. Nesses casos, pode haver superaquecimento e até curto-circuito.

6. Você não deve deixar seu telefone carregando a noite toda

MITO. Antigamente, as baterias não eram suficientemente inteligentes a ponto de notar quando estavam com carga total e, portanto, sobrecarregá-las de maneira repetitiva levava à diminuição do seu tempo de vida. Porém, isso não é mais verdade.

Não há problema em deixar o celular carregando durante a noite — Foto: Divulgação Não há problema em deixar o celular carregando durante a noite — Foto: Divulgação

Não há problema em deixar o celular carregando durante a noite — Foto: Divulgação

As baterias de íon de lítio que são utilizadas atualmente não são afetadas por esse problema. Uma vez que seu celular está completamente carregado, ele para de puxar energia. Portanto, não há com que se preocupar. Você pode deixar o celular carregando enquanto dorme.

7. Carregar até 100% e deixar acabar a bateria prejudica o aparelho

VERDADE. O ideal é começar a carregar o seu iPhone entre 20% e 15%. Não é necessário deixar que a bateria zere para carregá-la, já que as baterias de íon de lítio que são utilizadas hoje em dia não ficam “viciadas”.

Deixar a bateria chegar a 0% é prejudicial ao aparelho — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Deixar a bateria chegar a 0% é prejudicial ao aparelho — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Deixar a bateria chegar a 0% é prejudicial ao aparelho — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Chegar aos 100% também não é o mais saudável para a vida útil da bateria. Há um consenso entre os especialistas em tecnologia que o ideal seria manter a carga do seu aparelho entre 80% e 20%.

8. Desligar o iPhone é benéfico

VERDADE. Dê uma pausa ao seu celular. É normal que hoje em dia deixemos o iPhone ligado 24 horas por dia, todos os dias. E por mais inofensivo que pareça, o celular precisa ser desligado de vez em quando para funcionar corretamente.

Fazendo isso, é possível eliminar processos redundantes de segundo plano e “limpar” a memória cachê, mantendo um alto desempenho. Além disso, é possível preservar a vida útil da bateria.

É importante desligar o iPhone pelo menos uma vez por semana para manter o alto desempenho — Foto: Foto: Reprodução/YouTube É importante desligar o iPhone pelo menos uma vez por semana para manter o alto desempenho — Foto: Foto: Reprodução/YouTube

É importante desligar o iPhone pelo menos uma vez por semana para manter o alto desempenho — Foto: Foto: Reprodução/YouTube

Não é necessário, porém, reiniciá-lo sempre. Uma vez por semana seria o suficiente, segundo recomendações dos funcionários da Apple.

9. As baterias do iPhone são sensíveis a climas extremos

VERDADE. É um fato científico: climas muito quentes ou muito frios podem prejudicar o seu iPhone. A Apple afirma que zero graus Celsius é o mínimo recomendado para o aparelho.

A bateria do iPhone é sensível a climas com temperatura muito altas ou muito baixas — Foto: Lucas Mendes/TechTudo A bateria do iPhone é sensível a climas com temperatura muito altas ou muito baixas — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

A bateria do iPhone é sensível a climas com temperatura muito altas ou muito baixas — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

O ideal, então, é evitar climas com temperaturas extremas (muito quentes ou muito frias). Caso contrário, tanto o processador quanto a bateria podem ser prejudicados.

Portanto, não deixe seu iPhone exposto diretamente ao sol (ou neve), nem o deixe em ambiente fechados, como carros, que conservam muito a temperatura (seja quente ou fria).

10. Não podemos usar o iPhone durante o carregamento da bateria

MITO. O iPhone, ou qualquer outro smartphone do mercado, consegue gerenciar a quantidade de energia para que o usuário possa carregar e utilizar o aparelho ao mesmo tempo. Utilizá-lo durante o carregamento não vai causar explosões nem estragar a vida útil da bateria. O que pode acarretar esses fatos é o uso, como já mencionado acima, de carregadores de má qualidade.

Porém, manter muitas aplicações abertas em multitarefa ou aplicações muito pesadas podem superaquecer o iPhone.

É mito que não se pode usar o celular durante o carregamento. Esteja atento apenas à aplicações muito pesadas — Foto: Divulgação É mito que não se pode usar o celular durante o carregamento. Esteja atento apenas à aplicações muito pesadas — Foto: Divulgação

É mito que não se pode usar o celular durante o carregamento. Esteja atento apenas à aplicações muito pesadas — Foto: Divulgação

O iPhone X vale a pena? Descubra no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo