Por Raquel Freire, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Nem todo cabo Ethernet é igual. Conheidos também pelo nome do conector RJ-45, esses cabos são divididos em categorias, cada uma com velocidade e desempenho específicos. Assim, escolher o cabo corretamente fará diferença na sua conexão de Internet, seja ela uma rede doméstica ou comercial.

Veja a seguir quais são as diferenças entre as versões atualmente à venda - Cat5, Cat5e, Cat6 e Cat6a. Se você está precisando comprar um cabo Ethernet, conheça as especificações de cada modelo e saiba qual é o melhor para atender às suas necessidades.

Conheça as diferenças entre os cabos RJ-45  — Foto: Barbara Mannara/TechTudo Conheça as diferenças entre os cabos RJ-45  — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

Conheça as diferenças entre os cabos RJ-45 — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

Cat5

O nome Cat5 vem de "Categoria 5". Ele é o mais lento entre as versões aqui listadas, conseguindo atingir taxas de transferência de até 100 Mbps pelas especificações técnicas. Apesar disso, se colocado em distâncias curtas, o fio consegue transmitir dados em até 1000 Mbps (Gigabit Ethernet).

O cabo Cat5 suporta frequência de até 100 MHz e, assim como os demais da lista, pode ser usado em redes de no máximo 100 metros (embora apresente interferência quando a instalação chega perto desse limite). O modelo é o mais difícil de ser encontrado, pois foi substituído pelo Cat5e. Atualmente ele é vendido sobretudo com comprimento de 305 metros, que tem preço médio de R$ 170 (cerca de R$ 0,55 por metro).

Cat5e

A letra "e" ao lado de Cat5 vem do inglês enhanced (aprimorado). Na sua versão atualizada, o cabo ganhou novos padrões de certificação para causar menos interferência e perda de sinal. Por isso, um Cat5e consegue melhor desempenho em instalações próximas aos 100 metros permitidos quando comparacdo com o Cat5.

Outra melhoria foi na velocidade, que passou a oficialmente suportar o padrão Gigabit. Ele manteve a frequência de 100 MHz nas especificações técnicas, mas é comum que os fabricantes desenvolvam cabos que suportam faixas mais elevadas.

Os cabos Cat5e são os mais facilmente encontrados no momento, e também os que têm melhor relação custo-benefício. Uma versão de 1 metro pode ser comprada por aproximadamente R$ 1,80; já o cabo de 305 metros sai por R$ 280, o que dá em torno de R$ 0,91 por metro.

Cabo  Ethernet Cat5e tem velocidade de 1 Gigabit por segundo  — Foto: Divulgação/Plus Cable Cabo  Ethernet Cat5e tem velocidade de 1 Gigabit por segundo  — Foto: Divulgação/Plus Cable

Cabo Ethernet Cat5e tem velocidade de 1 Gigabit por segundo — Foto: Divulgação/Plus Cable

Cat6

O cabo da "Categoria 6" tem na taxa de transferência de dados sua principal mudança em relação ao Cat5e. O modelo atinge velocidade de 10 Gigabits por segundo, mas, trabalhando nesse limite, o alcance cai de 100 metros para 55 metros.

O Cat6 suporta frequências de até 250 MHz por padrão e apresenta ainda menos interferência do que o Cat5e. As melhorias obviamente interferem no preço: a caixa de 305 metros de cabo custa a partir de R$ 500, ou seja, R$ 1,63 por metro.

Cabo RJ-45 Cat6 consegue transferir 10 Gigabits por segundo  — Foto: Divulgação/Shun Sheng Cabo RJ-45 Cat6 consegue transferir 10 Gigabits por segundo  — Foto: Divulgação/Shun Sheng

Cabo RJ-45 Cat6 consegue transferir 10 Gigabits por segundo — Foto: Divulgação/Shun Sheng

Por conta dessas características, o Cat6 é mais indicado para empresas ou ambientes que necessitem de alta velocidade de transmissão e tenham cabeamento de mais de 10 metros. Nessa situação, o Ethernet da categoria 6 é uma alternativa economicamente mais viável do que a fibra óptica.

Cat6a

O "a" em Cat6a vem de augmented ("aumentada"). Ele foi criado justamente para aumentar o alcance oferecido pelo Cat6 em redes 10G. O Cat6a contorna o problema apresentado pela geração anterior, conseguindo realizar transferências de 10 Gigabits por segundo em instalações de até 100 metros.

Por fora, sua principal diferença é que ele é mais grosso e menos flexível. Isso deve-se ao separador posicionado entre os pares de cabo, por vezes encontrado também nos Cat6, que praticamente elimina as interferências. O modelo ainda duplica a frequência suportada para 500 MHz.

Ele seria indicado para quem quer se adiantar em relação aos novos padrões de velocidade e conexão, mas, por agora, o custo não compensa. Difíceis de encontrar no Brasil, os cabos RJ-45 Cat6a de 305 metros têm preço entre R$ 2 mil e R$ 3.500.

Cat6a não apresenta interferência e trabalha a 10 Gigabits/s em até 100 metros Divulgação/Furukawa — Foto: Reprodução/Raquel Freire Cat6a não apresenta interferência e trabalha a 10 Gigabits/s em até 100 metros Divulgação/Furukawa — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Cat6a não apresenta interferência e trabalha a 10 Gigabits/s em até 100 metros Divulgação/Furukawa — Foto: Reprodução/Raquel Freire

Problemas no Wi-Fi e possíveis soluções

Problemas no Wi-Fi e possíveis soluções

MAIS DO TechTudo