Cinco problemas que você pode descobrir pela BIOS do PC ou notebook

O firmware pode ser um aliado importante na hora de identificar componentes com problema

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Filipe Garrett, para o TechTudo

A BIOS, ou UEFI, é um tipo de sistema operacional básico que reside no interior de um chip especial da placa-mãe do PC ou notebook. Sua função é executar uma série de testes a respeito da integridade do equipamento e, em seguida, carregar o sistema operacional instalado no computador. Por conta dessas capacidades, a BIOS é um elemento central na tarefa de identificar e isolar problemas com o hardware.

Um detalhe importante é sempre acessar a BIOS com atenção. Há uma série de configurações de hardware que podem ser afetadas por modificações realizadas na interface. Por conta disso, sempre tenha cuidado ao acessar e alterar as definições.

BIOS tem como tarefa principal "encontrar" e carregar o sistema operacional (Foto: Helito Bijora/TechTudo) BIOS tem como tarefa principal "encontrar" e carregar o sistema operacional (Foto: Helito Bijora/TechTudo)

BIOS tem como tarefa principal "encontrar" e carregar o sistema operacional (Foto: Helito Bijora/TechTudo)

1. Identificar problemas com a partição do sistema

Como a principal tarefa da BIOS é carregar o seu sistema operacional, erros associados à partição de inicialização do Windows ou Linux podem ser detectados nesse estágio pela BIOS. As mensagens de erro que podem ser exibidas variam, mas, em geral, todas elas chamam a atenção para a ausência de uma partição de inicialização viável.

O diagnóstico pode apontar para erros de instalação, que você corrige ao formatar e reinstalar o sistema no disco, ou para algo mais grave: danos físicos irreversíveis na unidade.

2. Problemas na placa-mãe

BIOS testa o hardware e identifica problemas em componentes e na própria placa-mãe (Foto: Filipe Garrett/TechTudo) BIOS testa o hardware e identifica problemas em componentes e na própria placa-mãe (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

BIOS testa o hardware e identifica problemas em componentes e na própria placa-mãe (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

A principal tarefa da BIOS é chamar o sistema operacional, mas, antes disso, ela desempenha uma série de testes lógicos para detectar se todos os componentes do seu computador estão funcionando corretamente. Interface de vídeo, processador, bateria e memória RAM são apenas alguns dos elementos checados nesse estágio.

Caso algo falhe, você pode receber mensagens na tela ou, na pior das hipóteses, bipes que servem para identificar algum problema específico. Nesses casos, é necessário consultar o manual e a documentação do seu hardware para saber o que os bipes significam.

3. Erros e defeitos nos pentes de memória

Um dos problemas mais recorrentes que as BIOS identificam são nos pentes de memória RAM: sem detectar a RAM corretamente, a BIOS irá falhar na tarefa de iniciar o sistema operacional. Defeitos com memória podem ser de vários tipos, desde algo trivial como um pente mal encaixado, a defeitos mais graves associados a problemas de fabricação e qualidade com as peças. Bipes – como os citados no tópico anterior – costumam acompanhar esse tipo de problema.

4. Problemas com a refrigeração

BIOS testa para verificar a presença de um cooler em funcionamento (Foto: Filipe Garrett/TechTudo) BIOS testa para verificar a presença de um cooler em funcionamento (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

BIOS testa para verificar a presença de um cooler em funcionamento (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Uma das funções cruciais da BIOS é testar a disponibilidade de algum cooler para atender ao processador do seu computador. Se o teste falhar e a BIOS interpretar que você está ligando o computador sem cooler, ou que a ventoinha está com defeito, você ouvirá apitos e mensagens na tela alertando a impossibilidade de continuar com a inicialização devido à ausência do “fan”.

Trata-se de uma medida de segurança importante: se a BIOS não fizesse isso e você tentasse ligar o computador sem cooler, seu processador derreteria em poucos minutos.

5. Integridade da bateria

Em laptops, as BIOS costumam carregar checagens constantes da saúde e do funcionamento da bateria. Por conta disso, o recurso é interessante para diagnosticar problemas no portátil: se você está desconfiado de que a bateria está perdendo carga rapidamente, um dos meios de checar a sua integridade é verificar o que a BIOS tem a dizer a respeito.

Quanto tempo leva para atualizar o BIOS? Saiba no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo