Conheça todos os times campeões do CBLoL

Tricampeonato da INTZ, título inédito da Red Canids, confira a evolução do Campeonato Brasileiro de League of Legends

Conheça todos os times campeões do CBLoL Conheça todos os times campeões do CBLoL
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Julio César Puiati, para o TechTudo

O CBLoL, Campeonato Brasileiro de League of Legends, já está em sua sétima edição. Até aqui, sete equipes diferentes levantaram a taça do torneio organizado pela Riot Games. Vamos relembrar os campeões, os vice-campeões e os elencos vitoriosos desde a estreia da liga em 2012.

De lá pra cá muita coisa mudou. O campeonato se profissionalizou, começou a contar com um calendário mais vasto e tem atingindo números interessantes de audiência nas plataformas de streaming online e também na TV. A final do segundo split de 2017, por exemplo, atraiu no total cerca de 2,6 milhões de fãs segundo dados divulgados pela própria desenvolvedora. O crescimento estrutural é notável. Confira a evolução abaixo:

CBLoL 2012

A vTi Ignis foi a primeira campeã do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games) A vTi Ignis foi a primeira campeã do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

A vTi Ignis foi a primeira campeã do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

A primeira edição do CBLoL foi disputada presencialmente na Brasil Game Show, uma das mais renomadas feiras de videogames da América Latina. A fase final contou com a participação de oito equipes, que se enfrentaram no sistema de mata-mata no formato melhor de três entre os dias 11 e 14 de outubro. Entre as agremiações presentes no torneio estavam as tradicionais PaiN Gaming e CNB e-Sports Club.

As extintas vTi Ignis e vTi Nox se enfrentaram na grande final. Os integrantes da Ignis venceram por dois a zero e levaram para casa uma premiação de US$ 25.000, ou seja, cerca de R$ 82.000 segundo a atual cotação da moeda americana (21). Estavam no elenco vencedor o topo Matheus "Mylon" Borges, o caçador Rafael "rafes" Peres, o meio Guilherme "Snowlz" Neves, o atirador André "manajj" Rocha e o suporte Leonardo "Alocs" Belo.

CBLoL 2013

Em 2013, foi a vez de brTT, Kami e companhia levantarem a taça do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games) Em 2013, foi a vez de brTT, Kami e companhia levantarem a taça do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

Em 2013, foi a vez de brTT, Kami e companhia levantarem a taça do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

Algumas alterações foram adicionadas ao regulamento do Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2013. A Riot Games decidiu manter o número de equipes para a fase final, mas o sistema de disputa seria executado de maneira diferente. Os oito times classificados foram divididos em dois grupos de quatro. Os dois melhores colocados avançaram para as semifinais no formato melhor de cinco, disputadas no WTC Golden Hall, em São Paulo.

Desta vez, foi a vez da PaiN Gaming sagrar-se campeã em duelo contra a CNB e-Sports Club. A equipe profissional brasileira mais antiga do League of Legends derrotou os Blumers por três a um e faturaram US$ 30 em premiações, isto é, aproximadamente R$ 98 mil segundo a atual cotação da moeda americana (21). Nomes conhecidos do público estavam presentes no plantel vitorioso: o topo Fabio “Venon” Guimarães, o caçador Thúlio “SirT” Carlos, o meio Gabriel “Kami” Bohn, o atirador Felipe “brTT” Gonçalves e o suporte Martin “Espeon” Gonçalves.

CBLoL 2014

Campeã da Final Regional, a KaBuM nos representou o Brasil no Worlds 2014 (Foto: Divulgação/Riot Games) Campeã da Final Regional, a KaBuM nos representou o Brasil no Worlds 2014 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Campeã da Final Regional, a KaBuM nos representou o Brasil no Worlds 2014 (Foto: Divulgação/Riot Games)

O calendário competitivo brasileiro contou, pela primeira vez, com duas grandes etapas de disputa durante a temporada 2014. As equipes profissionais de League of Legends participaram da Liga Brasileira – Série dos Campeões e da Final Regional. Realizada no primeiro semestre daquele ano, a Liga Brasileira contou com a participação de seis organizações. A Keyd Stars, composta por Mylon, pelo caçador Park "Winged" Tae-jin, pelo meio An "SuNo" Sun-ho, brTT e pelo suporte Caio "Loop" Almeida, derrotou a PaiN Gaming pelo placar de três a dois na final, após sistema de pontos corridos e mata-mata.

Já no segundo semestre, os principais times do cenário competitivo brasileiro voltaram a medir forças na Final Regional. Oito times se enfrentaram em sistema eliminatório no formato melhor de três, com exceção da grande final, que foi decidida em uma melhor de cinco. Direto do Maracanãzinho, milhares de torcedores assistiram a KaBuM e-Sports despachar a CNB e-Sports Club por três a um. O topo Pedro "LEP" Marcari, o caçador Daniel "Danagorn" Drummond, o meio Thiago "TinOwns" Sartori, o atirador Gustavo "Minerva" Queiroz e o suporte Daniel "dans" Dias fizeram parte da esquadra campeã.

CBLoL 2015

Mylon marcou a final do segundo split do CBLoL em 2015 com o personagem Shen (Foto: Divulgação/Riot Games) Mylon marcou a final do segundo split do CBLoL em 2015 com o personagem Shen (Foto: Divulgação/Riot Games)

Mylon marcou a final do segundo split do CBLoL em 2015 com o personagem Shen (Foto: Divulgação/Riot Games)

Pela primeira vez, a Riot Games adotou o formato de dois splits por temporada, ou seja, dois campeonatos com regulamentos idênticos. O ano de 2015 também marcou a inauguração do estúdio da desenvolvedora no Brasil, local no qual as partidas seriam disputadas presencialmente. A INTZ surpreendeu a todos no primeiro split ao derrotar a Keyd Stars na grande final disputada no CentroSul, em Florianópolis. Por três partidas a zero, o topo Felipe "Yang" Zhao, o caçador Gabriel "Revolta" Henud, o meio Gabriel "Tockers" Claumann, o atirador Micael "micaO" Rodrigues e suporte Luan "Jockster" Cardoso davam início a um legado de muito sucesso.

No segundo split foi a vez da PaiN Gaming conquistar o bicampeonato. Sem Revolta, que havia se transferido para a Keyd Stars, a INTZ saiu derrotada diante de milhares de espectadores no Allianz Parque. Mylon, SirT, Kami, brTT e o suporte francês Hugo “Dioud” Padioleau venceram por três a zero, e se classificaram, pouco tempo depois, para o Mundial.

CBLoL 2016

A line up da INTZ, a mais vitoriosa de toda a história do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games) A line up da INTZ, a mais vitoriosa de toda a história do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

A line up da INTZ, a mais vitoriosa de toda a história do CBLoL (Foto: Divulgação/Riot Games)

Com algumas mudanças no regulamento, mas dando continuidade à boa organização da edição anterior, o Campeonato Brasileiro de League of Legends de 2016 ganhou mais popularidade do que nunca. Tanto é que a final do segundo split foi transmitida, pela primeira vez, por um canal de televisão. Os atletas também começaram a receber valores por direitos de imagem.

Agora com o retorno de Revolta à INTZ, os Intrépidos fizeram história ao conquistar ambos os splits da temporada. A equipe comandada pelo técnico norte-americano Alexander "Abaxial" Haibel não encontrou dificuldades para derrotar a Keyd Stars na final do primeiro split, disputada nos estúdios da Riot Games. No segundo split, os Intrépidos suaram um pouco mais para sagrarem-se tricampeões. Placar final de três a um contra a CNB e-Sports Club, em partida sediada no Ginásio do Ibirapuera.

CBLoL 2017

Comandada pelo caçador 4LaN, a Team One fez história no segundo split do CBLoL em 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games) Comandada pelo caçador 4LaN, a Team One fez história no segundo split do CBLoL em 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Comandada pelo caçador 4LaN, a Team One fez história no segundo split do CBLoL em 2017 (Foto: Divulgação/Riot Games)

Chegamos, finalmente, à edição disputada no ano passado, marcada pelas primeiras transmissões de televisão da temporada regular. Com um público consolidado, equipes mais competitivas e premiações mais elevadas, o CBLoL se tornou um produto de entretenimento definitivamente midiático e espetacularizado. Formada por um elenco de profissionais experientes, a RED Canids do topo Leonardo “robo” Souza e do caçador Carlos “Nappon” Rücker, além dos já conhecidos Tockers, brTT e Dioud, levantaram a taça do primeiro split após venceram a Keyd Stars, no Classic Hall, em Recife, por três a zero.

No segundo semestre, a recém promovida à primeira divisão do CBLoL Team One não tomou conhecimento dos adversários e foi derrotando um a um até se tornarem campeões inéditos do torneio. Estavam na esquadra vencedora o topo Álvaro “Vvert” Martins, o caçador Alanderson “4LaN” Meireles, o meio Bruno “Brucer” Pereira, o atirador Luis “Absolut” Carvalho e o suporte Ygor “RedBert” Freitas.

MAIS DO TechTudo