GTA, Bully, Manhunt: confira os 10 jogos mais polêmicos do PS2

Relembre os títulos mais controversos do clássico console da Sony.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Murilo Molina, para o TechTudo

O PlayStation 2 comemora 18 anos de seu lançamento em 2018. Para celebrar a maioridade do clássico console da Sony, o TechTudo preparou uma lista com os 10 jogos mais polêmicos lançados para o aparelho, regados com temas adultos, violência, nudez e outros assuntos controversos. Alguns dos títulos foram até proibidos no Brasil. Confira.

Considerado um dos melhores títulos da franquia da Rockstar, GTA San Andreas é um dos nomes mais polêmicos da história dos jogos. Os problemas aconteceram com a descoberta do minigame batizado de Hot Coffee, que mostrava cenas de sexo do protagonista CJ e sua namorada, e terminaram rendendo uma alteração na classificação etária.

GTA San Andreas (Foto: Divulgação/Rockstar) GTA San Andreas (Foto: Divulgação/Rockstar)

GTA San Andreas (Foto: Divulgação/Rockstar)

God of War

Um dos principais exclusivos do PlayStation 2, God of War chegou em 2005 e rapidamente se destacou por sua excelente campanha, extrema violência nos combates e cenas de nudez. O título também incluía um minigame de sexo, tipo de conteúdo bem incomum para a época.

Primeiro God of War tinha violência extrema e cenas de nudez (Foto: Divulgação/Sony) Primeiro God of War tinha violência extrema e cenas de nudez (Foto: Divulgação/Sony)

Primeiro God of War tinha violência extrema e cenas de nudez (Foto: Divulgação/Sony)

O game da Rockstar herdou do irmão mais velho, GTA, o gosto por polêmicas. Lançado em 2006, o jogo explora temas como sexualidade e violência em escolas, o que rendeu diversas tentativas de impedir a venda de Bully pelo mundo - inclusive no Brasil, onde chegou a ser proibido.

O polêmico Bully chegou a ser proibido no Brasil (Foto: Divulgação/Rockstar) O polêmico Bully chegou a ser proibido no Brasil (Foto: Divulgação/Rockstar)

O polêmico Bully chegou a ser proibido no Brasil (Foto: Divulgação/Rockstar)

BMX XXX

Na onda do sucesso de Tony Hawk's Pro Skater, BMX XXX, da Acclaim, tentou apostar em mecânicas similares ao game de skate, mas com o destaque para conteúdo adulto. BMX XXX incluía nudez e piadas de cunho sexual, que impactaram negativamente nas vendas do título.

BMX XXX aposta em conteúdo adulto (Foto: Divulgação / Acclaim) BMX XXX aposta em conteúdo adulto (Foto: Divulgação / Acclaim)

BMX XXX aposta em conteúdo adulto (Foto: Divulgação / Acclaim)

Manhunt

Mais uma obra da Rockstar a figurar na lista, Manhunt chamou a atenção por motivos diferentes dos outros títulos da empresa. O grande problema foi a violência extrema do game, sendo possível exterminar oponentes com golpes e técnicas macabras. Manhunt ainda foi ligado ao assassinato do inglês Stefan Pakeerah, morto por um amigo supostamente obcecado pelo jogo.

Manhunt, da Rockstar, chocou pela violência (Foto: Divulgação/Rockstar) Manhunt, da Rockstar, chocou pela violência (Foto: Divulgação/Rockstar)

Manhunt, da Rockstar, chocou pela violência (Foto: Divulgação/Rockstar)

Leisure Suit Larry: Magna Cum Laude

O título desenvolvido pela High Voltage Software nunca chamou a atenção por seu gameplay, mas é um dos nomes mais lembrados quando o assunto são games polêmicos no PS2. Cheio de referências sexuais, nudez e palavrões, Magna Cum Laude também conta com um mapa aberto e atividades incluindo mulheres com pouca roupa.

Leisure Suit Larry Magna Cum Laude é recheado de referências sexuais, nudez e palavrões (Foto: Divulgação/High Voltage) Leisure Suit Larry Magna Cum Laude é recheado de referências sexuais, nudez e palavrões (Foto: Divulgação/High Voltage)

Leisure Suit Larry Magna Cum Laude é recheado de referências sexuais, nudez e palavrões (Foto: Divulgação/High Voltage)

Rule of Rose

Envolto em polêmicas sobre a sua mistura entre temas eróticos e personagens menores de idade, o game chegou a correr risco de cancelamento. Rule of Rose ainda tem elementos de horror, com a ambientação na Inglaterra nos anos 30.

Rule of Rose é um dos games mais polêmicos do PS2 (Foto: Divulgação/505 Games) Rule of Rose é um dos games mais polêmicos do PS2 (Foto: Divulgação/505 Games)

Rule of Rose é um dos games mais polêmicos do PS2 (Foto: Divulgação/505 Games)

State of Emergency

Quarto título da Rockstar na lista, State of Emergency causou polêmica ao incluir temas delicados, como assassinato de políticos, revoluções e golpes de estado. State of Emergency teve pedidos de proibição nos Estados Unidos e Reino Unido, mas terminou somente limitado a jogadores maiores de 18 anos.

State of Emergency aborda temas delicados (Foto: Divulgação/Rockstar) State of Emergency aborda temas delicados (Foto: Divulgação/Rockstar)

State of Emergency aborda temas delicados (Foto: Divulgação/Rockstar)

Shadow Man 2econd Coming

O game de Acclaim foi lançado em fevereiro de 2002 e se envolveu em uma controvérsia bastante desagradável. O jogo tentou fazer anúncios em lápides de cemitérios reais, com a promessa de compensar financeiramente as famílias.

Shadow Man 2econd Coming tentou usar lápides para anunciar o game (Foto: Divulgação/Acclaim) Shadow Man 2econd Coming tentou usar lápides para anunciar o game (Foto: Divulgação/Acclaim)

Shadow Man 2econd Coming tentou usar lápides para anunciar o game (Foto: Divulgação/Acclaim)

Outlaw Volleyball

Nos moldes de BMX XXX, Outlaw Volleyball combinou o tradicional esporte e atletas usando roupas ousadas. Além de ser sexualmente sugestivo, o game ainda conta com personagens que representam estereótipos, como um irlandês alcoólatra, uma soldada russa e uma porto-riquenha chamada Chica.

Jogo mistura esportes e personagens com pouca roupa (Foto: Divulgação/Hypnotix) Jogo mistura esportes e personagens com pouca roupa (Foto: Divulgação/Hypnotix)

Jogo mistura esportes e personagens com pouca roupa (Foto: Divulgação/Hypnotix)

Qual o seu game de luta preferido? Comente no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo