Por Taysa Coelho, Para o TechTudo


As câmeras dos computadores podem ser acessadas por hackers sem que o proprietário do dispositivo sequer note. Para evitar o risco, existem algumas dicas de prevenção, como ter um antivírus atualizado, desconfiar de links incomuns e desligar a webcam, por exemplo.

A ação maldosa ocorre porque os cybercriminosos utilizam programas de acesso remoto, chamados de RAT (sigla em inglês para Remote Access Trojan), com comando total sobre PC ou notebook. Isso inclui a câmera e, até mesmo, a luz que indica o uso, para evitar qualquer suspeita.

Como se proteger e evitar que estranhos tenham acesso à câmera — Foto: Divulgação/Facebook Como se proteger e evitar que estranhos tenham acesso à câmera — Foto: Divulgação/Facebook

Como se proteger e evitar que estranhos tenham acesso à câmera — Foto: Divulgação/Facebook

O alerta em relação à situação ficou intenso a partir de 2016, quando Mark Zuckerberg, criador do Facebook e dono de uma série de plataformas sociais, postou uma foto de divulgação do Instagram na qual a câmera de seu computador aparecia coberta por uma fita adesiva. Desde então, muitas pessoas têm se preocupado com segurança e privacidade, e sempre buscam medidas para evitar o acesso de pessoas mal-intencionadas à webcam. Se você é uma delas, confira abaixo as dicas preparadas pelo TechTudo.

1. Tenha um antivírus atualizado e um firewall ativo

Os acessos são feitos pelos hackers de modo remoto, normalmente por meio de trojans, programas maliciosos que têm acesso ao PC ao se esconderem dentro de um software legítimo. Por isso, é fundamental ter um programa de segurança instalado e atualizado na máquina, a fim de deixá-la mais protegida contra malwares e spywares.

É importante ter um antivírus instalados para evitar os RATs — Foto: Reprodução/Pond5 É importante ter um antivírus instalados para evitar os RATs — Foto: Reprodução/Pond5

É importante ter um antivírus instalados para evitar os RATs — Foto: Reprodução/Pond5

Além disso, é importante ficar atento se o firewall está ativo. Esse dispositivo (que pode ser um hardware, software ou ambos) monitora o tráfego de entrada e saída da rede e, de acordo com um conjunto de regras, permite ou não que a transmissão ou execução de dados ocorra. O computador vem com esse recurso de fábrica e, por isso, é importante verificar se ele está em uso.

2. Desligue a webcam

Para quem utiliza uma webcam não integrada ao PC, a sugestão é mantê-la sempre desconectada da máquina e ligar somente no momento de uso. De preferência, quando estiver com conexões de Internet seguras. No caso de câmeras integradas, desative o dispositivo por meio das configurações do sistema operacional.

Ative a webcam apenas quando for usá-la — Foto: Barbara Mannara/TechTudo Ative a webcam apenas quando for usá-la — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

Ative a webcam apenas quando for usá-la — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

3. Descubra quais programas usam a câmera

Uma das dicas dadas pelos especialistas é ficar atento à luz que indica se a webcam está em uso. No entanto, alguns softwares maliciosos são tão poderosos que permitem aos hackers desativarem a luz mesmo durante o acesso à câmera. Apesar disso, não se preocupe: o Windows possibilita, por meio da ferramenta de Gerenciamento de Dispositivos, conferir quais apps estão usando a webcam.

4. Mantenha os programas atualizados

É fundamental manter atualizados o sistema operacional, o software da câmera, o navegador e os outros programas, de um modo geral. Assim, o usuário fica mais protegido, afinal possíveis erros e falhas de segurança identificados pelos desenvolvedores são corrigidos na versão mais recente. Ou seja, são menores as brechas para a atuação dos criminosos.

5. Não clique em links suspeitos

A recomendação é antiga, mas não custa repetir. Evite clicar em links de sites pouco confiáveis, como no caso de promoções com itens gratuitos ou brindes "generosos". Além disso, é importante ficar atento aos e-mails de fontes não confiáveis e que solicitam o download de um arquivo em anexo, clicar em algum endereço eletrônico ou divulgar detalhes pessoais. Eles podem abrir uma porta para a instalação de um software malicioso.

6. Cubra a câmera

Mark Zuckerberg prefere cobrir webcam com fita adesiva — Foto: Reprodução/Instagram (@zuck) Mark Zuckerberg prefere cobrir webcam com fita adesiva — Foto: Reprodução/Instagram (@zuck)

Mark Zuckerberg prefere cobrir webcam com fita adesiva — Foto: Reprodução/Instagram (@zuck)

Já que Mark Zuckerberg e o ex-diretor do FBI fazem, por que você não deveria fazer? Uma solução simples, rápida e barata é cobrir a webcam com uma fita adesiva, post-it ou outro recurso de fácil remoção. Dessa forma, você terá a certeza que nenhuma imagem sua será capturada por meio da câmera.

Via AVG e BT

Como saber se meu WhatsApp está sendo espionado? Confira a resposta no Fórum do TechTudo.

MAIS DO TechTudo