Por Jonatan Rodrigues, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Os repetidores de sinal Wi-Fi são ferramentas disponíveis no mercado para ampliar o sinal da Internet. Se, na sua casa, existem muitas barreiras entre o roteador que emite o sinal Wi-Fi e os equipamentos que precisam do acesso à rede (PCs e celulares), então, a solução indicada é o uso de um repetidor.

Apesar de apresentar diversos benefícios, muitos mitos e suposições envolvem os repetidores. Será que posso usar qualquer modelo? Ele só amplia a cobertura do sinal ou aumenta a velocidade da Internet? Confira a seguir as respostas para essas e outras dúvidas.

Repetidor Powerline DHP-W220AV, da D-Link — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Repetidor Powerline DHP-W220AV, da D-Link — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Repetidor Powerline DHP-W220AV, da D-Link — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

1. "Repetidor diminui a velocidade da Internet"

Mito. A intenção principal do repetidor é captar o sinal Wi-Fi que vem do seu roteador para em seguida fazer a retransmissão dele para as demais áreas onde o sinal original não consegue chegar.

As únicas perdas existentes na velocidade são por conta de outras interferências ou obstáculos, mas não por conta do repetidor. Isso também significa que sua velocidade não vai aumentar, já que existe somente a amplificação desse sinal, que o faz chegar a distâncias maiores.

2. "Funciona com qualquer roteador"

Verdade. Os repetidores funcionam com qualquer tipo de roteador. Para que isso se aplique na prática, basta estabelecer uma conexão entre os aparelhos, fazendo com que o repetidor reconheça o sinal de Wi-Fi.

Essa configuração de conexão entre eles deve ser feita antes mesmo de fazer os primeiros testes do repetidor em sua casa ou no ambiente que precisa da amplificação do sinal de Internet.

Atrás de cada repetidor existe os dados de acesso das configurações. — Foto: Karen Malek/TechTudo Atrás de cada repetidor existe os dados de acesso das configurações. — Foto: Karen Malek/TechTudo

Atrás de cada repetidor existe os dados de acesso das configurações. — Foto: Karen Malek/TechTudo

3. "É melhor que comprar outro roteador"

Verdade. Quem pensa em comprar um outro roteador na verdade está procurando formas de melhorar o seu tráfego na rede, não o espaço de transmissão do sinal.

Independente da quantidade de antenas de um roteador, ponto que mais encarece os aparelhos, os pontos cegos e as barreiras para emissão do sinal continuarão os mesmos. Então não adianta comprar um roteador mais avançado. Para amplificação do sinal, recorra ao repetidor.

4. "Precisa ser da mesma marca do roteador"

Repetidor TP-Link TL-WA850R tem instalação simples — Foto: Luciana Maline/TechTudo Repetidor TP-Link TL-WA850R tem instalação simples — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Repetidor TP-Link TL-WA850R tem instalação simples — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Mito. Os dispositivos podem ser de marcas diferentes. Independente da marca do seu roteador, qualquer repetidor de sinal Wi-Fi vai funcionar da mesma maneira, já que o trabalho de ambos é trabalhar com transmissão e recebimento de sinais. Nesse caso, o padrão é compartilhado.

Em algumas situações, é recomendável, sim, possuir os aparelhos da mesma marca para conseguir um desempenho mais eficiente, já que assim você poderá ter acesso a configurações específicas do fabricante. Mas isso não é regra, e portanto você pode adquirir os modelos que preferir.

5. "Não preciso configurar nada para usar um repetidor"

Mito. Assim que tiver o seu repetidor de sinal Wi-Fi, é preciso fazer uma configuração prévia para contar com o seu funcionamento correto e tirar o melhor proveito do aparelho.

Para saber detalhes e um passo a passo de como configurar o repetidor acesse este tutorial . Lembre-se de que as configurações podem mudar de uma marca para outras, mas no geral é bem simples escolher as opções básicas de configuração.

Repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

Repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

6. "Quanto mais alto o repetidor fica, melhor a amplificação do sinal"

Verdade. Os especialistas sempre sugerem que o repetidor fique localizado em tomadas altas para ter uma cobertura ainda mais ampla do sinal. Quanto mais alto, maior o espaço de transmissão.

A altura em que o repetidor é colocado interfere sim na amplificação do sinal. — Foto: Ana Marques/TechTudo A altura em que o repetidor é colocado interfere sim na amplificação do sinal. — Foto: Ana Marques/TechTudo

A altura em que o repetidor é colocado interfere sim na amplificação do sinal. — Foto: Ana Marques/TechTudo

Vale lembrar que é a mesma situação dos roteadores. Portanto, se em algumas partes da sua casa o sinal de Wi-Fi não pega tão bem quanto gostaria, faça o teste elevando esses aparelhos e confira se haverá um aumento do sinal nos locais que costumam ter uma conexão fraca.

Qual é o repetidor mais barato? Descubra no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo