Celulares

Por Filipe Garrett, para o TechTudo


A chegada do Razer Phone inaugurou um novo nicho de mercado dedicado a gamers que buscam celulares com foco em jogos. O smartphone da Razer tem ficha técnica de ponta, com destaque para o processador de 8 núcleos que roda em até 2,35 GHz, além da memória RAM de 8 GB. A tela é outro ponto alto do telefone, com resolução Quad HD e tecnologia inovadora capaz de atualizar a 120 Hz.

Seguindo a onda do lançamento da Razer, as fabricantes Xiaomi e ZTE apresentaram suas apostas para jogadores, abusando de design mais arrojado e chamativo e de especificações que não devem decepcionar na hora de encarar qualquer jogo para Android. Por não serem vendidos no Brasil, o Black Shark e o Nubia Red Light são opções para consumidores que desejam importar um celular. A seguir, veja a lista de celulares gamers disponíveis no mercado.

Razer Phone tem tela Quad HD com taxa de atualização de 120 Hz  — Foto: Divulgação/Razer Razer Phone tem tela Quad HD com taxa de atualização de 120 Hz  — Foto: Divulgação/Razer

Razer Phone tem tela Quad HD com taxa de atualização de 120 Hz — Foto: Divulgação/Razer

1. Xiaomi Black Shark

Xiaomi Black Shark é a resposta da Xiaomi ao Razer Phone — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Black Shark é a resposta da Xiaomi ao Razer Phone — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Black Shark é a resposta da Xiaomi ao Razer Phone — Foto: Divulgação/Xiaomi

A aposta gamer da marca chinesa tem configurações de ponta, com destaque sobretudo para o processador. O Snapdragon 845 – o chipset mais avançado da Qualcomm – comanda o espetáculo com 8 núcleos e velocidades de até 2,8 GHz. Um sistema de refrigeração líquida promete manter o celular em temperaturas confortáveis – algo importante em sessões prolongadas de jogos.

O Black Shark é vendido em duas opções de memória RAM: 6 GB ou 8 GB. Já no armazenamento, o usuário escolhe entre 64 GB ou 128 GB. A tela de 6 polegadas tem resolução Full HD+ (2160 x 1080 pixels), e o celular tem câmera dupla com sensores de 20 megapixels e 12 megapixels.

Exclusivo do mercado chinês no momento, o Black Shark tem bateria de 4.000 mAh e preços de US$ 477 (R$ 1.625 em conversão direta), para a versão de entrada, e US$ 557 (R$ 1.896) para a unidade 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento.

2. Nubia Red Light

Nubia Red Light é o celular para jogos da ZTE — Foto: Divulgação/ZTE Nubia Red Light é o celular para jogos da ZTE — Foto: Divulgação/ZTE

Nubia Red Light é o celular para jogos da ZTE — Foto: Divulgação/ZTE

A Nubia é uma marca que pertence à chinesa ZTE e que busca, com o Red Light, apresentar a sua alternativa ao Razer Phone e ao Black Shark da Xiaomi. Assim como o Razer, o aparelho da ZTE roda com processador Snapdragon 835, octa-core antecessor ao 845 que vai embarcado no Xiaomi Black Shark. Uma bateria de 3.800 mAh tem a responsabilidade de mantê-lo funcionando.

O aparelho pode vir com 6 GB ou 8 GB de memória RAM, tem 64 GB ou 128 GB de espaço para dados e uma câmera de altíssima resolução: 24 megapixels. O Nubia Red Light tem design bem chamativo e apresenta tela de resolução 2160 x 1080 pixels, inferior ao Quad HD do Razer Phone. Assim como o Xiaomi, o celular da ZTE não conta com a tela de 120 Hz, diferencial até aqui exclusivo do celular da Razer.

O smartphone é vendido no mercado chinês por 2.999 yuans, ou aproximadamente R$ 1.620, em conversão direta.

3. Moto Gamepad + Moto Z2 Play ou Z2 Force

Moto Gamepad expande as credenciais gamer do Moto Z2 Play e do Z2 Force — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Moto Gamepad expande as credenciais gamer do Moto Z2 Play e do Z2 Force — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto Gamepad expande as credenciais gamer do Moto Z2 Play e do Z2 Force — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

A Motorola tem uma opção interessante para consumidores que não desejam apelar para a importação. O Moto Gamepad, acessório modular da fabricante vendido no Brasil, se conecta aos smartphones da linha Moto Z e prometem transformar o celular em um videogame portátil com botões e controladores analógicos.

Com memória RAM de 6 GB e o mesmo Snapdragon 835 do Razer Phone e do Nubia Red Light, o Moto Z2 Force tem credenciais para se tornar um celular gamer. O Gamepad também é compatível com o Moto Z2 Play que, no entanto, tem processador inferior: o octa-core Snapdragon 606, de 2,2 GHz. A memória RAM do Z2 Play é de 4 GB. Nas baterias, ficamos com 2.730 mAh e 3.000 mAh, respectivamente.

Os celulares da Motorola também diferem na tela. O Z2 Force tem tela Quad HD – embora sem a atualização a 120 Hz – enquanto o Z2 Play tem display Full HD. O Z2 Play sai por preços na faixa dos R$ 1.300, enquanto que o Force fica por R$ 2.100. O Moto Gamepad pode ser comprado separadamente a R$ 799.

Mais do TechTudo