Por Luiz Felipe Lima, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Ainda que a presença feminina nos esports esteja longe do ideal, não se pode negar que as mulheres compõem parte importante do cenário. Dentre os mais diversos esportes eletrônicos, diversos nomes se destacam como exemplos de sucesso profissional, com faturamento na casa dos milhares de dólares. Na lista abaixo você confere as atletas que mais ganharam dinheiro em suas modalidades.

Sasha "Scarlett" Hostyn (StarCraft II): US$ 270,7 mil (R$ 1,03 milhão)

Scarlett foi a primeira mulher a conquistar um grande torneio de StarCraft II na história — Foto: Reprodução/Facebook Scarlett Scarlett foi a primeira mulher a conquistar um grande torneio de StarCraft II na história — Foto: Reprodução/Facebook Scarlett

Scarlett foi a primeira mulher a conquistar um grande torneio de StarCraft II na história — Foto: Reprodução/Facebook Scarlett

A canadense Sasha “Scarlett” Hostyn é o fenômeno feminino de StarCraft II. Tendo participado de torneios do jogo desde 2012, a atleta coleciona um número respeitável de títulos, como os da WCS 2012 North America e WESG 2016 Americas Finals. Sua maior conquista recente foi em 2018, no Intel Extreme Masters XII PyeongChang: Scarlett venceu o sul-coreano Kim “sOs” Yoo Jin e faturou US$ 50 mil (cerca de R$ 187 mil), ultrapassando assim a marca de US$ 250 mil (R$ 963 mil) já conquistados.

Ricki Ortiz (Street Fighter V): US$ 80,7 mil (R$ 302,1 mil)

Ricki Ortiz é uma das maiores jogadoras norte-americanas da atualidade — Foto: Reprodução/Twitter Ricki Ortiz Ricki Ortiz é uma das maiores jogadoras norte-americanas da atualidade — Foto: Reprodução/Twitter Ricki Ortiz

Ricki Ortiz é uma das maiores jogadoras norte-americanas da atualidade — Foto: Reprodução/Twitter Ricki Ortiz

Jogadora transgênero de Street Fighter, Ricki Ortiz é um dos nomes mais conhecidos da cena competitiva norte-americana. Já tendo alcançado excelentes colocações em torneios como a EVO, CEO e NorCal Regionals, grande parte do faturamento de mais de US$ 80 mil (R$300 mil) alcançado vem da sua melhor posição em um torneio de Street Fighter: em 2016, a jogadora ficou na 2ª posição da Capcom Cup, ganhando mais de US$ 60 mil (aproximadamente R$ 225 mil).

Marjorie "Kasumi Chan" Bartell (Dead or Alive 4): US$ 55 mil (R$ 205,9 mil)

Marjorie Bartell não compete mais, mas seus feitos em Dead or Alive 4 ainda são lembrados. — Foto: Reprodução/Facebook Marjorie Bartell não compete mais, mas seus feitos em Dead or Alive 4 ainda são lembrados. — Foto: Reprodução/Facebook

Marjorie Bartell não compete mais, mas seus feitos em Dead or Alive 4 ainda são lembrados. — Foto: Reprodução/Facebook

A jogadora Kasumi Chan, após conquistar o segundo lugar na Championship Gaming Invitational 2006 de Dead or Alive 4 e ser a campeã do Championship Gaming Series 2007, totalizou a conquista de US$ 55 mil. Curiosamente, a jogadora que tem o segundo maior faturamento é a inglesa Sarah “Sarah Lou” Harrison, com um valor bem próximo: US$ 50 mil (R$ 187,2 mil), conquistados com o título da CGS 2008.

Ksenia "vilga" Klyuenkova (Counter-Strike: Global Offensive): US$ 42.8 mil (R$ 160,2 mil)

Vilga já ganhou vários torneios no cenário de CS:GO feminino — Foto: Reprodução/Twitter vilga Vilga já ganhou vários torneios no cenário de CS:GO feminino — Foto: Reprodução/Twitter vilga

Vilga já ganhou vários torneios no cenário de CS:GO feminino — Foto: Reprodução/Twitter vilga

A russa Ksenia “vilga” Klyuenkova é o nome de maior faturamento no CS:GO feminino. Tendo conquistado diversos títulos dentro do cenário competitivo, como Intel Challenge Katowice 2016 e 2017, Copenhagen 2016 e 2017 e ESWC 2016, a jogadora acumulou o respeitável montante de US$ 42.8 mil.

Chen “GLHuiHui” YuYan (Hearthstone): US$30 mil (R$ 112,3 mil)

GLHuiHui é a maior competidora feminina de Hearthstone da atualidade. — Foto: Reprodução/WESG GLHuiHui é a maior competidora feminina de Hearthstone da atualidade. — Foto: Reprodução/WESG

GLHuiHui é a maior competidora feminina de Hearthstone da atualidade. — Foto: Reprodução/WESG

Jogadora profissional de Hearthstone, a chinesa Chen YuYan - ou GLHuiHui, como é conhecida - foi a campeã do torneio feminino de Hearthstone na World Electronic Sports Games 2017 que aconteceu em Haikou, na China. Derrotando as também asiáticas Li "DawnLiooon" XiaoMeng e Ip “Yan” Yan, GLHuiHui faturou US$ 30 mil.

Lauren “GlitterXplosion” (H1Z1): US$ 18 mil (R$ 67,4 mil)

Lauren "GlitterXplosion" é streamer e parceira da Twitch. — Foto: Reprodução/Twitter Lauren "GlitterXplosion" é streamer e parceira da Twitch. — Foto: Reprodução/Twitter

Lauren "GlitterXplosion" é streamer e parceira da Twitch. — Foto: Reprodução/Twitter

A streamer norte-americana Lauren “GlitterXplosion” se solidificou como mulher de maior faturamento no H1Z1 após sua performance no H1Z1 Twitch All-Stars Invitational 2017 na Califórnia, EUA. Em um torneio misto, que contou com a presença de competidores homens e mulheres, a jogadora alcançou a quarta colocação e ganhou US$ 18 mil.

Jamie “Missy” Pereyda (Quake): US$ 15 mil (R$ 56,2 mil)

Representando o cenário de Quake temos Jamie “Missy” Pereyda, campeã de Quake III Arena na modalidade Feminina. Tendo participado do torneio que aconteceu na QuakeCon 2005, Missy superou as adversárias Alana “Ms.X” Reid e Therese "Trito" Andersson e faturou US$ 15 mil - uma marca que nenhuma atleta feminina de Quake superou até hoje.

Isabella_PEI (PlayerUnknown’s Battlegrounds): US$ 13,7 mil (R$ 51,3 mil)

Pouco se sabe sobre a jogadora chinesa Isabella_PEI. Também conhecida como IIIsa, a atleta participou do torneio Kakaogames PUBG Asia Invitational 2017, na Coréia do Sul, e conquistou o título com o squad iFTY. Levando parte da premiação de cerca de US$55 de uma modalidade em crescimento, Isabella_PEI já desponta como a mulher com maior faturamento em torneios de PUBG.

Maria “Sakuya” Creveling (League of Legends): US$ 6,3 mil (R$ 23,6 mil)

A jogadora Maria Creveling já foi conhecida pelos nomes Yuno, Remi, Remilia, mas em sua última aparição profissional - na passagem relâmpago pela Kaos Latin Gamers - utilizou o nome Sakuya. Sakuya, que originalmente jogava GunZ: The Duel, ficou conhecida no League of Legends pelas suas performances na Challenger Series norte-americana, tendo ascendido ao torneio principal com a Renegades em 2016.

MAIS DO TechTudo