Por Gabriel Oliveira, para o TechTudo


A ESL Pro League de Rainbow Six: Siege chega à sua sétima edição consolidada como um das principais competições da modalidade. Se na primeira edição, apenas quatro equipes, representando Europa e América do Norte, disputavam o título, hoje o torneio do FPS da Ubisoft conta com oito equipes.

Metade dessas vagas destinadas hoje à América Latina, sempre representadas por times brasileiros, e Ásia/Pacífico, normalmente com a presença de times japoneses e sul-coreanos ou australianos. A seguir, você confere uma lista com todos os vencedores anteriores da competição.

Pro League 2016 Season 1

Season 1 da Pro League 2016 foi a primeira de uma série de conquistas internacionais da Penta Sports — Foto: Divulgação/Ubisoft Season 1 da Pro League 2016 foi a primeira de uma série de conquistas internacionais da Penta Sports — Foto: Divulgação/Ubisoft

Season 1 da Pro League 2016 foi a primeira de uma série de conquistas internacionais da Penta Sports — Foto: Divulgação/Ubisoft

Disputada em maio de 2016, na cidade de Colônia, na Alemanha, o primeiro torneio internacional de Rainbow Six reuniu apenas quatro equipes: duas da Europa e duas da América do Norte. Penta Sports, que reunia jogadores de Alemanha, Holanda, Dinamarca e Espanha, e os finlandeses da GiFu, base da atual line up da ENCE, representaram a Europa, enquanto a Team Orbit e VwS Gaming foram as equipes representantes da América do Norte.

Disputada em único dia, a competição ficou marcada pelo domínio da Penta sobre os adversários. O time, que contava em sua formação com Martin "Rendier" Friedrich, Iván "KRYP" Méndez, Niclas "Pengu" Mouritzen, Rainer "S4i" Kneidl e Michael "oVie" van Dartel, não perdeu nenhum mapa no torneio, com contundentes vitórias por dois a zero sobre a VwS (5 x 2 na House e 5 x 0 na Oregon) e a GiFu, com um duplo 5 x 3 nos mapas House e Oregon. Aquele seria apenas o primeiro de uma série de títulos internacionais da organização mais vencedora do Rainbow Six.

Pro League 2016 Season 2

Franceses da Yunktis faturaram a season 2 da Pro League 2016 — Foto: Divulgação/ESL Franceses da Yunktis faturaram a season 2 da Pro League 2016 — Foto: Divulgação/ESL

Franceses da Yunktis faturaram a season 2 da Pro League 2016 — Foto: Divulgação/ESL

A cidade de Leicester, no Reino Unido, recebeu em agosto de 2016 a segunda edição da Pro League, que ainda contava com o formato enxuto de apenas quatro partipantes representado Europa e América do Norte, mas agora com uma premiação um pouco maior, de US$ 62,5 mil (R$ 200 mil à época). Novamente, GiFu e Team Orbit se classificaram, mas dessa vez ganharam a companhia dos franceses da Yunktis e da FlipSid3 Tactics, formada por quatro americanos e um canadense.

No torneio, porém, a Yunktis, que cuja line up hoje forma a base da Millenium, mostrou que não venceu o qualificatório europeu por acaso. A equipe formada por Jonathan "spokeN" Nolasco, Oliver "Renshiro" Vandroux, Benjamin "Sixquatre" Leray, Nolan "Johhurtzz" Crouzery e Vincent "Falko" Baucino teve uma vitória apertada sobre a FlipSid3 na estreia: dois a um (6 x 5 na Clubhouse, 3 x 5 na Chalet e 5 x 3 na Consulate). Na final contra a Team Orbit, os franceses mostraram mais controle do jogo do início ao fim, e se sagraram campeões com um dois a zero (duplo 5 x 3 nos mapas Consulate e Clubhouse).

Pro League 2016 Season 3

Continuum foi o primeiro e único time da América do Norte a ganhar uma edição da Pro League — Foto: Divulgação/ESL Continuum foi o primeiro e único time da América do Norte a ganhar uma edição da Pro League — Foto: Divulgação/ESL

Continuum foi o primeiro e único time da América do Norte a ganhar uma edição da Pro League — Foto: Divulgação/ESL

No última edição do torneio que contou apenas com times da Europa e América do Norte, a season 3 da Pro League, disputada em Katowice, na Polônia, teve três equipes inéditas. Enquanto a GiFu participou pela terceira vez consecutiva, a Playing Ducks foi a segunda classificada da Europa, ao passo que América do Norte veio representada pela Most Wanted, campeã do qualificatório regional, e pela Continuum, que trouxera da Team Orbit Troy "Canadian" Jarolawski e Austin "Yung" Trexler.

Na primeira e até hoje única edição da Pro League que não teve um campeão europeu, a Continuum contava, na sua formação, com Ammar "Necrox" Albanna, Nathan "nvk" Valenti e Alexander "Retro" Lloyd, além de Canadian e Yung.

O time conquistou o título após uma vitória por dois a um sobre GiFu (2 x 5 na Clubhouse, 5 x 0 na Oregon e 5 x 3 na Hereford Base) e um confronto emocionante do início ao fim com a Playing Ducks na decisão. A vitória por dois a um só foi decidida no overtime do terceiro mapa (4 x 6 na Oregon, 5 x 3 na Clubhouse e 6 x 5 na Bank.) No começo de 2017, a equipe confirmaria a ótima fase e ganharia mais um torneio de nível Premier: o Six Invitational.

Pro League 2017 Season 1

Reformulada e com um verdadeiro "dream team" europeu, Penta confirmou o favoritsmo e conquistou a season 1 da Pro League 2017 sobre a Black Dragons — Foto: Divulgação/ESL Reformulada e com um verdadeiro "dream team" europeu, Penta confirmou o favoritsmo e conquistou a season 1 da Pro League 2017 sobre a Black Dragons — Foto: Divulgação/ESL

Reformulada e com um verdadeiro "dream team" europeu, Penta confirmou o favoritsmo e conquistou a season 1 da Pro League 2017 sobre a Black Dragons — Foto: Divulgação/ESL

Sediada mais uma vez cidade em Katowice, a season 1 da Pro League 2017 expandiu o número de participantes para oito e abriu duas vagas para a América Latina, preenchidas pelos brasileiros da Black Dragons, Léo "Zigueira" Duarte e André "nesk" Oliveira, e V3 Masters, de Gustavo "Psycho" Rigal e João "Kamikaze" Gomes. Europa e América do Norte tiveram três representantes dessa vez, e o grande destaque da competição foi uma reformulada Penta, que retomou o posto de melhor time do mundo com um desempenho dominante durante quase todo o torneio.

Do time campeão da Pro League 2016 Season 1, apenas Pengu permaneceu, acompanhado agora de Jonas "jOONAS" Savolainen, Daniel "Goga" Romero, Fabian "Fabian" Hällsten e Niklas "KS" Massierer.

Na estreia, a Penta venceu os americanos da Elevate por dois a zero (5 x 2 na Consulate e 6 x 4 na Oregon), e teve na semifinal o seu jogo mais difícil. No duelo contra a V3, o "dream team" europeu perdeu o primeiro mapa, Chalet, por 5 x 2, mas acabou vencendo pelo mesmo placar na Consulate e na Bank. Na decisão contra a Black Dragons, os brasileiros foram atropelados pela Penta, que venceu por dois a zero com enorme facilidade (5 x 1 na Border e 5 x 0 na Consulate).

Pro League 2017 Season 2

Na season 2 da Pro League 2017, Penta Sports conquistou seu terceiro título em cinco edições — Foto: Divulgação/ESL Na season 2 da Pro League 2017, Penta Sports conquistou seu terceiro título em cinco edições — Foto: Divulgação/ESL

Na season 2 da Pro League 2017, Penta Sports conquistou seu terceiro título em cinco edições — Foto: Divulgação/ESL

De volta à cidade de Colônia, a season 2 da Pro League 2017 repetiu o modelo de disputa da season 1, tanto no número de equipes quanto na distribuição de vagas entre Europa, América do Norte e América Latina, desta vez representada pela BRK, que contava com quatro dos cinco integrantes vice-campeões pela Black Dragons na season 1. A novidade foi a Team Fontt, de Guilherme "gohaN" Alf e Leonardo "Astro" Luís. Mais uma vez, porém, a Penta dominou o torneio do início ao fim, e se sagrou campeã sem perder nenhum mapa.

Com a mesma formação que dominou a season 1 daquele ano, a Penta não tomou conhecimento dos adversários e se consolidou como melhor time do mundo. Na estreia, vitória por dois a zero sobre eXcellence Gaming (5 x 2 na Border e 5 x 0 na Oregon). Na semifinal, a Team Fontt protagonizou um belo embate com a Penta, mas acabou derrotada por duplo 6 x 4 nos mapas Border e Oregon. A decisão contra os americanos da Elevate foi marcada pelo amplo domínio da Penta, que venceu por 5 x 1 na Clubhouse e 5 x 3 na Consulate. Foi o terceiro título da organização em cinco edições da Pro League.

Pro League 2017 Season 3

Apontada como zebra no torneio, Ence desbancou brasileiros e venceu a season 3 da Pro League 2017 — Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports Apontada como zebra no torneio, Ence desbancou brasileiros e venceu a season 3 da Pro League 2017 — Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports

Apontada como zebra no torneio, Ence desbancou brasileiros e venceu a season 3 da Pro League 2017 — Foto: Divulgação/Ubisoft e-Sports

Realizada pela primeira vez no Brasil, o evento, sediado em São Paulo, contou uma Arena Max5 lotada entre os dias 18 e 19 de novembro e pela primeira vez contou com participantes da região Ásia/Pacífico: eiNs do Japão, e mantis FPS, da Coréia do Sul. A Europa veio representada por Penta e ENCE, enquanto Evil Geniuses e 1nFamy vieram pela América do Norte e Black Dragons e Team Fontt pela América Latina.

Empurrados pela força da torcida, as duas equipes brasileiras vieram confiantes na busca do título inédito para o país, mas acabaram surpreendidas pela ENCE (antiga GiFu), que se sagrou campeã do torneio. Na estreia, os finlandeses venceram a Evil Geniuses, formada pela antiga base da Continuum, por dois a um (5 x 3 na Oregon, 3 x 5 na Clubhouse e 5 x 3 na Border). Na semifinal, a equipe europeia não tomou conhecimento da Fontt e venceu por dois a zero (5 x 0 na Consulate e 5 x 3 na Chalet).

Mesmo com as duas boas vitórias, a ENCE chegou à final na condição de zebra. Isso porque, do outro lado da chave, a Black Dragons havia batido a Penta, até então franca favorita ao título num contundente dois a zero (5 x 3 na Chalet e 5 x 2 na Clubhouse). O que se viu na final, porém, foi mais uma grande atuação do time finlandês, até então um coadjuvante em grandes competições.

Após vencer 5 x 2 no mapa Oregon, a ENCE começou perdendo por 4 x 0 no mapa Chalet para a BD, que contava com Psycho, Kamikaze, pzd, Julio e wag na formação. Jogando um verdadeiro balde de água gelada na torcida, os finlandeses salvaram todos os map points contrários e fecharam o jogo em 6 x 4. Mesmo com a Penta derrotada, o domínio europeu na Pro League estava mantido.

MAIS DO TechTudo