Celulares

Por Caroline Parreiras, para o TechTudo


A evolução dos celulares vem passando não só pelas câmeras e pelo desempenho. A capacidade e duração das baterias também progrediram ao longo do tempo. No mercado brasileiro, é possível encontrar smartphones com componentes de até 5.000 mAh e autonomia que chega a 40 horas de uso, como o Moto E5 Plus, da Motorola.

Confira seis exemplos de celulares com bateria poderosa na lista a seguir. Disponíveis no mercado nacional, todos eles contam com assistência técnica no Brasil, com endereços e contatos de suporte nos sites oficiais das fabricantes.

Moto G6 Play é dos celulares com bateria poderosa à venda no Brasil — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Moto G6 Play é dos celulares com bateria poderosa à venda no Brasil — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto G6 Play é dos celulares com bateria poderosa à venda no Brasil — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto E5 Plus (5.000 mAh)

O Moto E5 Plus foi lançado em maio de 2018 para suceder o Moto E4 Plus. Seu destaque é justamente a bateria de 5.000 mAh que, segundo a Motorola, mantém o celular ligado por até 40 horas, e ainda tem suporte ao carregador rápido TurboPower.

O celular intermediário tem ficha técnica mediana, com processador quad-core de 1,4 GHz (Snapdragon 425), memória RAM de 2 GB, tela de 6 polegadas e câmeras de 12 megapixels (principal) e 5 megapixels (para selfie). Seu preço de lançamento é de R$ 949, mas já pode ser encontrado em lojas online por cerca de R$ 800.

Moto E5 Plus tem bateria de 5.000 mAh e desempenho intermediário — Foto: Divulgação/Motorola Moto E5 Plus tem bateria de 5.000 mAh e desempenho intermediário — Foto: Divulgação/Motorola

Moto E5 Plus tem bateria de 5.000 mAh e desempenho intermediário — Foto: Divulgação/Motorola

Zenfone 4 Max (5.000 mAh)

Um pouco mais antigo, Zenfone 4 Max foi lançado no Brasil em outubro de 2017 junto com o carro-chefe da Asus, o Zenfone 4. Ele também tem como principal característica a bateria de alta capacidade (5.000 mAh), e a marca promete entregar as mesmas 40 horas de uso.

Usando um cabo OTG, o smartphone pode servir como powerbank para outros dispostivos. Ele ainda tem carregamento rápido, que fornece até três horas a mais de uso após 15 minutos de recarga.

O Zenfone 4 Max tem tela de 5,5 polegadas, câmera dupla de 13 megapixels na parte de trás, e de 8 megapixels na frente. Ele é encontrado em diferentes versões, com variação no processador, memória RAM e armazenamento, que podem chegar a oito núcleos de 1.4 GHz (Snapdragon 425 ou 430), RAM de 3 GB e memória interna de 32 GB. O celular foi lançado por R$ 1.099, mas já pode ser encontrado a partir de R$ 680.

Zenfone 4 Max permite compartilhar a bateria com outros aparelhos — Foto: Divulgação/Asus Zenfone 4 Max permite compartilhar a bateria com outros aparelhos — Foto: Divulgação/Asus

Zenfone 4 Max permite compartilhar a bateria com outros aparelhos — Foto: Divulgação/Asus

Quantum Sky (4.100 mAh)

De marca nacional, o Quantum Sky suporta até 30 horas de uso – de acordo com a fabricante –, e ainda pode ter 50% da carga recuperada em 30 minutos na tomada. Nos testes feitos pelo TechTudo, a bateria aguentou mais de 17 horas de uso misto, o que é um bom resultado. O telefone, lançado em agosto de 2017, tem bateria com capacidade de 4.100 mAh.

Na tela são 5,5 polegadas, e a câmera frontal pode ser um atrativo a mais, já que tem 16 megapixels e flash LED. Já o sensor traseiro é de 13 megapixels. O desempenho promete ser intermediário, com processador octa-core de até 2 GHz (MediaTek MT6755) e RAM de 4 GB. O armazenamento de 64 GB supera os modelos citados anteriormente. O Quantum Sky foi lançado por R$ 1.349 e não sofreu queda significativa no preço até o momento.

Quantum Sky ultrapassou 17 horas nos testes do TechTudo — Foto: Ana Marques/TechTudo Quantum Sky ultrapassou 17 horas nos testes do TechTudo — Foto: Ana Marques/TechTudo

Quantum Sky ultrapassou 17 horas nos testes do TechTudo — Foto: Ana Marques/TechTudo

Moto G6 Play (4.000 mAh)

O Moto G6 Play chegou em abril com bateria de 4.000 mAh e preço de R$ 1.099. Lojas online já vendem o celular um pouco mais barato, a cerca de R$ 940. Segundo a marca, a bateria dura "o dia todo". Outra vantagem é o carregador rápido TurboPower que vem incluso.

O Moto G6 Play tem tela de 5,7 polegadas em formato 18:9, que é mais alongado e segue um padrão adotado em modelos premium, como iPhone X e Galaxy S9, mas que agora passa a ser visto em celulares menos sofisticados, como é o caso do próprio Moto G6.

O processador usado no G6 Play é octa-core de até 1,4 GHz (Snapdragon 450), e ele conta com memória RAM de 3 GB e armazenamento de 32 GB. Já as câmeras são de 13 megapixels (traseira) e 8 megapixels (frontal).

Moto G6 Play tem tela em formato moderno e bateria de alta capacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Moto G6 Play tem tela em formato moderno e bateria de alta capacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Moto G6 Play tem tela em formato moderno e bateria de alta capacidade — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

LG K10 Power (4.400 mAh)

O LG K10 Power chegou ao Brasil em fevereiro de 2017 custando R$ 1.399, mas pode ser encontrado na Internet por menos de R$ 700. Por carregar o nome "Power", já dá para imaginar que sua principal característica é a longa duração da bateria, que tem 4.400 mAh e recarga rápida. A LG, no entanto, não informa a duração máxima.

Nas demais especificações, ele segue a linha dos aparelhos apresentados anteriormente, com processador octa-core de até 1,5 GHz (MediaTek MT6750), memória RAM de 2 GB, armazenamento de 32 GB, câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 5 megapixels com flash LED. Um diferencial dessa variante do LG K10 (2017) é a TV digital.

LG K10 Power 2017 tem bateria de longa duração e TV digital — Foto: Ana Marques/TechTudo LG K10 Power 2017 tem bateria de longa duração e TV digital — Foto: Ana Marques/TechTudo

LG K10 Power 2017 tem bateria de longa duração e TV digital — Foto: Ana Marques/TechTudo

Zenfone 3 Zoom (5.000 mAh)

Com foco em fotografia, o Zenfone 3 Zoom tem bateria de 5.000 mAh para aguentar boas horas de cliques. Segundo a Asus, o smartphone aguenta até 48 horas de uso e ainda pode ser usado para carregar outro dispositivo através de um cabo OTG. Ele foi anunciado custando a partir de R$ 1.899 e, atualmente, tem preço por volta de R$ 1.400.

Seu grande destaque, a câmera traseira é dupla com 12 megapixels e zoom óptico de até 2,3x. Já a câmera frontal é de 13 megapixels. Ele traz o processador mais avançado entre os modelos da lista, o Snapdragon 625, que é octa-core de até 2 GHz, com versões com memória RAM de 3 GB ou 4 GB, e armazenamento de 32 GB, 64 GB ou 128 GB. A tela é de 5,5 polegadas.

Testamos o Zenfone 3 Zoom na CES 2017

Testamos o Zenfone 3 Zoom na CES 2017

Mais do TechTudo