Por Isabela Giantomaso, para o TechTudo


Um mouse virtual com funcionamento a partir de um projetor a laser e um repetidor de sinal da Multilaser com preço de R$ 80 no Brasil foram os grandes destaques de Informática durante o mês de junho no TechTudo. Entre os assuntos mais lidos, estão também os alertas a vulnerabilidades em roteadores populares, incluindo preocupação com a segurança dos equipamentos Wi-Fi, além de dicas para ajudar a combater as possíveis falhas.

O mês também contou com o supercomputador mais rápido do mundo, lançado pela IBM, um comparativo de impressoras multifuncionais da Epson e a análise de um notebook de entrada da Dell. A seguir, confira os dez assuntos mais lidos do mês e relembre as principais matérias da editoria de Informática.

ODiN projeta mouse virtual em qualquer superfície via raio laser — Foto: Divulgação/Serafim ODiN projeta mouse virtual em qualquer superfície via raio laser — Foto: Divulgação/Serafim

ODiN projeta mouse virtual em qualquer superfície via raio laser — Foto: Divulgação/Serafim

Quer comprar celular, TV e outros aparelhos com desconto? Conheça o Compare TechTudo!

1. ODin: mouse virtual

Com meta de financiamento alcançada no Indiegogo e no Kickstarter, ODin foi o grande destaque do mês de junho. O dispositivo é um projetor a laser capaz de criar um mouse virtual para usar em qualquer superfície plana, emitindo sensores infravermelhos para capturar os movimentos dos dedos. O aparelho possui porta USB 2.0 e é compatível tanto com Windows quanto macOS.

De acordo com o desenvolvedor, o modelo conta com funções comuns de um trackpad convencional, como clique, rolagem de página, zoom e pinça. Disponível nas cores preto e prata, o equipamento custa US$ 69, aproximadamente R$ 260 em conversão direta e sem considerar impostos e taxas de envio para o Brasil.

Uma opção para quem quer aumentar o alcance da rede Wi-Fi para atingir áreas em que o sinal é mais fraco, o repetidor RE051 da Multilaser também teve destaque no mês. O aparelho promete velocidade de transferência até 300 Mb/s e trabalha com frequência 2.4 GHz.

Segundo a fabricante, a instalação do equipamento é simples e o modelo conta ainda com tecnologia QoS (Quality of Service, ou Qualidade de Serviço, em português) para dar preferência de rede a aparelhos específicos. No Brasil, o RE051 custa cerca de R$ 80 no site da Multilaser e roda com protocolo b/g/n, disponível na maioria dos roteadores.

Repetidor RE051 tem 300 Mbps e pode ser encontrado por preço médio de R$ 74 — Foto: Divulgação/Multilaser Repetidor RE051 tem 300 Mbps e pode ser encontrado por preço médio de R$ 74 — Foto: Divulgação/Multilaser

Repetidor RE051 tem 300 Mbps e pode ser encontrado por preço médio de R$ 74 — Foto: Divulgação/Multilaser

3. Perigo para roteadores

Também em junho, o VPNFilter, um malware capaz de roubar senhas, interceptar o tráfego de internet e modificar páginas de banco, assustou usuários. Especialistas alertaram que o vírus poderia infectar mais de 700 mil roteadores, o que levou o FBI a investigar o problema. No Brasil, o Ministério Público solicitou que todos reiniciassem seus aparelhos.

De acordo com especialistas, os roteadores atingidos pelo VPNFilter pertencem a diversas marcas. Na lista, há modelos da Asus, D-Link, Huawei, MikroTik, Netgear, Ubiquiti, TP-Link e ZTE. Para reforçar a segurança, o indicado é resetar o aparelho, configuração que pode ser feita em um passo a passo simples.

Malware VPNFilter pode infectar mais de 700 mil roteadores; saiba fugir — Foto: Reprodução/Pond5 Malware VPNFilter pode infectar mais de 700 mil roteadores; saiba fugir — Foto: Reprodução/Pond5

Malware VPNFilter pode infectar mais de 700 mil roteadores; saiba fugir — Foto: Reprodução/Pond5

4. Epson L495 ou L395?

As impressoras da Epson EcoTank L495 e L395 foram colocadas lado a lado no comparativo de ficha técnica para revelar qual é melhor. Com design semelhante, mesma qualidade de impressão e velocidade, os equipamentos se diferenciam na tecnologia AirPrint da Apple para conectar dispositivos iOS e no slot frontal para cartão de memória, disponíveis na L495, e na resolução melhor da L395.

Para quem procura por custo-benefício, os equipamentos têm variação de aproximadamente R$ 300. A L495 pode ser encontrada no Brasil por valores entre R$ 1.199 e R$ 1.300, enquanto a L395 está à venda no mercado nacional por R$ 873 a R$ 1.099.

Epson L395 vs L495 — Foto: Arte/TechTudo Epson L395 vs L495 — Foto: Arte/TechTudo

Epson L395 vs L495 — Foto: Arte/TechTudo

5. Segurança em roteadores

Nos últimos meses, diversas falhas foram identificadas em roteadores da TP-Link, Oi e Netgear. Uma vez vulneráveis, os aparelhos abrem brechas para que criminosos acessem dados e arquivos sensíveis na rede, colocando usuários em risco. Para garantir a segurança, o TechTudo reuniu algumas dicas para reforçar a proteção dos equipamentos.

Entre as sugestões estão, principalmente, a atualização do roteador e a utilização de senhas fortes. Além disso, é indicado conferir a página de gerenciamento da rede para ver se há intrusos na rede e, é claro, sempre manter um antivírus instalado nos dispositivos que se conectam ao Wi-Fi.

Roteadores podem apresentar riscos para segurança de dados; marcas populares já tiveram problemas  — Foto: Luciana Maline/TechTudo Roteadores podem apresentar riscos para segurança de dados; marcas populares já tiveram problemas  — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Roteadores podem apresentar riscos para segurança de dados; marcas populares já tiveram problemas — Foto: Luciana Maline/TechTudo

6. Nova função para o roteador TP-Link

Para quem tem um roteador da TP-Link guardado em casa, uma alternativa interessante pode ser transformar o aparelho em um access point. A função, chamada “ponto de acesso” em português, ajuda a levar o sinal de internet para áreas que estão com cobertura fraca no ambiente, evitando a compra de um repetidor ou um novo aparelho.

Todo o procedimento pode ser feito por meio do painel de administração de do Windows, do macOS ou do Linux. Para realizar a configuração é necessário também um cabo Ethernet. O passo a passo é simples e deve manter a mesma velocidade de internet.

Conecte o roteador principal na porta Lan do roteador TP-Link através do cabo Ethernet — Foto: Reprodução/Thiago Rocha Conecte o roteador principal na porta Lan do roteador TP-Link através do cabo Ethernet — Foto: Reprodução/Thiago Rocha

Conecte o roteador principal na porta Lan do roteador TP-Link através do cabo Ethernet — Foto: Reprodução/Thiago Rocha

7. Summit, supercomputador mais rápido do mundo

Em junho, a IBM anunciou o Summit, supercomputador mais rápido do mundo. A máquina, com capacidade de processamento de 200 petaflops por segundo, ultrapassou o poderoso computador chinês Sunway TaihuLight, com 125 petaflops, e deve auxiliar em pesquisas sobre tratamentos de câncer, Alzheimer e geração de energia alternativa.

O Summit é configurado com inteligência artificial e machine learning para impulsionar sua capacidade. O computador conta ainda com 10 petabytes de memória RAM, 200 mil núcleos de processamento e mais de 27 mil GPUs Tesla V100 da Nvidia.

Summit será usado em pesquisas científicas conduzidas por especialistas do mundo inteiro — Foto: Divulgação/Oak Ridge National Laboratory Summit será usado em pesquisas científicas conduzidas por especialistas do mundo inteiro — Foto: Divulgação/Oak Ridge National Laboratory

Summit será usado em pesquisas científicas conduzidas por especialistas do mundo inteiro — Foto: Divulgação/Oak Ridge National Laboratory

8. Destaques de maio

As principais notícias de maio continuaram repercutindo em junho. Entre os destaques estão os powerlines da D-Link e da TP-Link que prometem melhorar o alcance do Wi-Fi. Além disso, SSDs externos lançados pela Dell com Thunderbolt, um computador de bolso com Android e um notebook gamer da Acer com Core i9 e resolução 4K chamaram atenção no mês.

Powerline usa rede elétrica para expandir a cobertura do Wi-Fi  — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Powerline usa rede elétrica para expandir a cobertura do Wi-Fi  — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Powerline usa rede elétrica para expandir a cobertura do Wi-Fi — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

9. Roteador D-Link vulnerável a ataques

Outra vulnerabilidade em roteadores que ganhou destaque durante o mês de junho foi a do modelo DSL-2750B, da D-Link, usado por hackers para minerar criptomoedas. No Brasil, o aparelho é comercializado pela Vivo e estaria sem receber atualizações de firmware desde 2015, após ser descontinuado pela fabricante.

Segundo especialistas, o Brasil foi o país mais afetado pela brecha de segurança, com quase 25% do total de dispositivos atacados. Para quem possui um DSL-2750B em casa, o mais indicado é substituí-lo por um aparelho mais recente. No entanto, de acordo com a Vivo, o modelo nacional tem firmware personalizado, tornando-o protegido.

DSL 2750B apresenta vulnerabilidade grave que pode estar afetando roteadores no Brasil — Foto: Divulgação/D-Link DSL 2750B apresenta vulnerabilidade grave que pode estar afetando roteadores no Brasil — Foto: Divulgação/D-Link

DSL 2750B apresenta vulnerabilidade grave que pode estar afetando roteadores no Brasil — Foto: Divulgação/D-Link

10. Dell Inspiron i15-5566-A10P é bom?

Fechando a lista está o Inspiron 5000 5566-A10P, um notebook de entrada da Dell com Intel Core i3 de 6ª geração. O modelo, que teve a ficha técnica detalhada e analisada, promete facilidade no transporte com seus 2 kg e dimensões de 38 x 26 x 2,38 cm. O portátil tem placa gráfica Intel HD Graphics 520 e memória DDR4 com 4 GB.

Apesar de ser um aparelho de entrada, o computador conta com armazenamento de até 1 TB. No Brasil, o modelo é vendido por cerca de R$ 2.499 com Windows 10 e R$ 2 mil a versão com sistema operacional Linux.

Notebook tem ficha técnica direcionada para uso doméstico — Foto: Divulgação/Dell Notebook tem ficha técnica direcionada para uso doméstico — Foto: Divulgação/Dell

Notebook tem ficha técnica direcionada para uso doméstico — Foto: Divulgação/Dell

Quais são as melhores marcas de notebook? Comente no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo