Hacks e cheats no CS:GO: 5 jogadores que foram banidos do jogo

Conheça histórias polêmicas de jogadores profissionais que receberam banimentos pela utilização de cheats

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Por Luiz Felipe Lima, para o TechTudo

O cenário competitivo de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) também tem casos de 'trapaças': alguns pro players pegos usando hacks e cheats, práticas proibidas no game. Os hacks são facilitadores eletrônicos que quebram as regras do jogo, seja observando através de paredes ou bombas de fumaça, ou mesmo conduzindo a mira para os pontos fracos dos inimigos. A prática é combatida pela própria Valve com o VAC (Valve Anti-Cheat). Relembre, a seguir, cinco jogadores que usaram hacks, foram descobertos pela desenvolvedora e punidos.

Hovik “KQLY” Tovmassian

KQLY atuou pela Titan, mas ficou marcado no cenário pelo banimento recebido  (Foto: Divulgação) KQLY atuou pela Titan, mas ficou marcado no cenário pelo banimento recebido  (Foto: Divulgação)

KQLY atuou pela Titan, mas ficou marcado no cenário pelo banimento recebido (Foto: Divulgação)

O jogador francês Hovik "KQLY" Tovmassian ficou conhecido por um dos headshots mais incríveis do mapa Dust2: o atleta pulou, deu um único tiro e acertou o oponente dentro do bombsite A. Mas, além do caso de sucesso, KQLY também ficou famoso por ser banido pouco antes da disputa da DreamHack Winter 2014. O jogador foi afastado do time Titan e mesmo assim a equipe foi desqualificada do torneio.

Flex

Momento em que Flex recebe o banimento ao vivo na transmissão da ESEA TV (Foto: Reprodução/Youtube ESEA TV) Momento em que Flex recebe o banimento ao vivo na transmissão da ESEA TV (Foto: Reprodução/Youtube ESEA TV)

Momento em que Flex recebe o banimento ao vivo na transmissão da ESEA TV (Foto: Reprodução/Youtube ESEA TV)

Um dos casos mais inusitados ocorreu durante uma stream da ESEA TV em 2015, na partida entre ESP e Grandpa Berets. O confronto entre os times do tier 3 foi interrompido com o banimento ao vivo de Flex, que foi removido do server pela detecção do uso de hacks. O banimento do jogador ao vivo pegou os jogadores de surpresa, que posteriormente declararam surpresa e total desconhecimento do uso do hack por parte do companheiro de time.

Simon “smn” Beck

Jogador da Team ALTERNATE, o BAN VAC de smn também provocou um grande baque no cenário, justamente por ter acontecido em um período tão próximo ao de KQLY. Banido em 2014, semanas antes da final da EPS Germany Winter 2014, smn acabou sendo dispensado do time, que não sofreu maiores sanções.

Joel “emilio” Mako

Joel "emilio" Mako foi banido e seu time acabou desqualificado da FBM III (Foto: Reprodução/Facebook) Joel "emilio" Mako foi banido e seu time acabou desqualificado da FBM III (Foto: Reprodução/Facebook)

Joel "emilio" Mako foi banido e seu time acabou desqualificado da FBM III (Foto: Reprodução/Facebook)

Em mais um caso de banimento ao vivo, o caso de emilio aconteceu enquanto o jogador atuava pela Team Property, durante o FragByte Masters III. Em partida contra a HellRaisers, emilio foi desconectado do servidor por conta do uso de hack. O banimento provocou a desqualificação da Team Property do torneio, e posteriormente o time removeu o jogador de sua line up.

Oleksandr “s1mple” Kostyliev

s1mple foi um dos destaques da Na'Vi neste domingo (Foto: Reprodução/Facebook Na'Vi) s1mple foi um dos destaques da Na'Vi neste domingo (Foto: Reprodução/Facebook Na'Vi)

s1mple foi um dos destaques da Na'Vi neste domingo (Foto: Reprodução/Facebook Na'Vi)

Sim, um dos maiores nomes do CS:GO da atualidade já foi pego utilizando cheats. Após ser banido dos torneios da ESL em 2013, s1mple tentou continuar competindo com um nome diferente. Quando descoberto, o atleta recebeu um novo banimento em 2014. O jogador continuou atuando por equipes em campeonatos que não eram organizados pela ESL, como pela HellRaisers e pela Flipsid3 Tactics, até que, em 2016, o período de banimento acabou.

MAIS DO TechTudo