Por Raquel Freire, para o TechTudo


O acesso à Internet Wi-Fi em casa é realidade para muitas pessoas, mas a tecnologia de transmissão de dados sem fio ainda pode despertar dúvidas e curiosidades. Uma série de mitos sobre roteadores, repetidores e outros dispositivos ajudam a confundir o usuário, que nem sempre adota as melhores práticas para melhorar a conexão.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Para acabar com essa confusão, o TechTudo listou as dez perguntas mais frequentes sobre Wi-Fi, com suas respectivas respostas. Confira abaixo tudo o que você sempre quis saber sobre o assunto e conheça mais sobre o sistema de transferência de dados via rádio.

Repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

Repetidores: saiba como ampliar o sinal Wi-Fi da sua casa

1) Como usar o Wi-Fi de forma segura?

Há uma série de medidas para usar o Wi-Fi de forma mais segura. A mais elementar delas é proteger a rede com uma senha forte e alterar o nome de usuário e a senha do Admin, que dá acesso às configurações do roteador. Por senha forte, os analistas de segurança entendem uma sequência com mais de oito dígitos entre letras e números, que tenha maiúsculas e minúsculas e inclua caracteres especiais, como "_" ou ''#''.

Também é importante ocultar o nome da rede, o que dificultará aos vizinhos visualizarem o seu Wi-Fi. Ative o firewall do roteador, caso o modelo da sua casa ou escritório conte com o recurso, e use uma VPN para criar uma barreira extra de proteção.

Desativar o WPS do roteador é outra ação recomendada, pois a funcionalidade reduz a proteção do aparelho contra invasores. Além disso, cabe ficar sempre de olho nas atualizações do firmware, que trazem correções de erros e novas soluções de segurança.

Desatiação do WPS aumenta segurança do roteador  — Foto: Edivaldo Brito/TechTudo Desatiação do WPS aumenta segurança do roteador  — Foto: Edivaldo Brito/TechTudo

Desatiação do WPS aumenta segurança do roteador — Foto: Edivaldo Brito/TechTudo

2) Qual a melhor encriptação para usar no roteador?

Atualmente, a melhor encriptação para usar no roteador é a WPA2-AES. A opção está presente na maior parte dos roteadores e deve ser usada para aumentar a segurança do Wi-Fi.

Contudo, a Wi-Fi Alliance já começou a certificar roteadores com o protocolo WPA3. A próxima geração vai corrigir vulnerabilidades do WPA2, como o Krack, em que invasores conseguem interceptar dados de sites sem HTTPS usando a rede sem fio.

O novo protocolo também vai oferecer mais proteção em redes Wi-Fi públicas e contará com sistema de criptografia de 192-bit, mais robusto que o atual. A expectativa é de que até o fim do ano já tenham roteadores com WPA3 no mercado, mas a tecnologia também será liberada pelas fabricantes por meio de atualização de firmware.

3) Como saber se tem alguém usando o seu Wi-Fi?

O roteador mostra os endereços IP e Mac dos dispositivos conectados à rede, o que permite saber se algum vizinho está roubando seu Wi-Fi. Você pode visualizar isso nas configurações do próprio roteador, procedimento que muda de acordo com o modelo, ou com a ajuda de aplicativos.

O Fing é um dos apps que descobre se há intrusos na sua rede. Ele tem versões para Android e iPhone (iOS) e funciona com qualquer roteador. Outras soluções, como o Tether TP-Link, são voltadas para dispositivos de marcas específicas.

Configuração do roteador e apps de terceiros ajudam a descobrir se tem gente roubando seu Wi-Fi — Foto:  Reprodução/Pond5 Configuração do roteador e apps de terceiros ajudam a descobrir se tem gente roubando seu Wi-Fi — Foto:  Reprodução/Pond5

Configuração do roteador e apps de terceiros ajudam a descobrir se tem gente roubando seu Wi-Fi — Foto: Reprodução/Pond5

4) Colocar o roteador no alto melhora o sinal?

Sim. A melhor posição para um roteador é no alto porque as ondas de rádio irradiam para frente e para baixo, criando um efeito "guarda-chuva", conforme chamou o diretor de engenharia da Linktel, Fabio Simonagio.

Devido a essa mecânica, e porque a parte superior do ambiente é a mais desobstruída de móveis, as ondas de um roteador colocado no alto da estante chegam mais facilmente a outros cômodos. Além disso, prefira deixar o roteador no centro da casa ou escritório, pois as antenas omnidirecionais distribuem o sinal em todas as direções.

5) Os eletrodomésticos atrapalham o Wi-Fi?

Todo eletrônico que emita ondas eletromagnéticas vai interferir no funcionamento do Wi-Fi. Isso inclui aparelhos como microondas, telefones sem fio e babás eletrônicas. Se o seu sinal de Wi-Fi estiver muito ruim, afaste o roteador desses eletrônicos ou mesmo desligue-os, se for possível.

6) Posso usar vários roteadores para melhorar o sinal?

É possível configurar um roteador como repetidor para melhorar o Wi-Fi. Mas usar dois roteadores em um só lugar pode gerar interferência no sinal e, além disso, o dispositivo é mais caro que um repetidor.

Se você já possui dois roteadores em casa, vale a pena testar o procedimento ensinado no tutorial do TechTudo para aumentar o alcance do sinal. Porém, o ideal é comprar um repetidor, disponíveis com preços a partir de R$ 40.

Prefira um repetidor para aumentar o alcance do Wi-Fi em casa — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Prefira um repetidor para aumentar o alcance do Wi-Fi em casa — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Prefira um repetidor para aumentar o alcance do Wi-Fi em casa — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

7) Qual a velocidade máxima do Wi-Fi?

A taxa de transferência varia conforme o padrão de Wi-Fi. No 802.11ac, o mais recente empregado atualmente, a velocidade máxima é de 1.300 Mb/s na banda de 5 GHz e de 450 Mb/s na de 2,4 GHz. A geração anterior, 802.11n, pode chegar a 600 Mb/s. Já o próximo Wi-Fi 802.11ax promete velocidades de download de até 14 Gb/s.

Cabe ressaltar que as velocidades no mundo real tendem ser cerca de 50% abaixo do limite de cada padrão. Além disso, as fabricantes podem oferecer melhorias que ultrapassem o limite fixado pela Wi-Fi Alliance.

8) Qual banda devo usar: 2,4 GHz ou 5 GHz?

A escolha entre as bandas de 2,4 GHz e 5 GHz depende do seu espaço físico e necessidades. A faixa de 2,4 GHz é mais congestionada e transfere dados com menor velocidade. Em compensação, ela atravessa obstáculos físicos, como paredes e móveis, com mais facilidade. Assim, o 5 GHz é vantajoso para quem pretende usar o Wi-Fi em um ambiente pequeno, ao passo que a frequência de 2,4 GHz oferece mais alcance.

Frequência de 2,4 GHz tem mais alcance, mas é mais lenta que banda de 5 GHz — Foto: Luciana Maline/TechTudo Frequência de 2,4 GHz tem mais alcance, mas é mais lenta que banda de 5 GHz — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Frequência de 2,4 GHz tem mais alcance, mas é mais lenta que banda de 5 GHz — Foto: Luciana Maline/TechTudo

9) O truque da latinha de alumínio funciona?

Cientistas americanos já comprovaram que o truque da latinha de alumínio na antena do roteador funciona. Mas é importante que a lata seja corretamente posicionada, de forma que o sinal de Wi-Fi vá na direção correta dos dispositivos. Se estiver do lado errado, o hack tem efeito contrário e pode atrapalhar a irradiação do sinal.

10) Quais as melhores marcas de roteador para comprar no Brasil?

TP-Link e D-Link são as duas fabricantes de roteador com maior presença no mercado nacional. Mas Cisco, Linksys, Asus e Intelbras são marcas também disponíveis no Brasil com a promessa de de entregarem ótimos modelos.

Qual é o melhor canal de roteador Wi-Fi? Descubra no Fórum do TechTudo

MAIS DO TechTudo