Por Raquel Freire, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O superaquecimento do celular pode causar vários problemas ao aparelho. Na maioria dos casos, o calor exagerado provoca queda no desempenho, já que o processador reduz a velocidade quando a temperatura está muito elevada. Na pior das hipóteses, o excesso de calor pode danificar componentes internos e ocasionar a perda do smartphone.

A origem do superaquecimento pode estar na CPU ou na bateria - ou em ambas. A seguir, mostramos cinco dicas para evitar que seu telefone esquente muito e encurte sua vida útil.

Veja  5 dicas para evitar o superaquecimento do celular — Foto: Ana Marques/TechTudo Veja  5 dicas para evitar o superaquecimento do celular — Foto: Ana Marques/TechTudo

Veja 5 dicas para evitar o superaquecimento do celular — Foto: Ana Marques/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Remova a capinha

As capinhas são necessárias na maior parte dos casos, mas elas podem funcionar também como uma estufa, obstruindo a saída de calor do celular. Se o seu aparelho está aquecendo além do razoável, tire a case e deixe-o em um lugar arejado. Faça isso principalmente durante o carregamento, quando a corrente elétrica necessariamente aumenta a temperatura da bateria. Quando ele resfriar, coloque novamente a proteção contra quedas e arranhões.

Capinhas protetoras podem ajudar a superaquecer celular  — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Capinhas protetoras podem ajudar a superaquecer celular  — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Capinhas protetoras podem ajudar a superaquecer celular — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

2. Feche e apague aplicativos

Quanto mais o processador tiver que trabalhar, mais ele precisará de energia e, consequentemente, gerar calor. Isso pode ocorrer se você estiver rodando um jogo com gráfico pesado ou estiver com diversos apps abertos ao mesmo tempo, por exemplo.

A saída mais simples é fechar os aplicativos que não estiverem em uso. Alguns, como os antivírus, ficam rodando em segundo plano e, assim, sempre demandam algum trabalho da CPU. Caso você sinta que encerrar os programas não está sendo suficiente para seu celular, pare o funcionamento ou mesmo desinstale o serviço.

Feche ou desinstale apps rodando em segundo plano  — Foto: Carolina Ochsendor/TechTudo Feche ou desinstale apps rodando em segundo plano  — Foto: Carolina Ochsendor/TechTudo

Feche ou desinstale apps rodando em segundo plano — Foto: Carolina Ochsendor/TechTudo

3. Evite altas temperaturas

Evite expor seu smartphone a altas temperaturas. As baterias de íon-lítio são particularmente sensíveis ao calor e sofrem quando o termômetro passa dos 30ºC. Na maior parte do Brasil, é bem difícil manter o aparelho abaixo desse nível, mesmo assim, é aconselhável tentar amenizar a situação.

Nunca deixe seu telefone recebendo luz do sol direta, principalmente em lugares abafados, como o interior de um carro. Da mesma forma, evite deixar o aparelho próximo ao fogão, churrasqueira ou qualquer fonte de calor. Sempre que estiver em um lugar muito quente, recorra à primeira dica e tire a capinha. Vale lembrar que baterias superaquecidas podem até explodir, ainda que essa seja uma situação extrema e muito rara.

Baterias de celulares devem ficar longe do calor e raios solares  — Foto: Allan Melo/TechTudo Baterias de celulares devem ficar longe do calor e raios solares  — Foto: Allan Melo/TechTudo

Baterias de celulares devem ficar longe do calor e raios solares — Foto: Allan Melo/TechTudo

4. Verifique o carregador

Carregadores defeituosos podem fazer o celular esquentar. Isso acontece porque fios mal soldados ou desencapados podem ter a resistência à corrente elétrica comprometida, oferecendo risco até de curto-circuitos. A mesma regra vale para os carregadores falsificados, que não são submetidos a controles de qualidade.

A principal dica é comprar produtos originais, mesmo que custem mais caro. Para não gastar dinheiro à toa, adquira modelos de acordo com as especificações do seu smartphone. Não adianta comprar um carregador turbo se o seu telefone não tiver suporte à tecnologia.

Use carregadores originais e em bom estado de conservação  — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo Use carregadores originais e em bom estado de conservação  — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Use carregadores originais e em bom estado de conservação — Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo

Outra questão importante a ser mencionada é que carregadores sem fio costumam esquentar o smartphone. Isso aconteceu inclusive quando testamos o Samsung Wireless Charger Pad. Se você está usando uma base wireless e o smartphone está esquentando, mude para o carregamento cabeado.

Carregadores sem fio costumam esquentar bateria do celular — Foto: Lucas Mendes/TechTudo Carregadores sem fio costumam esquentar bateria do celular — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

Carregadores sem fio costumam esquentar bateria do celular — Foto: Lucas Mendes/TechTudo

5. Verifique a bateria

Os smartphones atuais são projetados para funcionar bem em várias situações cotidianas. Se você adota todas as medidas acima e mesmo assim o seu aparelho esquenta muito, a solução pode ser trocar a bateria. Também é recomendável procurar assistência técnica especializada no site da fabricante, que poderá solucionar o problema caso ele esteja no chipset ou outro componente.

Bateria defeituosa pode causar superaquecimento e deve ser trocada  — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo Bateria defeituosa pode causar superaquecimento e deve ser trocada  — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo

Bateria defeituosa pode causar superaquecimento e deve ser trocada — Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo

Cinco tópicos que devem ser analisados na hora de comprar celular

Cinco tópicos que devem ser analisados na hora de comprar celular

Por que temos que trocar o chip do celular para usar o 4G? Usuários respondem no Fórum TechTudo

MAIS DO TechTudo