Por Julio César Puiati, para o TechTudo

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

As lan houses gamers marcaram a infância e a adolescência de vários jovens brasileiros no início dos anos 2000, e ofereciam jogos de franquias como Counter Strike: Global Offensive (CS:GO), Dota 2 e PES. Como consequência desse sucesso, os primeiros torneios competitivos da história começaram a surgir, não só em território brasileiro, mas em todo o mundo. Veja, a seguir, sete games que se tornaram populares graças às lan houses e fazem sucesso até hoje nos esports.

Counter-Strike 1.6

Counter-Strike 1.6 movimentou várias lan houses brasileiras — Foto: Reprodução/Counter-Strike 1.6 Counter-Strike 1.6 movimentou várias lan houses brasileiras — Foto: Reprodução/Counter-Strike 1.6

Counter-Strike 1.6 movimentou várias lan houses brasileiras — Foto: Reprodução/Counter-Strike 1.6

Counter-Strike foi um dos principais responsáveis pela popularização das lan houses no Brasil. O game de tiro desenvolvido pela Valve foi lançado em novembro de 2000 e rapidamente caiu no gosto do público. Pouco a pouco, vários torneios competitivos começaram a surgir, à medida em que empresas começavam a apostar no potencial comercial do jogo.

Atualmente, com o seu título mais recente Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), a franquia está consolidada no cenário dos esports como um fenômeno de audiência. Os campeonatos mais importantes do circuito profissional contam com premiações milionárias e atletas de ponta, como os brasileiros Gabriel ''FalleN'' Toledo e Marcelo ''coldzera'' David, da MIBR.

Pro Evolution Soccer (PES)

Partida entre Inglaterra e Alemanha, no PES 2003  — Foto: Reprodução/PES Partida entre Inglaterra e Alemanha, no PES 2003  — Foto: Reprodução/PES

Partida entre Inglaterra e Alemanha, no PES 2003 — Foto: Reprodução/PES

O PES, famoso simulador de futebol da Konami, também passou pelas lan houses. Lançado para consoles em 2001 e para computadores em 2003, Pro Evolution Soccer foi diversão garantida para muitos adolescentes nos anos 2000. Fosse em campeonatos organizados por amigos ou em lojas de games, a franquia sempre promoveu disputas competitivas ao redor do mundo.

O sucesso do game se estende até hoje. Além dos torneios nacionais, como o e-Brasileirão, os melhores atletas do título se enfrentam anualmente na PES League, o Mundial da categoria. A última edição, por exemplo, rendeu ao campeão US$ 72 mil (cerca de R$ 271 mil em conversão direta) em prêmios. Entre os brasileiros de maior sucesso no cenário estão Felipe "Mestre", Guilherme "GuiFera" e Henrykinho.

World of Warcraft

Os gráficos de WoW em sua primeira expansão: "The Burning Crusade" — Foto: Reprodução/World of Warcraft Os gráficos de WoW em sua primeira expansão: "The Burning Crusade" — Foto: Reprodução/World of Warcraft

Os gráficos de WoW em sua primeira expansão: "The Burning Crusade" — Foto: Reprodução/World of Warcraft

As aventuras online no mundo místico de Azeroth se iniciaram em 2004, quando World of Warcraft foi oficialmente anunciado pela Blizzard. Considerado um dos MMORPGs mais populares da história, o game remonta os conflitos étnicos entre duas facções, Horda e Aliança.

WoW foi figurinha carimbada em lan houses brasileiras, mas perdeu fôlego com o passar do tempo. O modo arena da franquia, entretanto, ainda é utilizado para disputas de torneios profissionais. É o caso da Arena World Championship, campeonato mundial de World of Warcraft disputado todos os finais de temporada na Blizzcon, convenção anual da desenvolvedora.

Call of Duty

Batalha em Call of Duty II, lançado em 2005 — Foto: Reprodução/Call of Duty Batalha em Call of Duty II, lançado em 2005 — Foto: Reprodução/Call of Duty

Batalha em Call of Duty II, lançado em 2005 — Foto: Reprodução/Call of Duty

Com 15 títulos na bagagem e mais de US$ 15 bilhões arrecadados, Call of Duty é uma das maiores franquias de tiro da história do videogame. O jogo que se tornaria um fenômeno de vendas para consoles até os dias de hoje, primeiro caiu no gosto dos jovens amantes por computadores. Isto porque os primeiros dois títulos foram lançados exclusivamente para Windows, em 2003 e 2005.

Os torneios competitivos do game da Activision movimentam cifras expressivas. O Call of Duty World Championship 2018, por exemplo, entregou um total de US$ 4 milhões (cerca de R$ 13 milhões) em premiações. Entre as grandes organizações do circuito profissional está a Evil Geniuses, última campeã mundial, do craque norte-americano Adam "Assault" Garcia.

DotA

Mapa oficial de DotA, quando o jogo era apenas um mod — Foto: Reprodução/DotA Mapa oficial de DotA, quando o jogo era apenas um mod — Foto: Reprodução/DotA

Mapa oficial de DotA, quando o jogo era apenas um mod — Foto: Reprodução/DotA

Defense of the Ancients, ou simplesmente DotA, foi um mod criado em 2005 a partir do game Warcraft III: Reign of Chaos. O modo de jogo, inédito para a época, fez muito sucesso em lan houses de todo o mundo, a ponto de ser finalmente oficializado pela Valve, em 2013, através do nome DotA 2. O MOBA tem agitado uma série de eventos competitivos desde então.

DotA 2 conta com um calendário chamado Pro Circuit. Várias organizações se enfrentam em competições ao longo da temporada, com premiações gerais que podem chegar a U$ 1 milhão (cerca de R$ 4,1 milhões). Os melhores times do cenário se enfrentam no icônico The International, o Mundial da categoria. A última edição contou com a participação da brasileira paiN Gaming.

Quake

Quake II, lançado em dezembro de 1997 — Foto: Reprodução/Quake Quake II, lançado em dezembro de 1997 — Foto: Reprodução/Quake

Quake II, lançado em dezembro de 1997 — Foto: Reprodução/Quake

Publicado pela primeira vez em 1996, Quake é uma das franquias mais antigas da história dos games. O jogo de arena FPS desenvolvido pela Id Software foi pioneiro em gráficos totalmente modelados em 3D e se tornou um sucesso de vendas. Muitos torneios profissionais foram disputados no começo dos anos 2000, mas o título acabou caindo em esquecimento.

A franquia tenta se reerguer nos esports com o seu mais novo jogo: Quake Champions. O game lançado em ''acesso antecipado'' em 2017 já conta com torneios oficiais. Na tradicional Quakecon, feira de games sediada em Dallas, Estados Unidos, atletas se enfrentam nas categorias dupla e individual. Team Liquid e Nikita "clawz" Marchinsky, respectivamente, são os atuais campeões.

Point Blank

Point Blank conta com jogabilidade parecida a Counter-Strike — Foto: Reprodução/Point Blank Point Blank conta com jogabilidade parecida a Counter-Strike — Foto: Reprodução/Point Blank

Point Blank conta com jogabilidade parecida a Counter-Strike — Foto: Reprodução/Point Blank

Point Blank é outro jogo de tiro em primeira pessoa que movimentou lan houses nos anos 2000. Lançado em 2008 pela desenvolvedora sul-coreana Zepetto e com mecânicas de jogo similares às de Counter-Strike, o título ganhou espaço considerável no Brasil. Embora seja o menos conhecido da lista, o game ainda faz parte do cenário competitivo, principalmente em solo nacional.

Disputado anualmente, o Point Blank World Challenge é o campeonato mundial do game. A competição reúne as oito melhores organizações do planeta no modelo pontos corridos. Bicampeões do torneio, os brasileiros da 2Kill Gaming levantaram o troféu da edição 2018, disputada em São Paulo, que distribuiu R$ 26 mil em premiações totais.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

MAIS DO TechTudo