Por Taysa Coelho, para o TechTudo


As impressoras 3D já estão disponíveis no mercado há algum tempo e, ainda assim, podem continuar surpreendendo. Depois de usar metal, plástico, entre outros materiais para criar novos produtos, agora existem modelos que utilizam alimentos como matéria-prima. Algumas apenas moldam comidas prontas em formatos impressionantes, enquanto outras são capazes de imprimir, cozinhar e praticamente servir o prato pronto.

O funcionamento desses modelos vai desde a tradicional composição do produto final a partir da superposição de camadas até métodos mais complexos, juntando diferentes materiais em uma espécie de cimento comestível. Confira a seguir algumas opções de impressora 3D de comida já existentes e conheça as principais curiosidades a respeito do segmento.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Comida impressa já é uma realidade — Foto: Divulgação/ Natural Machines Comida impressa já é uma realidade — Foto: Divulgação/ Natural Machines

Comida impressa já é uma realidade — Foto: Divulgação/ Natural Machines

1. Foodini: adeus à comida processada

A Foodini é uma impressora 3D que tem foco na alimentação saudável, ao permitir que o consumidor utilize alimentos frescos como matéria-prima. Segundo a fabricante Nature Machines, o objetivo é reduzir o consumo de processados e tornar mais fácil a forma de fazer comida. É necessário preparar os ingredientes previamente e, então, inseri-los na máquina para que ela possa moldar. “Basta carregar a massa e encher a Foodini, e a Foodini imprimirá raviólis individuais para você”, explica a empresa.

Foudini quer facilitar processo de fazer comidas saudáveis — Foto: Divulgação/ Natural Machines Foudini quer facilitar processo de fazer comidas saudáveis — Foto: Divulgação/ Natural Machines

Foudini quer facilitar processo de fazer comidas saudáveis — Foto: Divulgação/ Natural Machines

O equipamento conta com conexão à Internet e uma tela touch integrada que fornece as opções de impressão. Após escolher a receita, a máquina indica ao usuário quais ingredientes inserir em cada cápsula, começando o processo logo em seguida. O tempo de preparo depende dos ingredientes, da quantidade de comida e do tipo de finalização desejado.

De acordo com a fabricante, é possível imprimir diferentes tipos de macarrão, hambúrgueres de carne ou vegetarianos, nuggets, quiche, pizzas, biscoitos, brownies e muito mais. O usuário que tiver interesse no produto pode encontrá-lo no site oficial da empresa por US$ 4 mil, cerca de R$ 16.300 em conversão direta, sem impostos.

2. Macarrão que muda de forma

Pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) estão desenvolvendo um novo tipo de comida por meio da impressão 4D. O macarrão, produzido de forma plana, reage com a água quente e assume diferentes formatos, que já vêm pré-definidos. Uma impressora 3D marca pequenas tiras de celulose comestível sobre uma camada de gelatina. Depois, quando a massa está pronta para servir, a água quente age sobre o material, marcado pelas tiras impressas, e dá a aparência final à comida. Confira no vídeo abaixo:

O principal objetivo da pesquisa é economizar espaço de transporte do material. Além de opções dobráveis, os pesquisadores criaram ainda opções de pasta totalmente transparentes ou em cores fora do comum. O equipamento, por enquanto, não é comercializado e só é usado para fins científicos.

3. Mmuse: escultura de chocolate

MMuse transforma chocolate em esculturas — Foto: Reprodução/ Taysa Coelho MMuse transforma chocolate em esculturas — Foto: Reprodução/ Taysa Coelho

MMuse transforma chocolate em esculturas — Foto: Reprodução/ Taysa Coelho

A Mmuse transforma chocolate em obras de arte. Aplicando camada após camada, a máquina torna o doce em esculturas de casas, monumentos, desenhos e muito mais. Para isso, basta depositar os pedaços de chocolate em um recipiente, selecionar o design desejado no menu de tela touch e deixar que o aparelho trabalhe. O dispositivo imprime de 30 a 60 mm por segundo e conta com conectividade Wi-Fi, USB e cartão SD. Feita na China, a máquina custa US$ 5.200, cerca de R$ 21.192 na cotação atual.

Veja como funciona uma impressora 3D

Veja como funciona uma impressora 3D

Qual a utilidade de comprar uma impressora 3D? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo