Por Bruna Telles, para o TechTudo


A Twitch TV oferece milhares de canais que falam sobre games e o universo competitivo. Disponível em versão para web e para download em app para Android e iPhone (iOS), a plataforma conta com diversas streamers mulheres. O TechTudo selecionou sete mulheres gamers que têm canais na Twitch e alcaçaram números altíssimos de inscritos e visualizações.

Goddess

Goddess foi a primeira mulher a entrar para a Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Reprodução/Twitch Goddess Goddess foi a primeira mulher a entrar para a Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Reprodução/Twitch Goddess

Goddess foi a primeira mulher a entrar para a Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Reprodução/Twitch Goddess

Lauren "Goddess" Williams entrou para Twitch em 2013, mas seu nome ganhou fama em 2018, ao fazer história nos esports. Com a camisa da beastcoast, Goddess tornou-se aos 22 anos a primeira mulher a disputar a Pro League de Rainbow Six: Siege. Meses depois, ela e todo o elenco foram comprados pela Cloud9, que entrou no competitivo do jogo da Ubisoft.

Suas streams na Twitch TV têm R6 como foco. Entretanto, a atleta também já transmitiu outros jogos competitivo como Call of Duty: Black Ops 4, PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG) e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Seu canal é um dos 20 mais assistidos de R6 em toda a plataforma.

Pokimane

Pokimane é uma das maiores streamers da Twitch e destaque no cenário de Fortnite — Foto: Reprodução/Twitch pokimane Pokimane é uma das maiores streamers da Twitch e destaque no cenário de Fortnite — Foto: Reprodução/Twitch pokimane

Pokimane é uma das maiores streamers da Twitch e destaque no cenário de Fortnite — Foto: Reprodução/Twitch pokimane

Imane "Pokimane" Anys iniciou seu canal da Twitch em 2013, ganhando fama pelo alto nível que apresentava em League of Legends. A canadense então se transformou em sucesso na plataforma e uma das maiores streamers em número de inscritos (mais de 2.3 milhões em 2018).

Pokimane produz conteúdos variados e fala de diversos jogos, como Beat Saber, Ori and the Blind Forest e Superhot. Seu foco, entretanto, são as transmissões sobre LoL e Fortnite, o último que lhe proporcionou grande ascensão em 2018.

FRAN

FRAN iniciou sua carreira como atleta de Halo, migrou para LoL e agora está em Overwatch — Foto: Divulgação/Twitter FRANA_OWL FRAN iniciou sua carreira como atleta de Halo, migrou para LoL e agora está em Overwatch — Foto: Divulgação/Twitter FRANA_OWL

FRAN iniciou sua carreira como atleta de Halo, migrou para LoL e agora está em Overwatch — Foto: Divulgação/Twitter FRANA_OWL

Francine "FRAN" começou seu canal da Twitch em 2009, e também teve passagem pelos esports. Entre 2011 e 2014 a streamer competiu em eventos de Halo pela Major League Gaming (MLG), migrando depois para o League of Legends. Algum tempo depois FRAN deixou LoL e passou a focar suas stransmissões em Overwatch, sendo um dos 30 canais mais assistidos do jogo da Blizzard em 2018.

Aspen

Com apenas 17 anos, Aspen já vive a vida de streamer de Overwatch — Foto: Reprodução/Twitch Aspen Com apenas 17 anos, Aspen já vive a vida de streamer de Overwatch — Foto: Reprodução/Twitch Aspen

Com apenas 17 anos, Aspen já vive a vida de streamer de Overwatch — Foto: Reprodução/Twitch Aspen

Becca "Aspen" Rukavina é a mais nova da lista: ela criou seu canal da Twitch em 2017 e aos 17 anos tornou-se streamer da Cloud9. A norte-americana tem mais de 50 mil seguidores, e o seu canal foca em transmissões de Overwatch, mais especificamente no modo competitivo.

Hafu

Hafu é um dos principais nomes do competitivo de Hearthstone — Foto: Divulgação/Twitter itsHafu Hafu é um dos principais nomes do competitivo de Hearthstone — Foto: Divulgação/Twitter itsHafu

Hafu é um dos principais nomes do competitivo de Hearthstone — Foto: Divulgação/Twitter itsHafu

Rumay "Hafu" Wang iniciou seu canal da Twitch em 2012, e é outro grande nome da plataforma com feitos notáveis nos esports. Hafu foi campeã de World of Warcraft em 2008 no MLG Orlando e MLG Dallas, e campeã de Bloodline Champions na DreamHack Summer 2011.

Com o lançamento de Hearthstone, Hafu passou a se dedicar ao jogo da Blizzard. As transmissões lhe renderam ainda mais fama e a tornaram uma das mulheres mais seguidas da Twitch (quase 600 mil seguidores em 2018).

Pan

Além de jogar pela OpTic Brasil, pan também produz conteúdo para Twitch — Foto: Reprodução/Twitch pannshi Além de jogar pela OpTic Brasil, pan também produz conteúdo para Twitch — Foto: Reprodução/Twitch pannshi

Além de jogar pela OpTic Brasil, pan também produz conteúdo para Twitch — Foto: Reprodução/Twitch pannshi

A brasileira Pamella "pan" Shibuya começou seu canal da Twitch em 2013. Embora tenha seu trabalho como streamer (com quase 80 mil inscritos na Twitch) pan é mais conhecida por integrar o elenco da OpTic Brasil, que em 2018 anunciou a contratação do antigo elenco feminino de CS:GO da Vivo Keyd.

KatGunn

KatGunn é sucesso não só entre os jogadores, como fez sucesso até na TV norte-americana — Foto: Reprodução/Twitch KatGunn KatGunn é sucesso não só entre os jogadores, como fez sucesso até na TV norte-americana — Foto: Reprodução/Twitch KatGunn

KatGunn é sucesso não só entre os jogadores, como fez sucesso até na TV norte-americana — Foto: Reprodução/Twitch KatGunn

Katherine "Mystik" Gunn começou seu canal da Twitch em 2011, e é uma das streamers mais populares. Com mais de 200 mil seguidores, a streamer norte-americana foi outra a passar pelos esports, tendo sido vice-campeã do Championship Gaming Series (CGS) de Dead or Alive 4 em 2007. Ela também venceu o reality show WCG Ultimate Gamer Season 2 em 2010.

KatGunn produz um conteúdo variado, desde vlogs até transmissões de lançamentos de jogos, como Marvel's Spider-Man, Assassin's Creed: Odyssey e Red Dead Redemption 2. Dos jogos competitivos, a streamer faz transmissões de PUBG, Fortnite, R6 e mais recentemente, Call of Duty: Black Ops 4.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

MAIS DO TechTudo