Por Marcelo Villela, para o TechTudo


Gabriel "Kami" Bohm Santos, ex-jogador brasileiro de League Of Legends (LoL), é um dos grandes nomes do cenário competitivo do Brasil. O atleta começou sua carreira de pro player com apenas 15 anos de idade e de lá para cá montou um currículo de muitas vitórias no time da Pain Gaming. Atualmente, Kamikat é streamer no Youtube e na Twitch TV, onde faz lives e conversa com a comunidade. Confira, a seguir, cinco curiosidades sobre o gaúcho.

Relação com os jogos

Paixão de Kami pelos jogos começou aos três anos — Foto: Divulgação/Riot Games Paixão de Kami pelos jogos começou aos três anos — Foto: Divulgação/Riot Games

Paixão de Kami pelos jogos começou aos três anos — Foto: Divulgação/Riot Games

A relação entre Gabriel e os games começou cedo, quando ele tinha apenas três anos. Foi com essa idade que ele ganhou da mãe, Sandra Bohm, o primeiro jogo portátil. Posteriormente, Kami descobriu o seu interesse por competições ao jogar Xadrez, um de seus passatempos na época. No entanto, os games eletrônicos sempre lhe chamaram mais a atenção.

Próximo de completar dez anos, Gabriel viu a sua mãe passar em um concurso público para agente prisional, que tinha turnos de vinte e quatro horas. Por conta disso, ele passava as madrugadas jogando com os amigos virtuais. Na época, as jogatinas superavam nove horas ininterruptas.

KamiKat

Kami, no início de 2018, em vídeo "50 fatos sobre mim - parte 1/2"  — Foto: Reprodução/YouTube KamiKat Kami, no início de 2018, em vídeo "50 fatos sobre mim - parte 1/2"  — Foto: Reprodução/YouTube KamiKat

Kami, no início de 2018, em vídeo "50 fatos sobre mim - parte 1/2" — Foto: Reprodução/YouTube KamiKat

Gabriel explicou a origem do nick "KamiKat" em vídeo no seu canal no YouTube. De acordo com o jogador, o apelido surgiu a partir da necessidade de criar um nome, que contasse com até cinco letras, para colocar junto a sigla de seu clã em um jogo. Foi quando, pesquisando no Google, o streamer encontrou o nickname "Kami". Segundo ele, a escolha foi um erro, pois era difícil criar uma conta com a nova identidade.

Para contornar o problema, Kami adotou o nick "KamiKat". O novo apelido surgiu em homenagem a um amigo do ex-atleta, que o acompanhava nas jogatinas e chamava as pessoas de "cat". Gabriel optou por utilizar o "K" no lugar do "C" por achar mais atípico.

Pain Gaming e pioneirismo

Kami foi um dos pioneiros do cenário competitivo de League Of Legends no Brasil  — Foto: Divulgação/Riot Games Kami foi um dos pioneiros do cenário competitivo de League Of Legends no Brasil  — Foto: Divulgação/Riot Games

Kami foi um dos pioneiros do cenário competitivo de League Of Legends no Brasil — Foto: Divulgação/Riot Games

Em 2011, com apenas 15 anos, Kami foi convidado para participar da equipe da Pain Gaming de LoL. A proposta foi feita pelo Gabriel "Mit", técnico da organização na época. Nesse período, o League Of Legends ainda não era popular e os campeonatos estavam em seus primeiros dias. O jogador não só aceitou o convite, mas defendeu a org até a sua aposentadoria, em 2018.

Enquanto titular, Gabriel defendeu o elenco por seis temporadas. Seu currículo como profissional é invejável: dois títulos de CBLoL, dois vice-campeonatos, um International Wildcard e uma participação no Mundial, em 2015. Atualmente, Kami é streamer da organização.

RuneScape

RuneScape também marcou presença na vida do ex-atleta  — Foto: Divulgação/PaiNGaming RuneScape também marcou presença na vida do ex-atleta  — Foto: Divulgação/PaiNGaming

RuneScape também marcou presença na vida do ex-atleta — Foto: Divulgação/PaiNGaming

Não foram só o Xadrez ou o League Of Legends que marcaram a vida de Kami. Outro jogo também foi importante na caminhada do atleta: RuneScape. Segundo Gabriel, o game da década de 90 foi o primeiro a ser considerado por ele como favorito, além de ter contribuído para seus estudos de inglês. A revelação foi feita durante um vídeo em seu canal, KamiKat, intitulado "50 fatos sobre mim - parte 2/2".

Paixão por aviões

Um dos sonhos do ex-atleta é ser piloto  — Foto: Reprodução/Instagram Um dos sonhos do ex-atleta é ser piloto  — Foto: Reprodução/Instagram

Um dos sonhos do ex-atleta é ser piloto — Foto: Reprodução/Instagram

Kami sempre nutriu uma paixão por aviões. Mesmo com o medo de voar, o jovem decidiu que queria investir na carreira de piloto. Assim, no início de 2018, Gabriel anunciou uma pausa na carreira de pro player e resolveu se dedicar mais aos estudos de aviação.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

Nunca jogou LoL? Saiba como mandar bem em sua primeira partida

MAIS DO TechTudo