PC Gamer

Por André Mello, para TechTudo


Um PC gamer pode ser uma melhor opção do que um videogame na hora de comprar um dispositivo para jogos. Isso porque, além de desempenho de ponta, a máquina oferece maior diversidade de jogos e com preços mais acessíveis, variedade de controle e modo gratuito.

Por outro lado, a compra de um PC gamer é um investimento pesado, que, muitas vezes, supera o preço de um videogame da geração atual. No entanto, as vantagens desse tipo de máquina acabam compensando o preço mais alto. A seguir, conheça sete motivos para comprar um computador gamer em vez de um console.

Quer comprar um notebook gamer barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

PC gamer pode ser melhor investimento do que console — Foto: Rodrigo Bastos/TechTudo PC gamer pode ser melhor investimento do que console — Foto: Rodrigo Bastos/TechTudo

PC gamer pode ser melhor investimento do que console — Foto: Rodrigo Bastos/TechTudo

1. Multiplayer gratuito

Até a geração passada, alguns consoles de videogame contavam com multiplayer gratuito. Nesse caso, era necessário apenas uma conexão com a Internet para jogar com amigos ou desconhecidos do mundo todo. Na geração atual, Sony e Nintendo seguiram os passos da Microsoft e agora exigem o pagamento de uma taxa, por meio de serviços próprios, para jogar online. Caso você faça questão de jogar com mais pessoas na plataforma e não queira pagar por isso, um PC gamer pode ser a opção perfeita, já que eles não possuem essa restição.

2. Preço de jogos

Jogos para consoles como PlayStation 4, Xbox One ou Nintendo Switch costumam ser bem caros no Brasil. Mesmo que os títulos sejam comercializandos oficialmente no país, os impostos para consoles acabam encarecendo consideravelmente o preço dos games por aqui. Já no PC, é possível encontrar boa parte dessa biblioteca de jogos por um valor bem abaixo. Em plataformas como Steam ou GOG, os títulos costumam chegar por preços menoresIsso sem considerar as sempre vantajosas promoções sazonais.

Steam oferece milhares de jogos para PC — Foto: Reprodução/Murilo Molina Steam oferece milhares de jogos para PC — Foto: Reprodução/Murilo Molina

Steam oferece milhares de jogos para PC — Foto: Reprodução/Murilo Molina

3. Evolução de hardware

Esse é, provavelmente, o ponto mais importante ao escolher um PC gamer em vez de um videogame. Ao comprar um computador para jogar, você tem uma máquina que pode ser mais poderosa do que o melhor console do mercado e não precisa se prender àquela configuração por anos. Os videogames costumam ter um hardware satisfatório no seu lançamento, mas precisam seguir com ele por, pelo menos, cinco anos antes do lançamento de uma nova versão. Já os PCs podem ser constantemente atualizados conforme surgem novidades de hardware.

Por causa dessa facilidade de melhorar a máquina, o desempenho de jogos tende a ser melhor em computadores do que em consoles. Isso porque, enquanto desenvolvedores precisam trabalhar com as limitações de videogames, no PC, eles podem chegar aos limites que a tecnologia atual permite.

4. Variedade de controles

Apesar de a Microsoft estar preparando o suporte a teclado e mouse em seu videogame, os PCs ainda levam vantagem quando o assunto é variedade de controles para jogar. Seja com a compatibilidade atual para praticamente todos os joysticks existentes, o fato de ter por padrão o suporte a teclado e mouse, periféricos que são ideais para títulos de estratégia e de tiro em primeira em pessoa, o computador sempre terá esse ponto a frente de videogames.

PC gamer oferece diversas possibilidades de acessórios — Foto: Aline Batista/TechTudo PC gamer oferece diversas possibilidades de acessórios — Foto: Aline Batista/TechTudo

PC gamer oferece diversas possibilidades de acessórios — Foto: Aline Batista/TechTudo

5. Melhor plataforma para realidade virtual

A Sony apostou forte na criação do PlayStation VR, periférico de realidade virtual para o PS4. No entanto, apesar de ter alguns títulos interessantes, o desempenho do aparelho ainda é bastante limitado, principalmente quando comparado a outros aparelhos, como o HTC Vive ou o Oculus Rift. Por conta da vantagem de conseguir ter um hardware sempre atualizado e mais avançado, um PC Gamer pode entregar uma experiência em realidade virtual muito superior à encontrada nos consoles.

Oculus Rift e HTC Vive exigem hardware poderoso — Foto: Divulgação/Oculus Oculus Rift e HTC Vive exigem hardware poderoso — Foto: Divulgação/Oculus

Oculus Rift e HTC Vive exigem hardware poderoso — Foto: Divulgação/Oculus

6. Variedade de títulos

Todos os consoles atuais contam com uma vasta biblioteca de jogos, com títulos exclusivos que chamam atenção. Nesse quesito, a vantagem de um PC gamer é englobar praticamente toda a história de jogos eletrônicos, dando ao jogador acesso a uma infinidade de games.

Um dos pontos levantados na atual geração de videogames é a retrocompatibilidade, a função que permite rodar títulos de gerações passadas em modelos novos. Nesse aspecto, a Microsoft saiu na frente, deixando que jogos de Xbox e Xbox 360 rodem no Xbox One. Já a Sony usa sua plataforma de streaming, o PS Now, para fazer isso, com resultados nem sempre favoráveis. Com um PC gamer, você pode jogar desde títulos lançados recentemente até clássicos do DOS, disponíveis em diversas lojas online.

7. Você tem uma máquina que vai muito além de rodar jogos

Apesar de ser óbvia, essa característica vale ser mencionada. Os videogames funcionam um pouco além de máquinas para jogos, operando como centros de mídia, que permitem o uso de aplicativos de streaming, por exemplo. Com um PC gamer, no entanto, você tem isso e muito mais, já que, além dos jogos e serviços de mídia, o computador é capaz de realizar tarefas mais complexas e que demandam bastante poder de processamento da máquina. É possível montar um PC para os melhores games do momento sabendo que sua máquina ainda terá capacidade para editar imagens e vídeos e executar outras operações sem complicações.

Como montar um PC gamer em 2018? Confira mais dicas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo