Por Paulo Alves, para o TechTudo


Comprar um MacBook exige planejamento e certa cautela. Custando mais que modelos de fabricantes como Dell ou Samsung, os notebooks da Apple são famosos pelos recursos e especificações, mas também chamam atenção pelos preços. No Brasil, onde os produtos da maçã costumam estar entre os mais caros, o modelo mais barato sai por valores a partir de R$ 7,5 mil.

Apesar disso, existem algumas formas de não pagar tão alto por um computador da marca. O segredo está em considerar modelos recondicionados, definir um valor máximo para gastar, aproveitar viagens, entre outras dicas. Confira a seguir cinco formas de economizar na hora de comprar um MacBook.

Quer comprar um notebook barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Modelos lançados em 2018 têm preços acima dos R$ 10 mil — Foto: Divulgação/Apple Modelos lançados em 2018 têm preços acima dos R$ 10 mil — Foto: Divulgação/Apple

Modelos lançados em 2018 têm preços acima dos R$ 10 mil — Foto: Divulgação/Apple

1. Defina o orçamento

O primeiro passo antes de buscar um MacBook na loja é saber qual dos modelos serve às suas necessidades. Dependendo das tarefas que você precisa realizar no dia a dia, é possível que um MacBook Air mais antigo dê conta do recado, ou apenas um MacBook Pro com configurações mais potentes seja suficiente. A diferença de preço entre um equipamento e outro pode ultrapassar R$ 10 mil facilmente, então é importante pensar muito bem antes de ir às compras.

Se você precisa apenas de um excelente notebook para digitar textos, navegar na web e fazer pequenas edições de imagem, um MacBook Air lançado há até cinco anos deverá ser o bastante. A melhor opção seria o MacBook Air 2018, que traz melhorias de design e hardware, além de desbloqueio com impressões digitais. Na loja oficial da Apple no Brasil, as versões mais atuais têm preços acima dos R$ 10 mil.

Por outro lado, se o seu trabalho requer lidar com softwares mais pesados, como editores de vídeo ou compiladores de aplicativos, o mais indicado seria um MacBook Pro. De preferência, algum que tenha armazenamento em SSD e tela Retina. Nesse caso, os preços passam dos R$ 11 mil, inclusive nas versões mais antigas, de 13 polegadas e sem Touchbar.

Já para máxima portabilidade, o MacBook de 12” pode ser uma boa escolha, desde que você esteja disposto a investir pelo menos R$ 11,5 mil em um computador com processador simples.

Decida qual modelo de MacBook atende melhor suas necessidades — Foto: Divulgação/Apple Decida qual modelo de MacBook atende melhor suas necessidades — Foto: Divulgação/Apple

Decida qual modelo de MacBook atende melhor suas necessidades — Foto: Divulgação/Apple

2. MacBook refurbished

Escolhida a linha de MacBook ideal, é hora de buscar os melhores preços. Uma possibilidade é optar por modelos refurbished, os famosos recondicionados. Computadores dessa categoria são originais e contam com garantia de fábrica, porém já passaram por algum tipo de reparo antes de serem colocados à venda. Em contrapartida, são mais baratos.

Por enquanto, a Apple não oferece MacBooks recondicionados oficialmente no Brasil, então é preciso recorrer a lojas estrangeiras para comprar, como a Amazon americana. Mesmo contabilizando câmbio e frete, a tendência é que o custo seja mais baixo do que adquirir um produto novo na Apple Store brasileira. Mas é preciso ficar atento: a garantia só valerá para o país onde o dispositivo for comprado.

MacBook refurbished pode ser alternativa mais barata no exterior — Foto: Elson de Souza/TechTudo MacBook refurbished pode ser alternativa mais barata no exterior — Foto: Elson de Souza/TechTudo

MacBook refurbished pode ser alternativa mais barata no exterior — Foto: Elson de Souza/TechTudo

3. Descontos para estudantes e professores

Se você não dispensa a cobertura da garantia no Brasil, ainda é possível economizar aderindo a programas de desconto da Apple. A empresa oferece abatimentos para estudantes e professores vinculados a instituições de nível superior. Nessa modalidade, o MacBook Air 2018 e o MacBook de 12” saem cerca de R$ 350 mais baratos.

Apple oferece descontos para estudantes e professores — Foto: Reprodução/Apple Apple oferece descontos para estudantes e professores — Foto: Reprodução/Apple

Apple oferece descontos para estudantes e professores — Foto: Reprodução/Apple

4. Comprar ao viajar

Outra maneira de evitar preços altos é comprar no exterior, basicamente em qualquer país que não seja o Brasil. Uma boa maneira de começar é usando ferramentas como o The Mac Index, um site que monitora os preços de produtos da Apple nas lojas oficiais pelo mundo inteiro. É possível fazer buscas por país usando qualquer moeda para ter uma base melhor de comparação dos preços em reais. Em geral, MacBooks são mais baratos na Austrália e em países asiáticos.

The Mac Index mostra onde MacBook está mais barato no momento — Foto: Reprodução/The Mac Index The Mac Index mostra onde MacBook está mais barato no momento — Foto: Reprodução/The Mac Index

The Mac Index mostra onde MacBook está mais barato no momento — Foto: Reprodução/The Mac Index

5. Comprar usado

Uma boa forma de economizar na compra de um MacBook é optar por um modelo usado. Computadores da Apple tendem a ter um preço de revenda alto em comparação a modelos rivais, mas, em compensação, também costumam durar bastante tempo em pleno de estado de funcionamento.

No entanto, assim como qualquer compra de usados, é importante ter atenção redobrada à procedência do produto, checar se o vendedor tem nota fiscal e caixa, além de verificar a contagem de ciclos da bateria.

Nos sites de produtos usados na internet, um MacBook Air de 13” fabricado em 2017 chega a custar na faixa dos R$ 3.600, praticamente a metade de um modelo similar comercializado pela loja oficial da Apple.

MacBooks usados ainda podem durar muitos anos, dependendo da procedência — Foto: Saiba como desbloquear o controle de iluminação do teclado do Macbook (Foto: Reprodução/Creative Commons) MacBooks usados ainda podem durar muitos anos, dependendo da procedência — Foto: Saiba como desbloquear o controle de iluminação do teclado do Macbook (Foto: Reprodução/Creative Commons)

MacBooks usados ainda podem durar muitos anos, dependendo da procedência — Foto: Saiba como desbloquear o controle de iluminação do teclado do Macbook (Foto: Reprodução/Creative Commons)

Mais do TechTudo