Por Bruna Telles, para o Techtudo


O Brasil está entre os melhores países nos esports, sendo um dos mais vitoriosos especialmente nos jogos de tiro em primeira pessoa (FPS). Enraizados na cultura brasileira desde a época das lan houses, os FPS movimentaram torneios, prepararam atletas e times que conquistaram títulos no Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), CrossFire, Rainbow Six: Siege e Point Blank. Relembre, a seguir, cinco momentos onde o Brasil foi o melhor do mundo nos FPS.

Luminosity fatura o primeiro Major do Brasil em CS:GO (2016)

FalleN & cia levantam a primeira de várias taças brasileiras no CS:GO — Foto: Divulgação/MLG FalleN & cia levantam a primeira de várias taças brasileiras no CS:GO — Foto: Divulgação/MLG

FalleN & cia levantam a primeira de várias taças brasileiras no CS:GO — Foto: Divulgação/MLG

O ano de 2016 foi histórico para o Brasil no Counter-Strike: Globall Offensive (CS:GO). Gabriel “FalleN” Toledo, Fernando "fer" Alvarenga, Marcelo "coldzera" David, Epitácio "TACO" de Melo e Lincoln "fnx" Lau defendiam a Luminosity e chegaram à final do MLG Columbus, oitavo Major de CS:GO, contra Natus Vincere (Na'Vi). A equipe brasileira levou o título ao vencer a partida por 2-0. Este foi o primeiro Major do Brasil no CS:GO, e o primeiro de um time fora da Europa.

Coldzera: o melhor do mundo (2016 e 2017)

The Game Awards: coldzera desbancou fortes concorrentes e levou o prêmio de Melhor Jogador de Esports do mundo — Foto: Divulgação/The Game Awards The Game Awards: coldzera desbancou fortes concorrentes e levou o prêmio de Melhor Jogador de Esports do mundo — Foto: Divulgação/The Game Awards

The Game Awards: coldzera desbancou fortes concorrentes e levou o prêmio de Melhor Jogador de Esports do mundo — Foto: Divulgação/The Game Awards

Marcelo "coldzera" David é reconhecido em todo o mundo por suas jogas e prêmios. Coldzera foi eleito o Melhor Jogador de Esports no The Game Awards 2016, superando nomes como Lee "Faker" Sang-hyeok (LoL) e Juan "Hungrybox" DeBiedma (Super Smash Bros. Melee). Cold também foi eleito o melhor do mundo pela HLTV em 2017, ano em que defendeu a SK Gaming e foi campeão da ESL One: Cologne 2017, IEM XII - Sydney e a Season 6 da Pro League de CS:GO.

Black Dragons bicampeã mundial de CrossFire (2017 e 2018)

Black Dragons levanta taça do CrossFire Stars 2018, segundo título do Brasil no competitivo do jogo — Foto: Reprodução/Facebook Black Dragons e-Sports Black Dragons levanta taça do CrossFire Stars 2018, segundo título do Brasil no competitivo do jogo — Foto: Reprodução/Facebook Black Dragons e-Sports

Black Dragons levanta taça do CrossFire Stars 2018, segundo título do Brasil no competitivo do jogo — Foto: Reprodução/Facebook Black Dragons e-Sports

Na China, a equipe Black Dragons entrou para o hall da fama do Brasil nos FPS com o CrossFire. O time venceu o CrossFire Stars, mundial do jogo, superando os russos da ruLegends e levando o prêmio de US$ 500 mil (R$ 1,9 milhão em conversão direta). Este foi o segundo título da Black Dragons, que já havia conquistado o CrossFire Stars Invitational Vietnam, em 2017, contra os chineses da Super Valiant.

Liquid vence a Pro League de Rainbow Six: Siege (2018)

Liquid conquistou o primeiro título brasileiro e sul-americano da Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/ESL Liquid conquistou o primeiro título brasileiro e sul-americano da Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/ESL

Liquid conquistou o primeiro título brasileiro e sul-americano da Pro League de Rainbow Six: Siege — Foto: Divulgação/ESL

A Team Liquid fez história em 2018. O time chegou aos playoffs sem perder nenhum mapa na temporada regular, seguiu invicto nos playoffs e chegou a final. No jogo, os brasileiros enfrentaram a PENTA, campeã do Six Invitational 2018. Embora a Liquid tenha perdido seu primeiro mapa na grande final, os brasileiros empataram, viraram e levaram o título, o primeiro do Brasil e de um time sul-americano na Pro League de Rainbow Six: Siege.

2Kill é campeã mundial de Point Blank em São Paulo (2018)

2Kill é campeã do mundial de Point Blank na MAX Arena em São Paulo — Foto: Reprodução/Facebook 2Kill Gaming 2Kill é campeã do mundial de Point Blank na MAX Arena em São Paulo — Foto: Reprodução/Facebook 2Kill Gaming

2Kill é campeã do mundial de Point Blank na MAX Arena em São Paulo — Foto: Reprodução/Facebook 2Kill Gaming

O título da 2Kill no Point Blank World Challenge (PBWC) 2018 foi um dos mais especiais, porque foi conquistado em solo brasileiro. Disputado na MAX Arena, em São Paulo, o time chegou às semifinais por pouco, após ter tido uma fase de grupos difícil. Na grande final, contra TokioStriker, os brasileiros venceram por 2-0 em uma partida marcada por muitas viradas e decisão cravada apenas no overtime.

Mais do TechTudo