Por Tiago M. Chamuinho, para o TechTudo


As câmeras digitais foram acessórios muito populares nos anos 2000. Os modelos eram mais compactos e eficientes que as máquinas analógicas, já que dispensavam rolos de filmes. Com o passar dos anos, os celulares ganharam a função de fotografia, e as dispositivos ficaram para trás. Além disso, a evolução da Internet mudou a forma e a velocidade com que interagimos com os registros do cotidiano.

Apesar de tantas mudanças, ainda podemos nos identificar com alguns hábitos, mesmo que modificados. As selfies, por exemplo, podem ser consideradas sucessoras das fotos no espelho, enquanto o backup na nuvem substituiu o trabalho de passar as fotos da máquina para o PC. Confira a seguir oito práticas que eram muito comuns com as câmeras digitais na década passada.

Quer comprar uma câmera barata? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Câmeras digitais foram febre nos anos 2000, e alguns costumes da época são comuns ainda hoje — Foto: Divulgação/Sony Câmeras digitais foram febre nos anos 2000, e alguns costumes da época são comuns ainda hoje — Foto: Divulgação/Sony

Câmeras digitais foram febre nos anos 2000, e alguns costumes da época são comuns ainda hoje — Foto: Divulgação/Sony

1. Um item essencial na hora de viajar

Atualmente, não costumamos nos preocupar com fotos durante nosso dia a dia porque sempre levamos os celulares conosco para todos os lugares. Entretanto, isso não era tão comum antigamente, já que os aparelhos nem sempre dispunham de câmeras – e quando era o caso, a qualidade se mostrava muito inferior. Por este motivo, as máquinas fotográficas eram companheiras indispensáveis durante viagens.

2. Portar vários cartões de memória

Essa era uma prática extremamente importante para garantir que os momentos fossem devidamente registrados. Além da baixa capacidade de armazenamento dos dispositivos da época (menor que nos produtos atuais) dois ou mais cartões de memória era algo que eliminava a necessidade de descarregar os arquivos ou deletar fotos para liberar espaço. E vale ressaltar: sem backup para a nuvem ou memória interna suficiente, o sumiço de um dos cartões significava a perda de inúmeras recordações.

Os cartões de memória eram mais práticos do que os antigos rolos de filme, mas ainda causavam dores de cabeça — Foto: Reprodução/FreeImages Os cartões de memória eram mais práticos do que os antigos rolos de filme, mas ainda causavam dores de cabeça — Foto: Reprodução/FreeImages

Os cartões de memória eram mais práticos do que os antigos rolos de filme, mas ainda causavam dores de cabeça — Foto: Reprodução/FreeImages

3. Uso de pilhas recarregáveis

Muitas câmeras digitais utilizavam pilhas como fonte de energia. Essa dependência gerava um custo constante e a preocupação em tê-las sempre à mão. Para poupar tanto os gastos quanto o risco de ficar sem carga, as pilhas recarregáveis eram um ótimo recurso. Lembrando que também era válido portar algumas unidades extras no caso de uso prolongado da máquina.

4. Era preciso descarregar as imagens no computador para postar nas redes sociais

Postar fotos pouco depois do registro é uma facilidade muito recente. Na década passada, a dinâmica era bem diferente: compartilhar as memórias na Internet era uma tarefa que demandava tempo e paciência. Não havia como enviá-las pelo próprio equipamento, sendo necessário passar os arquivos para o PC utilizando um cabo USB. Na época, a velocidade de upload também não era das melhores, fazendo com que a atualização das redes sociais ocupasse boa parte da sua rotina.

Para postar fotos nas redes sociais, era necessário passar os arquivos por meio de cabo USB — Foto: Barbara Mannara/TechTudo Para postar fotos nas redes sociais, era necessário passar os arquivos por meio de cabo USB — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

Para postar fotos nas redes sociais, era necessário passar os arquivos por meio de cabo USB — Foto: Barbara Mannara/TechTudo

5. Backups em CDs e DVDs

Algo que era padrão e continua sendo até os dias de hoje é o backup em dispositivos com pen drive ou HD externo. Além disso, o armazenamento em nuvem é uma ferramenta contemporânea mais prática para esse propósito. Anteriormente, para fazer um backup, CDs e DVDs eram uma opção bastante considerada, já que era necessário preservar os cartões de memória desocupados para outras finalidades.

CDs e DVDs eram mídias comuns para fazer o backup de um PC ou subir fotos e vídeos — Foto: Reprodução/Pond5 CDs e DVDs eram mídias comuns para fazer o backup de um PC ou subir fotos e vídeos — Foto: Reprodução/Pond5

CDs e DVDs eram mídias comuns para fazer o backup de um PC ou subir fotos e vídeos — Foto: Reprodução/Pond5

6. Fotos tiradas no espelho

Nem todos os modelos de câmera eram fabricados com visores flexíveis para que os usuários pudessem tirar fotos de si mesmos, como fazemos as selfies hoje em dia. Por isso, os autorretratos normalmente eram tirados na frente dos espelhos. Este costume não foi totalmente abandonado, mas hoje divide a preferência com as selfies, mais práticas com as câmeras frontais dos smartphones.

7. Uso de "capinhas" para proteção do equipamento

As câmeras digitais eram aparelhos pelos quais as pessoas tinham certo apego, e cuidavam com muito carinho. Assim como acontece atualmente com os smartphones, as pessoas utilizavam capas para proteger a máquina durante o transporte. A diferença é que essas eram, na verdade, bolsas de proteção, e não tinham tanto valor estético como no caso dos celulares de hoje em dia.

As "capinhas" variavam desde simples estojos até bolsas com múltiplos compartimentos — Foto: Reprodução/FreeImages As "capinhas" variavam desde simples estojos até bolsas com múltiplos compartimentos — Foto: Reprodução/FreeImages

As "capinhas" variavam desde simples estojos até bolsas com múltiplos compartimentos — Foto: Reprodução/FreeImages

8. Impressão de fotos e montagem de álbuns físicos

Esse é um hábito pouco frequente na atualidade. Estamos tão acostumados a manter diversos álbuns virtuais que acabamos não reproduzindo as imagens em mídias físicas, o que se tornou uma prática ultrapassada nos últimos anos. É mais fácil mostrar fotos e vídeos para amigos e parentes por meio das redes sociais ou diretamente no celular. Além disso, criar um álbum compartilhado hoje é muito prático em serviços de armazenamento na nuvem, por exemplo.

Mais do TechTudo