Campeonatos

Por Siouxsie Rigueiras, TechTudo


Personagens de jogos, assim como pro players, podem ser banidos do competitivo por inúmeros motivos. Seja por decisão do cenário, dos jogadores ou das próprias ligas de esportes eletrônicos, as proibições podem acontecer no cenário competitivo de jogos de luta como Street Fighter ou de FPSs como Rainbow Six: Siege. Veja, a seguir, uma lista de quatro personagens que já foram banidos de competições.

Akuma - Street Fighter II Turbo

Akuma foi lançado no segundo jogo da série — Foto: Reprodução/Capcom Akuma foi lançado no segundo jogo da série — Foto: Reprodução/Capcom

Akuma foi lançado no segundo jogo da série — Foto: Reprodução/Capcom

Entre os anos de 90 e 2000, época de lançamento do Street Fighter II Turbo, Akuma foi banido de torneios americanos e japoneses. O personagem, criado e lançado em 1994 pela Capcom, foi idealizado inicialmente para ser um lutador extremamente poderoso. Consequentemente, o Super Combo de Akuma foi considerado acima do padrão em comparação à outros personagens da franquia. Por conta do desbalanceamento nas partidas, os principais confrontos oficiais que eram realizados optaram por o tornar uma escolha banida.

Viola - Soul Calibur 5

Viola é personagem jogável apenas em competições amadoras — Foto: Reprodução/Bandai Namco Viola é personagem jogável apenas em competições amadoras — Foto: Reprodução/Bandai Namco

Viola é personagem jogável apenas em competições amadoras — Foto: Reprodução/Bandai Namco

Viola, personagem da quinta geração de Soul Calibur da Bandai Namco, foi banida de partidas em 2012 de acordo com regras oficiais do 8WayRun, campeonato presencial da modalidade que existe há quase uma década. O pro player japonês, Hajime “Tokido” Taniguchi, foi responsável por explorar o estilo de luta conhecido como "ars planetarum" de Viola. O jogador descobriu que, em alguns lances, a personagem poderia ser mais forte do que outros lutadores jogáveis da franquia. Por conta disso, Viola ficou banida do campeonato até 2013.

Lion - Tom Clancy’s Rainbow Six: Siege

Lion quase não teve chances de ser utilizado em partidas — Foto: Reprodução/Ubisoft Lion quase não teve chances de ser utilizado em partidas — Foto: Reprodução/Ubisoft

Lion quase não teve chances de ser utilizado em partidas — Foto: Reprodução/Ubisoft

O operador Lion (Olivier Flament), de Rainbow Six: Siege, foi lançado durante a Operação Chimera. Controvérsias em volta de suas habilidades poderosas transformaram Lion em um dos personagens mais banidos de R6.

Em novembro de 2018, a ESL (Eletronic Sports League), uma das maiores empresas de organização de torneios de esports, utilizou as redes oficiais da competição do jogo para divulgar o banimento de Lion da nona temporada da Pro League, uma das competições mais importante da modalidade.

Blanka - Street Fighter V

Blanka é a parcela brasileira em Street Fighter V — Foto: Reprodução/Capcom Blanka é a parcela brasileira em Street Fighter V — Foto: Reprodução/Capcom

Blanka é a parcela brasileira em Street Fighter V — Foto: Reprodução/Capcom

Mais um lutador que já perdeu seu direito de participação nos esports é Blanka, de Street Fighter V. O personagem, que foi inspirado no Brasil, foi banido no início de 2019 por escolha da EVO Japan, o maior torneio de jogos de luta do mundo.

De acordo com as regras listadas no site oficial do campeonato do game da Capcom, o personagem presente desde o segundo jogo da franquia Street Fighter, apresentava problemas de jogabilidade. A possível falha congelava a tela do oponente de Blanka, deixando-o livre para aniquilar o outro.

Mais do TechTudo