Atletas

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


O cenário brasileiro de esports não é composto apenas de jogos como Counter Strike: Global Offensive (CS:GO) e Rainbow Six: Siege (R6). Pro players do Brasil também já representaram o país em competições internacionais de jogos de luta como Street Fighter e Mortal Kombat e conquistaram resultados que merecem ser relembrados. Veja, a seguir, cinco grandes momentos que levaram o Brasil às maiores colocações em torneios internacionais de games de luta.

Jogadores brasileiros são destaque no cenário competitivo de jogos de luta — Foto: Divulgação/Capcom Jogadores brasileiros são destaque no cenário competitivo de jogos de luta — Foto: Divulgação/Capcom

Jogadores brasileiros são destaque no cenário competitivo de jogos de luta — Foto: Divulgação/Capcom

Keoma "Keoma" Pacheco (Capcom Cup 2015)

Considerado por muitos como o melhor jogador brasileiro de Ultra Street Fighter IV, Keoma "Keoma" Pacheco construiu um legado com o personagem Abel e mostrou que o Brasil podia competir no mesmo nível que os melhores do mundo. Após boas participações na SGB 2015 e na DreamHack 2015, seu melhor resultado aconteceu na Capcom Cup 2015, q venceu grandes nomes do cenário mundial de Street Fighter IV, como Darryl "Snake Eyez" S. Lewis, Bruce "GamerBee" Hsiang e Hiromiki "Itabashi Zangief" Kumada. Keoma alcançou a sétima colocação no campeonato, que foi o último mundial de Ultra Street Fighter IV.

Keoma na Capcom Cup 2015 — Foto: Divulgação/Capcom Keoma na Capcom Cup 2015 — Foto: Divulgação/Capcom

Keoma na Capcom Cup 2015 — Foto: Divulgação/Capcom

Breno "Breno Fighters" Mateus (SF25th Brazil)

Em 2012, poucos acreditavam no potencial dos brasileiros contra os competidores internacionais na SF25th Brazil de Super Street Fighter IV. Na época a vitória de Hajime "Tokido" Taniguchi era esperada, mas, na grande final da competição, seu Akuma foi parado pela Cammy do mineiro Breno "Breno Fighters" Mateus em uma série que foi decidida no último round. A reação da torcida marcou um dos grandes momentos do cenário brasileiro de Street Fighter.

Thomas "Brolynho" Proença (EVO 2017)

Antes de anunciar sua aposentadoria, Thomas "Brolynho" Proença foi um dos maiores representantes do Brasil no Street Fighter V. Além conquistar a sétima colocação no The Brooklyn Beatdown 2016, ele possui em seu currículo a melhor participação de um brasileiro na Evolution Championship Series (EVO) na franquia Street Fighter. O reconhecimento veio na EVO 2017, quando ele conquistou a 25° colocação entre mais de 2600 participantes, ficando à frente de nomes como Yusuke "Momochi" Momochi e Bruce "GamerBee" Hsiang.

Brolynho, hoje aposentado, já se destacou no cenário internacional — Foto: Divulgação/ELEAGUE Brolynho, hoje aposentado, já se destacou no cenário internacional — Foto: Divulgação/ELEAGUE

Brolynho, hoje aposentado, já se destacou no cenário internacional — Foto: Divulgação/ELEAGUE

Renato "Didimokof" Martins (Capcom Cup 2017)

Renato "Didimokof" Martins é, atualmente, o brasileiro com mais destaque internacional no Street Fighter V. O jogador, que recentemente ficou na 17° colocação no Major NorCal Regionals 2019, conquistou reconhecimento após sua campanha na Capcom Cup 2017, na qual garantiu a 13° colocação contra jogadores como o taiwanês Li-Wei "Oil King" Lin e o japonês Ryota "Kazunoko" Inoue. Este foi o primeiro passo para diversos jogadores do cenário começarem a considerá-lo como o melhor jogador de Dhalsim do mundo.

Didimokof conquistou notoriedade no Street Fighter V com seu Dhalsim — Foto: Reprodução/Red Bull Didimokof conquistou notoriedade no Street Fighter V com seu Dhalsim — Foto: Reprodução/Red Bull

Didimokof conquistou notoriedade no Street Fighter V com seu Dhalsim — Foto: Reprodução/Red Bull

Bruno “KillerXinok” Souza (Combo Breaker 2018)

O brasileiro Bruno “KillerXinok” Souza é o grande destaque brasileiro nos jogos da NetherRealm Studios. Com um nível alto de jogo em Mortal Kombat X, ele buscou se arriscar no exterior, onde conseguiu alcançar o Top 8 no Kumite In Tennessee 2016 e o Top 32 na Evolution Championship Series 2016. No entanto, seu auge foi no Major Combo Breaker 2018, quando derrotou o famoso jogador Brad "Scar" Vaughn na final e colocou o Brasil no topo do cenário de Mortal Kombat.

Vale destacar que KillerXinok continuará sua carreira no mais novo game da franquia, o Mortal Kombat 11. Sua primeira competição importante poderá ser o Summit of Time, organizado pela Beyond the Summit. Caso consiga votos suficientes pelo site Smash.gg, ele competirá contra alguns dos melhores do mundo e terá a oportunidade de repetir um feito semelhante ao realizado no Combo Breaker.

Bruno "KillerXinok" Souza é o maior representante brasileiro nos jogos da NetherRealm — Foto: Reprodução/Combo Breaker Bruno "KillerXinok" Souza é o maior representante brasileiro nos jogos da NetherRealm — Foto: Reprodução/Combo Breaker

Bruno "KillerXinok" Souza é o maior representante brasileiro nos jogos da NetherRealm — Foto: Reprodução/Combo Breaker

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mortal Kombat 11 (2019): gameplay mostra fatality, personagens e mais

Mortal Kombat 11 (2019): gameplay mostra fatality, personagens e mais

Mais do TechTudo