Por Maria Dias, para o TechTudo


O objetivo do Google Maps está longe de ser apenas traçar uma rota para o destino do usuário. Disponível gratuitamente para Android e iOS (iPhone), o aplicativo oferece várias funções para facilitar a vida de quem usa o serviço. Além das visualizações de possíveis caminhos para um destino, o app permite o uso de mapas em modo offline, visualizações do trânsito em tempo real, indicações de estacionamento nas proximidades da localização da pessoa e até mesmo explorar os arredores para descobrir estabelecimentos comerciais.

Novos recursos do Google Maps são introduzidas a cada atualização, com o objetivo de otimizar o uso da plataforma. Uma delas, incluída recentemente no programa, é a possibilidade de interagir com players de música, como o Spotify, sem ter que tirar o mapa da tela do celular. Para garantir um uso completo do aplicativo, o TechTudo reuniu as dez dicas e truques para usar o Google Maps em trechos de curta ou longa duração.

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Funções pouco conhecidas do Google Maps

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Análise de trânsito

Para quem está à procura da melhor rota para chegar a um destino, o Google Maps oferece informações adicionais interessantes, como uma análise do trânsito. A estimativa de faixas de horário com maior engarrafamento e tempo adicional ao trajeto podem ser visualizadas pelo usuário ao buscar por um endereço. Nesta mesma aba, são indicados outros dados relevantes, como pedágios durante o trajeto, radares e nível de dificuldade para estacionar — se o local possui estacionamento limitado, o aplicativo dá sugestões de serviços de transporte, como Uber, 99 ou Cabify, para que você possa realizar a viagem de forma alternativa.

Google Maps permite a visualização de padrões de trânsito e outras informações relevantes sobre um trajeto — Foto: Reprodução/Maria Dias Google Maps permite a visualização de padrões de trânsito e outras informações relevantes sobre um trajeto — Foto: Reprodução/Maria Dias

Google Maps permite a visualização de padrões de trânsito e outras informações relevantes sobre um trajeto — Foto: Reprodução/Maria Dias

2. Explore a área

O recurso “Explore”, disponível na tela inicial do app, ajuda a descobrir estabelecimentos comerciais nos arredores de sua localização, dentro de categorias como restaurantes, cafés, bares e atrações. Nesta seção, existe a opção de ver as últimas fotos publicadas por usuários nesses locais e rapidamente visualizar a rota para chegar até eles. Caso não seja possível visitar os lugares indicados, é possível salvá-los como “favoritos”, “quero visitar” e “lugar com estrela” — para visualizá-los posteriormente, basta acessar “Seus locais” no menu lateral. Também é permitido criar uma nova lista privada para compilar os locais como desejar.

Explore os arredores de uma localização com o auxílio do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Explore os arredores de uma localização com o auxílio do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Explore os arredores de uma localização com o auxílio do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

3. Compartilhe sua localização

O Google Maps possui uma função que permite compartilhar a localização em tempo real com amigos ou contatos. O usuário pode escolher por quantas horas ela deverá ficar visível para as pessoas selecionadas ou pode desativá-la manualmente. É possível compartilhar a localização do Google Maps via link por meio de outros aplicativos, como WhatsApp, Telegram, Messenger, Facebook e Instagram. O recurso é uma boa opção para quem vai realizar viagens em grupos e em transportes separados.

Recurso do Google Maps que permite compartilhar localização com outro usuário pode ser útil para viagens em grupo — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Recurso do Google Maps que permite compartilhar localização com outro usuário pode ser útil para viagens em grupo — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Recurso do Google Maps que permite compartilhar localização com outro usuário pode ser útil para viagens em grupo — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

4. Controle de apps de música

Motoristas que usam o Google Maps geralmente passam pela situação inconveniente de ter que fechar o aplicativo para interagir com o player de música ativo. Para melhorar essa interação, a nova atualização do Maps permite a visualização do aplicativo de música dentro do próprio mapa. Para ativá-la, o usuário deve entrar nas configurações do menu lateral esquerdo, selecionar “Configurações de navegação” e ativar a exibição dos controles de reprodução de mídia. Em seguida, é necessário escolher o app de mídia padrão, como o Spotify ou Google Play Música. Após aceitar os termos de privacidade, já é possível visualizar o ícone do player ativo no mapa.

É possível interagir com players de música sem sair da tela do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias) É possível interagir com players de música sem sair da tela do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

É possível interagir com players de música sem sair da tela do Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

5. “Para você”

No ícone “Para você”, disponível na tela principal do Google Maps, são exibidas recomendações de estabelecimentos novos na região. Você pode favoritar os locais que deseja visitar e vê-los depois em uma lista, além de descobrir quais foram inaugurados recentemente. As indicações não são apenas próximas à localização em tempo real do usuário – é possível adicionar outras áreas para se informar sobre as novidades de outros lugares. Essas áreas podem editadas ou adicionadas a qualquer momento.

Google Maps faz recomendações de estabelecimentos em áreas definidas pelo usuário — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Google Maps faz recomendações de estabelecimentos em áreas definidas pelo usuário — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Google Maps faz recomendações de estabelecimentos em áreas definidas pelo usuário — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

6. Lembrete de estacionamento

Com o Google Maps fica mais fácil lembrar onde o carro foi estacionado. O aplicativo permite que o usuário marque exatamente a localização de seu veículo, para achá-lo de forma rápida posteriormente. Para criar esse lembrete, clique no ponto azul que indica a sua localização no mapa. Em seguida, escolha a opção “Salvar local de estacionamento”. A função ainda permite adicionar notas sobre o evento, adicionar o tempo restante de estacionamento (se for o caso) e até adicionar fotos para tornar a busca mais visual.

Usuário pode criar lembrete no Google Maps, com informações sobre o local onde estacionou o veículo — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Usuário pode criar lembrete no Google Maps, com informações sobre o local onde estacionou o veículo — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Usuário pode criar lembrete no Google Maps, com informações sobre o local onde estacionou o veículo — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

7. Deslocamento diário

Para simplificar a busca por locais visitados com muita frequência, o Google Maps permite que o usuário salve endereços de “Casa” e “Trabalho” na seção “Deslocamento diário”.

O app também oferece a opção de indicar o transporte usado nesses deslocamentos, assim como os horários em que o usuário costuma fazê-los, para que ele receba as melhores informações sobre o trânsito, a duração dos trajetos, comparação de rotas, partidas, atrasos e interrupções. O recurso ajuda a pessoa a receber notificações que apontam qualquer atraso ou problemas antes que ela saia. Se desejar, poderá receber informações mais precisas sobre seu deslocamento diário, que serão levantadas com base no Histórico de Localização. É possível limpar as configurações a qualquer momento e selecionar novos endereços de casa e trabalho.

Salvar endereços de casa e trabalho no Google Maps traz informações mais detalhadas sobre os trajetos — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Salvar endereços de casa e trabalho no Google Maps traz informações mais detalhadas sobre os trajetos — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Salvar endereços de casa e trabalho no Google Maps traz informações mais detalhadas sobre os trajetos — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

8. Personalize preferências de estabelecimento

Além de fornecer uma lista de estabelecimentos próximos à sua localização, o Google Maps pode ser personalizado para que ele indique apenas os locais pelos quais você tem interesse. É possível limitar a indicação de restaurantes, cafés, bares e atrações apenas para restaurantes de culinária japonesa e bares com cervejas excelentes, por exemplo. Para personalizar essa exibição, é preciso acessar as configurações no menu lateral, selecionar o item “Conhecer lugares” e, em seguida, escolher suas preferências gastronômicas — que podem levar um certo tempo para serem habilitadas. O app também incentiva que os usuários indiquem os tipos de estabelecimento nos quais possui menor interesse, para tornar as recomendações ainda mais objetivas.

Recomendações do Google Maps podem ser personalizadas pelo usuário do app — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Recomendações do Google Maps podem ser personalizadas pelo usuário do app — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Recomendações do Google Maps podem ser personalizadas pelo usuário do app — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

9. Modo noturno

O modo noturno é uma funcionalidade de aplicativos e celulares que diminui o brilho de uma interface gráfica, para adaptá-la à iluminação do ambiente externo e tornar seu uso mais confortável aos olhos. No Google Maps, as configurações do recurso geralmente são automáticas, mas é possível mudá-las para quem deseja utilizar o modo noturno mesmo durante o dia. Acesse as configurações no menu lateral e selecione “Configurações de Navegação”. Em seguida, vá até ao item “Esquema de Cores”, em “Exibição do Mapa”, e escolha a opção “Noite”. Dessa forma, o modo noturno estará habilitado no seu mapa a todo momento. Outra vantagem da funcionalidade: ela também ajuda a economizar a bateria do seu aparelho.

Modo noturno pode ser ativado a qualquer momento no Google Maps  — Foto: (Reprodução/Maria Dias) Modo noturno pode ser ativado a qualquer momento no Google Maps  — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Modo noturno pode ser ativado a qualquer momento no Google Maps — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

10. Mapa offline

A grande vantagem do mapa offline é não deixar viajantes na mão ou perdidos durante um trajeto — nem mesmo nos lugares em que o sinal é ruim e as conexões à internet inexistentes. Acessando o menu lateral, basta clicar em “Mapas off-line” para escolher a área da qual deseja um mapa e fazer download. Os mapas baixados ficam disponíveis dentro do app por um tempo limitado, pois possuem data de expiração. Por isso, é importante checar se eles estão ativos no modo offline antes de usá-los.

No Google Maps dá para fazer download de mapas e usá-los em modo offline — Foto: (Reprodução/Maria Dias) No Google Maps dá para fazer download de mapas e usá-los em modo offline — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

No Google Maps dá para fazer download de mapas e usá-los em modo offline — Foto: (Reprodução/Maria Dias)

Mais do TechTudo