Por Juliana Gálico, para o TechTudo


A tecnologia evolui a cada dia e está sempre nos surpreendendo com inovações que facilitam nossas vidas. Mas nem sempre foi assim: em um passado não tão distante, os recursos tecnológicos disponíveis eram limitados e os eletrônicos ofereciam funções restritas. Hoje, muitos se tornaram obsoletos, mas relembrá-los sempre traz uma sensação de nostalgia.

Para curtir esse clima nostálgico, o TechTudo reuniu alguns eletrônicos que marcaram a década de 90, como os walkman, o Super Nintendo e o famoso celular “tijolão”. Confira a seguir dez aparelhos que deixaram saudades e só quem viveu os anos 90 vai lembrar.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Cinco jogos que marcaram os anos 90

Cinco jogos que marcaram os anos 90

1. Tamagotchi

Mais conhecido como “bichinho virtual”, o Tamagotchi é um jogo onde o usuário deve cuidar de um pet eletrônico, garantindo alimentação, higiene e remédios, além de dedicar um tempo para brincadeiras. Caso os cuidados com o bichinho fossem adequados, seu ciclo de vida durava cerca de 20 dias, e depois o jogo era reiniciado. O brinquedo foi um enorme sucesso e logo se tornou um clássico. De acordo com a fabricante, foram vendidas mais de 82 milhões de unidades em diversas partes do mundo.

Em 2017, o Tamagotchi completou 20 anos e ganhou uma nova versão, desta vez, com metade das dimensões originais, mas trazendo o mesmo design. A edição conta com seis modelos, cada um com seis personagens diferentes.

Tamagotchi marcou gerações e se eternizou — Foto: Divulgação/Dinkie Dino Tamagotchi marcou gerações e se eternizou — Foto: Divulgação/Dinkie Dino

Tamagotchi marcou gerações e se eternizou — Foto: Divulgação/Dinkie Dino

2. Palm

O Palm pode ser considerado uma agenda eletrônica "turbinada", que fez sucesso quando os celulares serviam apenas para fazer ligações. O dispositivo era um tipo de PDA (Assistente Pessoal Digital) que auxiliava o usuário a gerenciar suas informações pessoais, como calendário, e-mails, lembretes e listas. O Palm Pilot, da já falida fabricante Palm Computing Inc., foi um dos primeiros modelos a se popularizar e conquistar o público.

A linha Pilot trouxe uma série de inovações, como a tecnologia HotSync, que possibilitava a conexão do dispositivo com o computador via cabo serial. Embora o Palm tenha conseguido muita adesão no mundo corporativo, também existiam modelos voltados para consumidores comuns.

Palm Pilot 5000, lançado em 1996 — Foto: Reprodução/Creative Commons Palm Pilot 5000, lançado em 1996 — Foto: Reprodução/Creative Commons

Palm Pilot 5000, lançado em 1996 — Foto: Reprodução/Creative Commons

3. Discman

O discman foi um dispositivo que permitiu a reprodução de músicas de forma portátil e individual. Antes do seu surgimento, as pessoas só conseguiam escutar suas canções preferidas em rádios AM/FM e tocadores de fitas cassete maiores. Na época, existia uma variedade de marcas, modelos, formas, cores e preços.

Apesar de ter revolucionado o modo de escutar música, o Discman também apresentava alguns problemas, especialmente durante viagens de carro. Muitas vezes o CD ficava “pulando” quando o veículo passava por lombadas ou valetas, engasgando a reprodução.

O Discman revolucionou nossa interação com a música — Foto: Divulgação/Sony O Discman revolucionou nossa interação com a música — Foto: Divulgação/Sony

O Discman revolucionou nossa interação com a música — Foto: Divulgação/Sony

4. Câmera Fuji DS-200F

O modelo da Fuji tem a cara dos anos 90. A câmera chamou atenção dos usuários pois trouxe uma novidade na maneira como armazenava fotos. Os modelos da época exigiam gasto da bateria para armazenar os arquivos de imagem em uma memória volátil. Mas, a DS-200F inovou e foi a primeira câmera capaz de salvar fotos em um tipo de memória em estado sólido, conhecido como memória flash, que hoje é o meio mais comum de armazenamento em câmeras digitais.

A Fuji DS-200F foi um dos primeiros modelos de câmera digital a trabalhar com memória flash — Foto: Reprodução/PopPhoto A Fuji DS-200F foi um dos primeiros modelos de câmera digital a trabalhar com memória flash — Foto: Reprodução/PopPhoto

A Fuji DS-200F foi um dos primeiros modelos de câmera digital a trabalhar com memória flash — Foto: Reprodução/PopPhoto

5. Nokia 5120

Lançado em 1998, o Nokia 5120 ficou marcado principalmente por ser um dos primeiros modelos da marca a vir com o “Snake”, mais conhecido como “o jogo da cobrinha”. Com design em barra e dimensões 4,8 x 13,2 x 3,1 cm, o celular inovou quando trouxe uma tela grande para a época do seu lançamento: display de 5 linhas e 84 x 48 pixels de resolução. A antena fixa também marcava o design do aparelho.

O celular também enviava SMS de até 160 caracteres, conseguia armazenar até 100 contatos na agenda, tinha chamada em espera, alarme, calculadora e lista de chamadas. A bateria de 900 mAh, tinha autonomia de até 3 horas e 15 minutos de conversa e até 200 horas em modo stand by.

Nokia 5120 trazia o famoso "jogo da cobrinha" — Foto: Divulgação/Nokia Nokia 5120 trazia o famoso "jogo da cobrinha" — Foto: Divulgação/Nokia

Nokia 5120 trazia o famoso "jogo da cobrinha" — Foto: Divulgação/Nokia

6. Super Nintendo

O Super Nintendo é um dos consoles mais famosos da marca japonesa. Lançado em 1991, o aparelho seguiu a tradição da Nintendo ao ser vendido juntamente com um jogo do Mario Bros – nesse caso, o Super Mario World. O game se tornou o mais vendido da plataforma, com mais de 20 milhões de unidades. O videogame se tornou um clássico e eternizou jogos como Zelda, Donkey Kong, Super Bomberman e Top Gear. Certamente, o console tem um lugar na memória e no coração dos jogadores da época.

Em junho de 2017, a Nintendo anunciou a chegada do SNES Classic, versão mini do nostálgico videogame. Apesar de ter a dimensões reduzidas, o novo aparelho mantém o design original, ganhando apenas uma saída HMDI para se adaptar a TVs mais modernas. Porém, a nova versão do console não conta com suporte para cartuchos, e os jogadores ficam restritos a 21 jogos que já vêm na memória.

Super Nintendo marcou a década de 90 com seus jogos de sucessos — Foto: Divulgação/Nintendo Super Nintendo marcou a década de 90 com seus jogos de sucessos — Foto: Divulgação/Nintendo

Super Nintendo marcou a década de 90 com seus jogos de sucessos — Foto: Divulgação/Nintendo

7. TVs de tubo

Quem viveu os anos 90 certamente se lembra das TVs de tubo. Nessa época, a tecnologia nos monitores era limitada: os televisores captavam os sinais por antenas e transformavam em imagens por meio de um tubo de raios catódicos. Os aparelhos eram maiores e mais pesados, além de gastarem mais energia se comparados às TVs mais modernas.

Mas, com o passar dos anos, os televisores de tubo foram se tornando obsoletos. Aos poucos, as TVs foram se modernizando, ficando mais leves, com imagens melhores e trazendo tela plana. No final dos anos 90, surgiram as primeiras TVs de plasma com display LCD. Porém, a novidade tinha um preço elevado e foi se tornando popular apenas ao longo dos anos 2000.

TVs de tubo era pesadas e difíceis de serem carregadas — Foto: Divulgação/Sony TVs de tubo era pesadas e difíceis de serem carregadas — Foto: Divulgação/Sony

TVs de tubo era pesadas e difíceis de serem carregadas — Foto: Divulgação/Sony

8. Pager

O pager foi o antecessor dos telefones móveis. O dispositivo era opção de comunicação rápida e portátil, mesmo que limitada, e funcionava da seguinte forma: o aparelho emitia um alerta ao usuário, que, por sua vez, deveria ligar para uma central de telemensagem para checar seus recados. Com o passar do anos, os pager foram otimizados e passaram a receber mais do que sinais de alerta. No final da década de 90, os aparelhos já eram capazes de receber mensagens, enviar respostas pré-programadas e até trocar mensagens de correio de voz.

O pager foi muito utilizado por profissionais como médicos, que precisavam se comunicar de forma rápida — Foto: Divulgação O pager foi muito utilizado por profissionais como médicos, que precisavam se comunicar de forma rápida — Foto: Divulgação

O pager foi muito utilizado por profissionais como médicos, que precisavam se comunicar de forma rápida — Foto: Divulgação

9. Mega Drive

Também conhecido como Sega Genesis, o Mega Drive foi um console de 16 bits da Sega que concorria diretamente com o Super Nintendo. O icônico videogame foi lançado no Brasil em 1990 e se tornou popular ao redor do mundo, alcançando a casa dos 40 milhões de unidades vendidas. A plataforma foi responsável por popularizar diversos jogos, sendo a série Sonic the Hedgehog uma das mais famosas. Com o surgimento dos consoles de 32 bits, como o Playstation da Sony, o Mega Drive foi, aos poucos, perdendo espaço.

Em 2017, a TecToy anunciou a nova versão do aparelho. Apesar de possuir design fiel ao original e contar com 22 jogos na memória, o aparelho não reconquistou a popularidade alcançada pela edição dos anos 90.

Mega Drive, também conhecido como Sega Genesis, fez sucesso nos anos 1990  — Foto: Divulgação/Sega Mega Drive, também conhecido como Sega Genesis, fez sucesso nos anos 1990  — Foto: Divulgação/Sega

Mega Drive, também conhecido como Sega Genesis, fez sucesso nos anos 1990 — Foto: Divulgação/Sega

10. Agenda eletrônica

Antes da chegada dos smartphones para nos ajudar com lembretes, alarmes e diversas outras funções, as agendas eletrônicas eram muito úteis e faziam sucesso entre os usuários. Na época, o dispositivo surgiu com uma inovação, já que era uma opção eletrônica às agendas comuns de papel. Nelas, era possível anotar nomes, telefones e compromissos, contando ainda com o bônus de uma calculadora e um alarme.

Agenda eletrônica nada mais era do que uma agenda de contatos  — Foto: Divulgação Agenda eletrônica nada mais era do que uma agenda de contatos  — Foto: Divulgação

Agenda eletrônica nada mais era do que uma agenda de contatos — Foto: Divulgação

Mais do TechTudo