Por Paulo Alves, para o TechTudo


Lançamentos da Samsung no Brasil e no mundo estiveram entre os principais destaques de abril no mundo dos celulares. A fabricante iniciou as vendas do Galaxy S10 e apresentou novos smartphones das linhas Galaxy A e Galaxy M, que trazem melhorias de tela, câmeras e bateria em relação a modelos Galaxy J. Já o Galaxy Fold, primeiro telefone dobrável da empresa, apresentou problemas nas primeiras unidades que chegaram nas mãos de analistas e teve a disponibilidade adiada.

No mesmo mês, a Sony anunciou que não trará mais lançamentos de celulares ao país. Por outro lado, a Xiaomi, que voltou ao mercado brasileiro em março com o Redmi Note 6 Pro e do Pocophone F1, confirmou outros dois aparelhos: Redmi 7 e Redmi Note 7. Eles deverão competir no segmento intermediário, entre outros rivais, com o Moto G7 Plus, versão mais poderosa do Moto G7 que teve análise completa publicada no TechTudo recentemente. Confira os principais assuntos na editoria de mobilidade.

Galaxy S10 vs Galaxy S9: veja o que mudou no smartphone da Samsung

Galaxy S10 vs Galaxy S9: veja o que mudou no smartphone da Samsung

Samsung lança Galaxy S10, Galaxy A e Galaxy M no Brasil

O trio de celulares que compõe a família Galaxy S10 começou a ser vendido no Brasil no começo de abril. O mais simples Galaxy S10E, que tem câmera dupla, tela menor e sensor de digitais convencional, chegou por R$ 4.299. O modelo regular, com câmera tripla e leitor de digitais sob a tela, custa pelo menos R$ 4.999 com 128 GB de armazenamento. Na variante de 512 GB, o valor salta para R$ 6.199. Já o Galaxy S10 Plus, que traz tela maior e especificações mais poderosas tem três versões: com 8 GB + 128 GB por R$ 5.499; 8 GB + 512 GB por R$ 6.699 e 12 GB + 1 TB por R$ 8.999.

A marca também anunciou seis novos integrantes da linha Galaxy A, que chegam para substituir os modelos da linha Galaxy J. Os Galaxy A10, Galaxy A20, Galaxy A30, Galaxy A50 e Galaxy A70 têm tela com notch em formato de gota. Já o Galaxy A80 traz sistema de câmera retrátil. Os preços variam entre R$ 999 e R$ 1.999. Já os novos Galaxy M também seguem a tendência de display com recorte: Galaxy M10, do Galaxy M20 e do Galaxy M30 serão vendidos apenas online por valores de R$ 899 a R$ 1.499.

Galaxy S10: nova linha da Samsung conta com três modelos  — Foto: Thássius Veloso/TechTudo Galaxy S10: nova linha da Samsung conta com três modelos  — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Galaxy S10: nova linha da Samsung conta com três modelos — Foto: Thássius Veloso/TechTudo

Galaxy Fold apresenta falhas antes de chegar às lojas

Anunciado ao mundo junto com o Galaxy S10, em fevereiro, o Galaxy Fold apresentou falhas antes mesmo de chegar às lojas. Algumas das primeiras unidades que chegaram às mãos de analistas nos Estados Unidos tiveram a tela quebrada com relativa facilidade, levantando suspeitas sobre a durabilidade do aparelho. Depois, uma inspeção detalhada realizada por especialistas revelou alto nível de fragilidade nos componentes internos do telefone. Tendo em vista os problemas, a Samsung decidiu adiar o lançamento, inicialmente previsto para abril.

Em nota, a fabricante reconheceu que “substâncias encontradas dentro do dispositivo afetaram o desempenho da tela”. A empresa abriu investigação para apurar possíveis erros no projeto. A promessa é de corrigir as imperfeições e substituir unidades que seriam vendidas aos consumidores – inclusive brasileiros, uma vez que o telefone chegou a ser homologado pela Anatel. A nova data de lançamento ainda não foi divulgada até o momento.

Galaxy Fold apresenta defeito em tela — Foto: Reprodução / Steve Kovach / CNBC Galaxy Fold apresenta defeito em tela — Foto: Reprodução / Steve Kovach / CNBC

Galaxy Fold apresenta defeito em tela — Foto: Reprodução / Steve Kovach / CNBC

Redmi 7 e Redmi Note 7 no Brasil

Mais dois celulares da Xiaomi serão comercializados oficialmente no Brasil a partir de maio. A DL Eletrônicos, empresa responsável pela distribuição dos celulares da fabricante chinesa no país, confirmou ao TechTudo, com exclusividade, que os Redmi 7 e Redmi Note 7 estão a caminho. Eles se somam ao Redmi Note 6 Pro e Pocophone F1, que marcaram o retorno da marca ao mercado nacional e estão à venda por R$ 1.999 e R$ 2.999, respectivamente.

Os lançamentos saem de fábrica com Android 9 (Pie), interface MIUI e especificações intermediárias. O Redmi 7 tem processador Snapdragon 632, memória RAM de 3 GB e armazenamento de 32 GB. Já o Redmi Note 7 tem ficha técnica superior, com chip mais potente Snapdragon 660, memória RAM de 4 GB e armazenamento de 64 GB. Ambos possuem câmera dupla. A DL ainda não informou data de lançamento nem os preços dos celulares no Brasil.

Xiaomi Redmi 7 e Redmi Note 7 chegarão ao Brasil em maio — Foto: Divulgação/Xiaomi Xiaomi Redmi 7 e Redmi Note 7 chegarão ao Brasil em maio — Foto: Divulgação/Xiaomi

Xiaomi Redmi 7 e Redmi Note 7 chegarão ao Brasil em maio — Foto: Divulgação/Xiaomi

Sony decreta fim de operações no Brasil

No fim de abril, a Sony anunciou que estaria abandonando vários mercados no mundo, entre eles a América do Sul e o Brasil. O motivo é o resultado financeiro ruim da empresa na divisão de dispositivos móveis: o prejuízo da companhia nesse setor passou de 27,6 bilhões de ienes para 97,1 bilhões de ienes no último ano. As perdas equivalem a US$ 870 milhões (cerca de R$ 3,4 bilhões).

Com a novidade, o Xperia XZ2 e o Xperia XZ2 Compact, lançados em maio de 2018, foram os últimos smartphones da Sony a desembarcarem no país. Outros produtos, como TVs e o PlayStation 4, seguem à venda na região.

Xperia XZ2; conheça a ficha técnica do celular da Sony

Xperia XZ2; conheça a ficha técnica do celular da Sony

Moto G7 Plus: boa câmera e bateria longa

O Moto G7 Plus agradou em boa parte na análise do TechTudo. O celular teve como principais pontos positivos o desempenho da câmera, que tirou boas fotos até com luz fraca, e a bateria, que apresentou duração de um dia inteiro durante os testes. Por outro lado, apesar do processador mais potente do que as outras edições da linha, o smartphone apresentou alguns travamentos incômodos, especialmente no sistema de multitarefas.

Esse é o modelo mais sofisticado da linha Moto G7, que ganhou dois novos integrantes em abril. A Motorola anunciou o Moto G7 Power na cor lilás e começou a vender o aparelho em opção com ficha técnica turbinada, com 4 GB de RAM e armazenamento de 64 GB. Durante o mês, houve também o lançamento de duas edições especiais do Moto G7 Play com acabamento em polímero premium com pequenos riscos na diagonal nas cores índigo e ouro.

Moto G7 Plus agradou nos testes de fotografia e bateria na análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo Moto G7 Plus agradou nos testes de fotografia e bateria na análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Moto G7 Plus agradou nos testes de fotografia e bateria na análise do TechTudo — Foto: Bruno De Blasi/TechTudo

Mais do TechTudo