Jogos de estratégia

Por Gustavo Lima de Almeida, para o TechTudo


League of Legends (LoL) recebe atualizações constantes nos personagens ao longo do tempo. A Riot Games procura balancear os campeões e modernizar alguns aspectos que possam estar desatualizados. No entanto, nem sempre essas mudanças são bem recebidas entre os jogadores. Em alguns casos a revolta da comunidade consegue até mesmo reverter as alterações polêmicas. Relembre, a seguir, cinco casos em que mudanças nos personagens do LoL não foram bem recebidas pelos fãs.

League of Legends; confira o nosso guia completo para iniciantes

League of Legends; confira o nosso guia completo para iniciantes

LeBlanc

Uma das maiores mudanças realizadas durante o rework dos assassinos em 2016 foi em LeBlanc. A campeã sempre foi conhecida por seu dano explosivo instantâneo e sua mobilidade. As mudanças deram mais ferramentas para ela, mas retirou outras importantes de sue kit. O seu dano, por exemplo, deixou de ser instantâneo, o que a deixava exposta a riscos maiores durante os confrontos.

Itens como a Pistola Laminar Hextec se tornaram necessários pra campeã que, anteriormente, se fortalecia com items puramente para magos. O rework não a apagou totalmente, mas seu novo kit dava muita chance de resposta para os adversários, o que baixou a prioridade de LeBlanc. A alteração foi desfeita em 2018 e a antiga maga que explodia os inimigos com facilidade voltou.

LeBlanc teve mudanças no seu kit de habilidades — Foto: Divulgação/Riot Games LeBlanc teve mudanças no seu kit de habilidades — Foto: Divulgação/Riot Games

LeBlanc teve mudanças no seu kit de habilidades — Foto: Divulgação/Riot Games

Rakan

A mudança mais recente da lista foi em Rakan. Seu kit o torna extremamente ágil, o que permite ao suporte alternar entre as funções de protetor de aliados e iniciador de lutas. Por conta de sua agressividade durante o jogo Riot decidiu enfraquecer o campeão.

A primeira mudança foi diminuir a velocidade do W - Entrada Triunfal, sua ferramenta principal de iniciação. Depois o nerf veio no seu combo do W junto com sua habilidade ultimate, Rapidez, que impedia o uso simultâneo das duas skills. A combinação era primordial para os main Rakans e fez com que a comunidade ficasse insatisfeita ao ponto de considerar o personagem "morto" pela Riot.

Rakan teve sua iniciação bem enfraquecida — Foto: Divulgação/Riot Games Rakan teve sua iniciação bem enfraquecida — Foto: Divulgação/Riot Games

Rakan teve sua iniciação bem enfraquecida — Foto: Divulgação/Riot Games

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Aatrox

Aatrox teve altos e baixos desde que foi lançado. Ele era extremamente popular na sua estréia, mas depois de alguns reajustes foi substituído por outras escolhas mais viáveis. Antes de sua reformulação em 2018 o campeão começou a reaparecer em partidas competitivas como uma escolha bem viável e efetiva.

O rework chegou e sua popularidade continuou em crescimento. Porém os fãs mais saudosistas do campeão não gostaram das mudanças no personagem, principalmente a retiradas de características da personalidade de Aatrox. O roubo de vida, que era crucial em seu kit, não tinha mais tanta importância, e suas habilidades sofreram comparações com as de Riven.

O remake de Aatrox dividiu opiniões no game — Foto: Divulgação/Riot Games O remake de Aatrox dividiu opiniões no game — Foto: Divulgação/Riot Games

O remake de Aatrox dividiu opiniões no game — Foto: Divulgação/Riot Games

Draven

Draven sempre foi um atirador forte no começo do jogo. Sua habilidade Q, Revolução do Machado, garante uma troca muito forte já no nível 1, na qual quase nenhum ou AD Carry consegue superar seu dano tão cedo. Porém, enfrentar Draven no começo do jogo já foi um pesadelo bem maior do que é hoje. Sua antiga passiva, Lâminas Sinistras era um dos motivos do campeão ser um dos mais usados do LoL.

Cada vez que Draven atingia um adversário com Revolução do Machado ou com um golpe crítico, causava sangramento que fazia o oponente sofrer dano sobre tempo pelos próximos quatro segundos. Quando a Riot mudou sua passiva para a atual, em que ele ganha mais gold conforme farma e destrói torres, muitos jogadores sentiram que ele perdeu a sua força característica.

Draven já foi bem mais opressor do que ele é hoje — Foto: Divulgação/Riot Games Draven já foi bem mais opressor do que ele é hoje — Foto: Divulgação/Riot Games

Draven já foi bem mais opressor do que ele é hoje — Foto: Divulgação/Riot Games

Graves

A mudança nos atiradores fez com que Graves se tornasse inviável como AD Carry na bot lance, rota onde sempre foi reconhecido pela sua força, dominância e trocas favoráveis. Sua nova mecânica congelou sua velocidade de ataque e seus ataques passaram a ser como os tiros de uma escopeta. Os disparos só atingem os alvos na frente de Graves, o que o impede de farmar em uma rota comum.

Entretanto, essa mecânica o tornou um excelente caçador e duelista. A atualização mudou totalmente a sua função no jogo, apesar de ainda ser um carregador que causa muito dano explosivo. Mesmo com sua popularidade mantida e mecânica já aceita pela comunidade, muitos ainda pedem para que o antigo Graves volte, na esperança da Riot reverter as mudanças como fez com LeBlanc.

Graves teve sua função no jogo alterada devido a mudanças em seu kit — Foto: Divulgação/Riot Games Graves teve sua função no jogo alterada devido a mudanças em seu kit — Foto: Divulgação/Riot Games

Graves teve sua função no jogo alterada devido a mudanças em seu kit — Foto: Divulgação/Riot Games

Mais do TechTudo