Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


O Chromecast 3 é a geração mais recente do dongle do Google. O dispositivo, lançado no Brasil em fevereiro deste ano, permite transmitir conteúdos do smartphone ou tablet para a televisão, transformando qualquer TV em smart. O modelo trouxe poucas novidades em relação à geração anterior, mas manteve as características mais atrativas, como o tamanho compacto e o preço baixo, de R$ 349.

Com concorrentes como o Amazon Fire TV Stick e o Roku, o usuário pode ter dúvidas se o Chromecast 3 ainda é uma boa opção. Pensando nisso, o TechTudo preparou uma lista com os prós e contras do dispositivo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Google Chromecast 3: veja preço no Brasil e ficha técnica do novo aparelho

Google Chromecast 3: veja preço no Brasil e ficha técnica do novo aparelho

Ficha técnica do Chromecast 3

  • Dimensões: 5,5 cm x 5,2 cm
  • Resolução: Full HD (até 1080p a 60 fps)
  • Rede sem fio: Wi-fi 802.11 ac (2,4GHz / 5 GHz)
  • Fonte de alimentação: 5V e 1A
  • Portas e conectores: HDMI e microUSB
  • Sistemas operacionais compatíveis: Android, iOS, Windows e macOS

PONTOS POSITIVOS

Processamento e qualidade de imagem

O Chromecast 3 conta com um CPU ligeiramente melhor do que seu antecessor. Por conta disso, o aparelho responde até 15% mais rápido e suporta uma qualidade de imagem superior: sua resolução máxima é de 1080p (Full HD) a 60 frames por segundo contra 1080p a 30 fps do Chromecast 2. Embora a diferença não seja muito grande, o dispositivo deve oferecer imagens mais fluidas, sobretudo em streaming de games.

Outro diferencial da terceira geração é o suporte nativo à Google Assistente, para quem prefere controlar o dispositivo por comandos de voz. Assim, caso o usuário possua o Google Home ou um celular Android, pode ativar a assistente de voz para transmitir as imagens na TV.

Chromecast 3 é 15% mais rápido e resolução máxima de 1080p a 60 fps — Foto: Luciana Maline/TechTudo Chromecast 3 é 15% mais rápido e resolução máxima de 1080p a 60 fps — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Chromecast 3 é 15% mais rápido e resolução máxima de 1080p a 60 fps — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Variedade de aplicativos

O dongle HDMI do Google tem hoje uma variedade imensa de aplicativos disponíveis para baixar. Serviços como Netflix, YouTube, Spotify, HBO GO, Crunchyroll, entre outros, podem ser visualizados na tela grande usando o Chromecast. O Amazon Prime Video foi o app mais recente a ganhar suporte ao Chromecast.

Além disso, o dispositivo tem integração nativa com os apps da Gigante de Buscas, como Google Fotos, Google Play Music e Google Play Filmes. Para usar qualquer um desses aplicativos, basta instalar no smartphone e clicar no ícone para transmitir.

Chromecast 3 pode ser encontrado por a partir de R$ 250 — Foto: Luciana Maline/TechTudo Chromecast 3 pode ser encontrado por a partir de R$ 250 — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Chromecast 3 pode ser encontrado por a partir de R$ 250 — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Preço e disponibilidade

Uma das principais vantagens do Chromecast sobre seus concorrentes, como Amazon Fire TV Stick e Roku, é o custo-benefício. Apesar de seu preço sugerido ser de R$ 349, o dispositivo já pode ser encontrado no varejo por cerca de R$ 250 — contra R$ 300 de seus principais concorrentes. Se o usuário optar por comprar nos Estados Unidos, o preço é ainda menor: US$ 35 (cerca de R$ 140, em conversão direta). Outro ponto positivo é a disponibilidade. Como o Chromecast 3 é vendido oficialmente no Brasil, é possível encontrá-lo em várias lojas, sem precisar apelar para a importação.

PONTOS NEGATIVOS

Não reproduz em 4K

Quem quer assistir conteúdos em formato Ultra HD não pode contar com o Chromecast 3. Como já dito, o dispositivo tem resolução máxima de 1080p (Full HD). Isso significa que ainda é possível usá-lo em uma televisão 4K, mas o aparelho vai reproduzir imagens em resolução menor e sem efeitos HDR.

Nesse caso, o recomendado é adquirir o Chromecast Ultra, que ,além de ter suporte a conteúdos em 4K, é o único modelo a vir de fábrica com entrada Ethernet. Seus principais concorrentes são o Amazon Fire Stick 4K, o Apple TV 4K e o Roku Premiere.

Não tem controle remoto

O diferencial do Chromecast é justamente a facilidade de transmitir um conteúdo do celular para a televisão. Em alguns casos, porém, isso pode não ser conveniente, como quando a bateria do smartphone está baixa. Seus principais concorrentes, como o Amazon Fire Stick e o Roku, vêm com controle remoto na caixa, além de um aplicativo próprio para dispositivos mobile. O acessório tende a facilitar bastante o uso e pode fazer falta no dongle do Google. Apesar disso, graças ao modo HDMI-CEC, há a possibilidade de usar o Chromecast com o controle da TV, mas suas opções são limitadas.

Traz poucas inovações

Se você tem um Chromecast 2 e está pensando em comprar o Chromecast 3, fica o alerta: não há diferenças significativas entre os dois modelos. Como dito antes, a geração mais atual conta apenas com uma maior taxa de frames a 1080p e suporte nativo à Google Assistente. De resto, ambos os modelos são semelhantes: têm conexão Wi-Fi dual-band (2,4 GHz e 5 GHz), alimentação via cabo microUSB e design em formato de disco.

Nesse caso, o mais indicado seria pagar um pouco mais e fazer um upgrade para o Chromecast Ultra (que não está disponível oficialmente no Brasil) ou outros dispositivos com suporte 4K e HDR.

Vale a pena comprar um Chromecast? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo