Campeonatos

Por Bruna Telles, para o TechTudo


A ESL One: Cologne 2019, torneio mundial de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), começa no dia 2 de julho. O campeonato será disputado na Lanxess-Arena, na cidade de Colônia, Alemanha, e tem o prêmio total de US$ 300 mil (R$ 1,1 milhão em conversão direta). Reunindo 16 dos melhores times de CS:GO do mundo, esta será a sexta edição da competição, que começou em 2014.

O Brasil será representado na disputa pelos elencos da MIBR e FURIA. Vale lembrar que a line up da Made In Brazil é bicampeã do evento, já que o time trouxe o troféu para casa quando vestia a camisa da SK Gaming, em 2016 e 2017. Confira, a seguir, cinco curiosidades da ESL One Cologne.

Origem

Os suecos da Ninja in Pyjamas fizeram as honras de conquistar o primeiro título da ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL Os suecos da Ninja in Pyjamas fizeram as honras de conquistar o primeiro título da ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL

Os suecos da Ninja in Pyjamas fizeram as honras de conquistar o primeiro título da ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL

Criada em 2014, a ESL One: Cologne foi o terceiro Major da história de CS:GO. O evento trouxe elementos inusitados para época, como a introdução da distribuição aleatória dos times na fase de grupos e dois novos mapas: Cobblestone e Overpass. A responsável pelo torneio desde sua criação é a ESL, organizadora e produtora de torneios de esports de jogos como Dota 2, Rainbow Six: Siege, Clash Royale e Brawl Stars.

Em 2014, os 16 times classificados vieram com dois status. As Lendas (Legends) ganharam vaga automática por terminar no top 8 da IEM Katowice. Os Desafiantes (Challengers), garantiram presença por meio das qualificatórias na América do Norte, Europa, Índia e Oceania. Na fase de grupos, os times se enfrentaram em sistema de dupla eliminação, e os oito finalistas jogaram partidas em séries melhores de três mapas (MD3), incluindo na grande final.

Os países mais vitoriosos

Suécia e Brasil estão empatados com dois títulos da ESL One: Cologne para cada país — Foto: Reprodução/Twitter ESL Counter-Strike Suécia e Brasil estão empatados com dois títulos da ESL One: Cologne para cada país — Foto: Reprodução/Twitter ESL Counter-Strike

Suécia e Brasil estão empatados com dois títulos da ESL One: Cologne para cada país — Foto: Reprodução/Twitter ESL Counter-Strike

Suécia e Brasil estão empatados com dois títulos da ESL One: Cologne. Os suecos levaram o título em 2014 com a Ninjas in Pyjamas de Patrik "f0rest" Lindberg, Christopher "GeT_RiGhT" Alesund, Richard "Xizt" Landström, Robin "Fifflaren" Johansson e Adam "friberg" Friberg. O bicampeonato veio em 2015 com a Fnatic de Jesper "JW" Wecksell, Robin "flusha" Rönnquist, Markus "pronax" Wallsten, Olof "olofmeister" Kajbjer e Freddy "KRIMZ" Johansson. Já em 2016, foi a vez da SK Gaming de Gabriel "FalleN" Toledo, Fernando "fer" Alvarenga, Marcelo "coldzera" David, Lincoln "fnx" Lau e Epitácio "TACO" de Melo. A equipe conquistou o bicampeonato em 2016, com João "felps" Vasconcellos no elenco.

Brasil bicampeão

A SK Gaming faz história em 2016 com o primeiro título na ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL A SK Gaming faz história em 2016 com o primeiro título na ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL

A SK Gaming faz história em 2016 com o primeiro título na ESL One: Cologne — Foto: Divulgação/ESL

Dois dos títulos mais icônicos do Brasil no CS:GO vieram da ESL One: Cologne. Em 2016, a SK Gaming fez uma campanha vitoriosa, sem nenhuma derrota na fase de grupos. Nos playoffs, os brasileiros venceram a Flipside Tatics e Virtus.pro e garantiram vaga na grande final. A equipe derrotou a Team Liquid por 3 a 0 e conquistou o título. Em 2017, a SK teve uma campanha modesta, ficando em sexto lugar na fase de grupos. Nos playoffs, o time foi vitorioso contra a OpTic Gaminge FaZe Clan. A final foi contra a Cloud9, que dias antes havia vencido o Minor de Cracóvia. O bicampeonato veio com uma vitória por 3 a 0 contra os norte-americanos.

Os MVPs de Colônia

Juntos na MIBR, Gabriel "FalleN" Toledo e Marcelo "coldzera" David já foram MVPs da ESL One: Cologne pela SK Gaming — Foto: Reprodução/ESL Juntos na MIBR, Gabriel "FalleN" Toledo e Marcelo "coldzera" David já foram MVPs da ESL One: Cologne pela SK Gaming — Foto: Reprodução/ESL

Juntos na MIBR, Gabriel "FalleN" Toledo e Marcelo "coldzera" David já foram MVPs da ESL One: Cologne pela SK Gaming — Foto: Reprodução/ESL

Entre os jogadores que brilharam na ESL One: Cologne, cinco se destacaram como os MVPs do torneio. Friberg foi o destaque de 2015 com 1.14 de Rating 1.0 e flusha o destaque de 2016 com 1.38 de Rating 1.0. Aleksandr "s1mple" Kostyliev, MVP de 2018, teve 1.37 de Rating 2.0, mesmo rating de coldzera, MVP de 2016 com 213 abates, 36.6% de headshots, 88.4 de dano/round e 238 rounds jogados. Já FalleN, MVP de 2017, teve 1.24 de Rating 2.0, 263 abates, 30% de headshots, 78.9 de dano/round e 342 rounds jogados.

Um torneio histórico

A Lanxess Arena, palco das cinco edições da ESL One: Cologne, é um dos locais mais icônicos do esporte eletrônico — Foto: Reprodução/PCWorld A Lanxess Arena, palco das cinco edições da ESL One: Cologne, é um dos locais mais icônicos do esporte eletrônico — Foto: Reprodução/PCWorld

A Lanxess Arena, palco das cinco edições da ESL One: Cologne, é um dos locais mais icônicos do esporte eletrônico — Foto: Reprodução/PCWorld

A ESL One: Cologne é um dos torneios mais famosos da cena mundial de CS:GO. As edições 2014 a 2016 tiveram status de Major da Valve. Em 2016, o prêmio total foi de surpreendentes US$ 1 milhão (R$ 3,8 milhões). Com muita importância para o competitivo, a Lanxess Arena, palco de todas as edições, ganhou o apelido de "catedral dos esports" pela comunidade. O nome é uma referência à catedral de Colônia, um dos pontos mais famosos da cidade e patrimônio da humanidade desde 1996.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais do TechTudo