Jogos de ação

Por André Magalhães, para o TechTudo


Free Fire Battlegrounds, Battle Royale da Garena, é sucesso em todo o Brasil. O game ocupa o topo da lista dos jogos mais baixados do Google Play Store, com mais de 100 milhões de downloads, e conquistou o prêmio de Jogo Mais Inovador no Google Play de 2019. No ano passado, foi o jogo para smartphones mais baixado no Brasil, além de ter o maior número de players ativos no país, segundo o relatório Global Digital Report 2019.

Atualmente há diversos Battle Royales disponíveis para baixar nos smartphones, como PUBG Mobile e Fortnite. Contudo, Free Fire se diferencia dos concorrentes do gênero e permanece no topo das preferências no país. Confira, a seguir, motivos que podem justificar a grande popularidade do jogo da Garena.

Free Fire pode ser baixado em qualquer dispositivo Android e iPhone (iOS) — Foto: Divulgação/Garena Free Fire pode ser baixado em qualquer dispositivo Android e iPhone (iOS) — Foto: Divulgação/Garena

Free Fire pode ser baixado em qualquer dispositivo Android e iPhone (iOS) — Foto: Divulgação/Garena

O jogo é leve

Free Fire consegue rodar na maioria dos smartphones disponíveis no mercado. O jogo ocupa pouco espaço na memória do celular: 270 MB no Android e 460 MB no iPhone (iOS). Além disso, ele requer versões antigas dos sistemas operacionais para conseguir rodar: no Android, funciona em celulares com o sistema a partir da versão 4.0.3; no iPhone, o requisito mínimo é a versão 9.0 do iOS.

Uma outra vantagem é que as partidas não consomem grandes quantidades de dados móveis como alguns aplicativos de redes sociais, por exemplo. Isso permite que as partidas possam ser jogadas sem uma conexão via Wi-Fi. É possível acompanhar quanto o aplicativo gasta dos seus dados móveis.

Free Fire consegue ser jogado em modelos mais básicos de smartphones — Foto: Divulgação/Garena Free Fire consegue ser jogado em modelos mais básicos de smartphones — Foto: Divulgação/Garena

Free Fire consegue ser jogado em modelos mais básicos de smartphones — Foto: Divulgação/Garena

Interface intuitiva e jogabilidade simples

Free Fire é um jogo que preza pela simplicidade. O objetivo é do game é ser o último sobrevivente no mapa. A jogabilidade segue a mesma premissa, e agrada desde o jogador novato até os mais experientes. As miras possuem um sistema de trava quem auxiliam na hora de acertar o alvo. As munições não são divididas por calibres, ou seja, podem ser utilizadas em todas as armas.

Por se tratar de um aplicativo leve, os gráficos não são realistas como em outras opções para jogos de tiro em smartphones. Ainda assim, o Battle Royale faz um bom trabalho com as texturas e cenários. Os menus são intuitivos e levam o jogador até uma partida em pouco tempo.

Free Fire tem visual agradável e controles simples — Foto: Reprodução/Cleiton Madruga Free Fire tem visual agradável e controles simples — Foto: Reprodução/Cleiton Madruga

Free Fire tem visual agradável e controles simples — Foto: Reprodução/Cleiton Madruga

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Partidas curtas e dinâmicas

Outro triunfo do jogo da Garena é ser uma diversão rápida para os usuários. As partidas duram, no máximo, dez minutos e comportam até 50 jogadores simultâneos. Para efeito de comparação, PUBG Mobile traz um máximo de 100 jogadores por partida, que pode durar até 30 minutos. Os jogos mais rápidos é tornam a jogabilidade mais dinâmica, pois força os players a entrarem em batalhas em vez de adotar estratégias mais seguras no mapa.

Partidas de Free Fire duram, no máximo, dez minutos — Foto: Divulgação/Garena Partidas de Free Fire duram, no máximo, dez minutos — Foto: Divulgação/Garena

Partidas de Free Fire duram, no máximo, dez minutos — Foto: Divulgação/Garena

Atualizações frequentes

Um dos grandes desafios para jogos online é trazer conteúdo relevante com frequência para manter os seus jogadores ativos. Isso é algo que Free Fire faz muito bem. Desde maio de 2018 o jogo da Garena começou a trazer Passes de Elite a cada mês, em um esquema parecido com o das temporadas de Fortnite. Sempre com um tema diferente, esses passes de elite trazem novas skins para os usuários.

Além disso, Free Fire traz atualizações para a jogabilidade e disponibiliza novidades para deixar o jogo mais desafiador. Constantemente o jogo traz novas áreas para o mapa, modos de jogo, armas e itens especiais. Há também desafios diários, semanais e eventos dentro do game que ajudam a liberar novas skins e diamantes.

Atualizações mensais, com novos itens e temas, são liberadas para os jogadores de Free Fire — Foto: Divulgação/Garena Atualizações mensais, com novos itens e temas, são liberadas para os jogadores de Free Fire — Foto: Divulgação/Garena

Atualizações mensais, com novos itens e temas, são liberadas para os jogadores de Free Fire — Foto: Divulgação/Garena

Referências ao Brasil

Por ter uma das maiores comunidades do jogo, o Brasil é muito bem representado em Free Fire. A popularidade é tão grande que existe uma página oficial no Facebook dedicada aos brasileiros, com conteúdo exclusivo em português. Há também eventos criados exclusivamente para o público brasileiro que celebram datas comemorativas locais, como festa junina e o Dia da Independência.

As homenagens ao país não param por aí: Miguel, um dos personagens jogáveis, é brasileiro. O personagem é um Soldado de Elite das Forças Especiais e sua aparência e vestimentas lembram muito um famoso nome do cinema brasileiro: Capitão Nascimento, protagonista dos filmes Tropa de Elite 1 e 2, interpretado por Wagner Moura.

O soldado Miguel, cujas vestimentas lembram o Capitão Nascimento, dos filmes Tropa de Elite 1 e 2 — Foto: Divulgação/Garena O soldado Miguel, cujas vestimentas lembram o Capitão Nascimento, dos filmes Tropa de Elite 1 e 2 — Foto: Divulgação/Garena

O soldado Miguel, cujas vestimentas lembram o Capitão Nascimento, dos filmes Tropa de Elite 1 e 2 — Foto: Divulgação/Garena

Mais do TechTudo