Por Leticia Bay, para o TechTudo


A Uber é uma das maiores empresas do mundo no ramo de aplicativos de transporte. No Brasil, a marca iniciou suas atividades em 2014, e hoje o serviço está presente em diversas cidades do país. O app funciona de forma simples, e pode ser baixado em qualquer smartphone Android ou iPhone (iOS). Além dos serviços disponíveis atualmente, como Uber e Uber Eats, a empresa tem planos para o futuro que incluem entrega de produtos com drones e até transporte aéreo, com o uberAIR.

Durante a Uber Elevate Summit, conferência que aconteceu nos dias 11 e 12 de junho em Washington, a companhia anunciou algumas novidades, como protótipos de eVTOL, novas cidades para testar o serviço aéreo, entre outras. Confira a seguir seis promessas de serviços da Uber que podem aparecer nos próximos anos.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

UberAIR é uma das apostas da empresa para o futuro — Foto: Divulgação/Uber UberAIR é uma das apostas da empresa para o futuro — Foto: Divulgação/Uber

UberAIR é uma das apostas da empresa para o futuro — Foto: Divulgação/Uber

Uber AIR

A ideia de ter carros voadores está cada vez mais perto de se tornar realidade. Isso porque a Uber espera começar seus testes do uberAIR já em 2020. O projeto conta com diversas parcerias para o desenvolvimento dos eVTOLs, os veículos voadores. Entre os nomes, estão companhias como Boeing, Embraer, Bell (parte do grupo comercial do Google) e Jaunt Air Mobility. A brasileira Embraer, inclusive, apresentou um protótipo recentemente, e pode ter seu modelos participando do serviço no futuro.

Procedimento para pedir Uber Air deverá ser semelhante à solicitação de um carro — Foto: Divulgação/Uber Procedimento para pedir Uber Air deverá ser semelhante à solicitação de um carro — Foto: Divulgação/Uber

Procedimento para pedir Uber Air deverá ser semelhante à solicitação de um carro — Foto: Divulgação/Uber

A proposta do serviço, segundo a empresa, é aliviar o congestionamento dos transportes no solo e inaugurar a mobilidade urbana por via aérea. Ainda de acordo com a empresa, a ideia é que, a longo prazo, existam veículos elétricos transportando milhares de pessoas por preços acessíveis. O procedimento para pedir os carros voadores, por exemplo, deve ser o mesmo dos dias atuais ao pedir um uberX, por exemplo.

A Uber deve começar os testes já no ano que vem, e, durante a Uber Elevate Summit, anunciou a inclusão de Melbourne, na Austrália, como a terceira cidade a receber o serviço – o Brasil também era cotado –, além de Dallas e Los Angeles, nos Estados Unidos. Vale lembrar que Os primeiros voos comerciais, entretanto, só devem acontecer em 2023.

Entrega com drones

Com o Uber Eats, a Uber tem planos para otimizar o trabalho de entregas utilizando drones. O projeto está no radar da empresa desde maio de 2018, mas só agora foi confirmado. A primeira cidade a ser contemplada com a nova modalidade deve ser San Diego, na Califórnia. O serviço de entrega será feito em zonas de aterrissagem seguras e previamente designadas. Lá, os entregadores receberão o pacote e o levarão até a porta do cliente. Além disso, serão utilizados pacotes especiais de entrega, que prometem manter os lanches quentes e intactos.

Serviço de entrega será feito em zonas de aterrissagem seguras  — Foto: Divulgação/SMX Systems Serviço de entrega será feito em zonas de aterrissagem seguras  — Foto: Divulgação/SMX Systems

Serviço de entrega será feito em zonas de aterrissagem seguras — Foto: Divulgação/SMX Systems

Uber Boat

Outra novidade da empresa é o Uber Boat, uma modalidade de transporte aquaviário da companhia. O serviço está disponível na cidade de Mumbai, na Índia, desde fevereiro. Os interessados podem solicitar barcos com seis a oito lugares por US$ 80, cerca de R$ 297, em conversão direta. Outra opção é o Uber Boat XL, uma embarcação com capacidade de 10 passageiros, que sai a US$ 132, aproximadamente R$ 490. O projeto, ainda em fase piloto, tem previsão de ser expandido dentro do país asiático ainda no primeiro semestre.

O serviço funciona de maneira semelhante à plataforma para carros, disponível em celulares Android e iPhone (iOS), e serve como uma alternativa de transporte para os moradores da cidade. Vale lembrar que Mumbai é conhecida por ser uma das cidades mais congestionadas do mundo.

Uber Boat é uma das novas modalidades de transporte — Foto: Divulgação/Uber Uber Boat é uma das novas modalidades de transporte — Foto: Divulgação/Uber

Uber Boat é uma das novas modalidades de transporte — Foto: Divulgação/Uber

A plataforma também pode ser usada na Croácia e na Turquia, além de já ter funcionado de modo temporário em Baltimore e Boston, nos Estados Unidos, Cairo, no Egito, Kiev, na Ucrânia, e durante o festival de cinema de Cannes, na França.

Uber Copter

Além do uberAIR, a companhia tem planos para outro serviço de táxi aéreo: o Uber Copter. O serviço vai disponibilizar corridas de helicóptero por meio do mesmo app de transporte terrestre. Segundo a Uber, o voo deve ter duração aproximada de oito minutos e pode custar entre US$ 200 e US$ 250, algo entre R$ 774 e R$ 969 em conversão direta.

Uber vai disponibilizar corridas de helicóptero — Foto: Divulgação/Uber Uber vai disponibilizar corridas de helicóptero — Foto: Divulgação/Uber

Uber vai disponibilizar corridas de helicóptero — Foto: Divulgação/Uber

Os primeiros testes serão realizados a partir do dia 9 de julho, em Nova York, nos Estados Unidos. De acordo com o The New York Times, o Uber Copter vai funcionar primeiramente para viagens entre o Aeroporto Internacional John F. Kennedy e a parte sul da ilha de Manhattan. Ainda não há previsão para o lançamento da modalidade em outras cidades e países.

Carro autônomo

Outro anúncio feito durante a conferência do Uber Elevate foi a nova versão do carro autônomo da Uber. O novo XC90 SUV será desenvolvido em parceria com a Volvo para adequar-se à tecnologia da empresa, sem precisar ser adaptado, como acontecia nas versões anteriores. O novo carro começará a ser testado em 2020.

Nova versão do carro autônomo deve ser mais segura — Foto: Divulgação/Uber Nova versão do carro autônomo deve ser mais segura — Foto: Divulgação/Uber

Nova versão do carro autônomo deve ser mais segura — Foto: Divulgação/Uber

Apesar de contar com um volante e pedais, o veículo foi projetado para operar sem um humano atrás do volante. Além disso, a nova versão do carro autônomo promete ser muito mais segura em relação às anteriores. Até o final de 2018, não era certo que a empresa continuaria trabalhando em carros autônomos, após o acidente que atingiu e matou uma mulher que estava atravessando em frente ao carro, no Arizona (Estados Unidos).

Patinete elétrica Jump

Práticas e acessíveis, as patinetes elétricas chegaram para ficar. No Brasil, empresas como Scoo, Yellow e Tembici já começaram a oferecer o servço, e a Uber anunciou recentemente que também quer trazer suas e-scooters. Os serviços serão oferecidos pela Jump, que também é responsável pelo aluguel de patinetes em diversas cidades dos Estados Unidos.

Esses veículos são uma alternativa interessante para driblar o trânsito das grandes cidades em percursos de até 3 km. Por aqui, a novidade deve chegar primeiro em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, segundo a companhia.

Bicicletas e patinetes elétricas da Uber chegam ao Brasil em 2019 — Foto: Divulgação/Uber Bicicletas e patinetes elétricas da Uber chegam ao Brasil em 2019 — Foto: Divulgação/Uber

Bicicletas e patinetes elétricas da Uber chegam ao Brasil em 2019 — Foto: Divulgação/Uber

A empresa ainda não revelou o preço da novidade no Brasil, mas é possível ter uma ideia a partir do preço do serviço nos Estados Unidos. Lá, é necessário pagar US$ 1 para destravar o aparelho (cerca de R$ 3,85), e cada minuto utilizado custa mais US$ 0,25, aproximadamente R$ 0,96. Para que o usuário consiga encontrar o veículo a tempo, a segunda taxa é cobrada apenas cinco minutos após a reserva.

Cabify vs Uber: qual o melhor no Brasil? Opine no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo