Atletas

Por Julio Puiati , para o TechTudo


Em Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), um jogador marca um ''ace'' quando elimina todos os cinco adversários em um único round. Devido ao alto grau de dificuldade, poucos atletas conseguem realizar esse tipo de jogada, ainda mais em campeonatos de grande expressão. Alguns brasileiros, no entanto, entraram para a história ao protagonizarem aces memoráveis. Relembre, a seguir, aces realizados por pro players do Brasil como Fernando ''fer'' Alvarenga, Marcelo ''coldzera'' David e Lincoln "fnx" Lau.

Jogadores brasileiros já protagonizaram vários aces no jogo — Foto: Divulgação/Valve Jogadores brasileiros já protagonizaram vários aces no jogo — Foto: Divulgação/Valve

Jogadores brasileiros já protagonizaram vários aces no jogo — Foto: Divulgação/Valve

fer – ESL One Cologne 2015

Fernando ''fer'' Alvarenga mostrou habilidade e flexibilidade na ESL One Cologne 2015 quando defendia a camisa da Luminosity Gaming. O ace foi executado na Mirage contra a Fnatic na série válida pelas quartas de final da competição. Ainda que o time tenha sido eliminado do Major, o jogador ficou marcado pela maneira como conduziu o ponto.

Os brasileiros se encontravam em um round forçado. Do outro lado, a Fnatic estava totalmente armada. Mesmo em desvantagem econômica, fer conseguiu duas eliminações com sua CZ. O rifler se deslocou em direção ao bombsite B dominado, encontrou uma AWP e finalizou a rodada com outros três abates.

fnx – IEM Katowice 2016

Lincoln "fnx" Lau, um dos maiores jogadores da história do Counter-Strike, protagonizou momentos extraordinários com a camisa da Luminosity Gaming. Na final do Intel Extreme Masters (IEM) Katowice 2016, por exemplo, o atleta demonstrou todo o seu poder de fogo marcando um ace contra a Fnatic. A jogada foi executada no segundo pistol da Overpass.

Com sua Glock empunhada, o craque brasileiro conseguiu três eliminações na tentativa de domínio do bombsite A. Em seguida, fnx recolheu uma USP deixada pelos adversários e, mesmo com cinco de vida, completou o serviço. O esforço, entretanto, não foi o suficiente para a evitar o vice-campeonato: os europeus venceram a série melhor de cinco (MD5) por 3-0 e faturaram o título.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

coldzera – ESL One Cologne 2016

O ace de Marcelo ''coldzera'' David contra a Virtus.pro na ESL One Cologne 2016 está entre as jogadas mais emocionantes do torneio. O que chama a atenção nessa play é a forma como o atleta lidou com a situação delicada: os brasileiros da SK Gaming estavam nas semifinais e perdiam por 16-15 no overtime da Cobblestone.

O quinteto brasileiro precisava impedir a entrada dos poloneses no bombsite B. Com uma M4, coldzera abateu quatro inimigos com o auxílio de uma smoke e finalizou o ace com um headshot de USP. Mesmo perdendo o mapa, a equipe se classificou para a grande final, derrotou a Team Liquid e foi campeã.

coldzera – PGL Major Krakow 2017

Coldzera foi autor de outro ace histórico. A jogada ocorreu em série contra a BIG na fase de grupos do PGL Major Krakow 2017, o 11º Mundial da história do CS:GO. A SK Gaming enfrentava os oponentes na Inferno quando o craque brasileiro entrou em ação e eliminou todos os adversários com a sua AWP.

O quinteto europeu estava prestes a efetuar a movimentação em direção ao bombsite B, mas acabou sendo surpreendido pela marcação de cold na região do arco. O rifler abateu um a um com tiros de longa distância, mostrou sua habilidade como AWPer e capacidade de se adaptar à diversas situações de jogo.

VINI – XLG Copa Brasil 2017

Vinícius "VINI" Figueiredo, um dos grandes destaques da FURIA Esports, foi protagonista de um clutch ace memorável enquanto vestia a camisa da T SHOW. A play em questão aconteceu na primeira rodada da XLG Copa Brasil 2017 contra a paiN Gaming.

VINI estava sozinho contra cinco oponentes no segundo pistol da Cobblestone. Com sua USP, ele acertou dois headshots na região da rampa CT e ficou com apenas um ponto de vida. Mesmo em condições extremamente desfavoráveis, VINI conseguiu avançar em direção ao bombsite A, eliminar o restante dos terroristas e, de quebra, desarmar a C4.

Mais do TechTudo