Atletas

Por Bruna Telles, para o Techtudo


As lives na Twitch TV são assistidas por mais de 15 milhões de pessoas diariamente, de acordo com dados do site 99firms. Famosa por transmitir streaming de jogos e torneios de esports, a plataforma também conta com diversos canais que mostram detalhes da vida real de seus influenciadores, as chamadas streams IRL (In Real Life). Alguns streamers já filmaram situações inusitadas que vão contra as regras do site e acabaram banidos por isso. Confira, a seguir, cinco criadores de conteúdo que foram excluídos da Twitch por motivos "bizarros".

"Direção perigosa"

Bri e Katie Teresi foram banidas da Twitch ao transmitirem enquanto Bri (esquerda) dirigia comendo sorvete — Foto: Reprodução/Dexerto Bri e Katie Teresi foram banidas da Twitch ao transmitirem enquanto Bri (esquerda) dirigia comendo sorvete — Foto: Reprodução/Dexerto

Bri e Katie Teresi foram banidas da Twitch ao transmitirem enquanto Bri (esquerda) dirigia comendo sorvete — Foto: Reprodução/Dexerto

Em 11 de julho de 2019, as irmãs Brie e Katie Teresi tiveram seu canal da Twitch banido por fazerem uma live enquanto dirigiam rumo à VidCon 2019. O problema tem sido recorrente na plataforma, com a ascensão dos streamers de conteúdos de vida real (IRL). Katie estava no carona, e Brie comia um balde de sorvete com as duas mãos, usando as pernas para mover o volante. As irmãs infringiram o item de comportamento auto-destrutivo dos Termos de Serviço da plataforma, que é quando um streamer transmite conteúdo onde ele coloca sua vida e segurança em risco.

Nudez

O "caso molho de tomate" é apenas uma das várias punições que Hyphonix recebeu na Twitch — Foto: Reprodução/GuruGamer.com O "caso molho de tomate" é apenas uma das várias punições que Hyphonix recebeu na Twitch — Foto: Reprodução/GuruGamer.com

O "caso molho de tomate" é apenas uma das várias punições que Hyphonix recebeu na Twitch — Foto: Reprodução/GuruGamer.com

Em 9 de março de 2018, o IRL streamer John "Hyphonix" Shevchenko teve o canal banido por um motivo inusitado. Hyphonix infringiu o item sobre nudez dos Termos de Serviço da Twitch ao tirar a camisa após jogar molho de tomate em si mesmo. O streamer, banido por 30 dias, declarou em seu Twitter que a suspensão foi longa porque ele e suas infrações eram recorrentes.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Violação de privacidade

DrDisrespect teve o canal da Twitch banido por transmitir direto do banheiro público da E3 2019 — Foto: Divulgação/Razer DrDisrespect teve o canal da Twitch banido por transmitir direto do banheiro público da E3 2019 — Foto: Divulgação/Razer

DrDisrespect teve o canal da Twitch banido por transmitir direto do banheiro público da E3 2019 — Foto: Divulgação/Razer

Durante a E3 2019, Guy "DrDisrespect" Beahm foi banido da Twitch por um motivo inusitado. Junto com seu cameraman, Doc entrou e filmou um dos banheiros masculinos da conferência, o que segundo a lei da Califórnia, não é permitido. Além disso, o streamer infringiu o item do Termo de Serviço da Twitch que proíbe a quebra de privacidade de qualquer indivíduo. No dia 25 de junho de 2019, DrDisrespect teve seu canal restaurado, mas apenas no dia 8 de julho o streamer retomou as transmissões.

Embriaguez

"LyndonFPS" streamer de Apex Legends foi banido da Twitch por ter dormido ao vivo depois de ter bebido demais — Foto: Reprodução/Dot Esports "LyndonFPS" streamer de Apex Legends foi banido da Twitch por ter dormido ao vivo depois de ter bebido demais — Foto: Reprodução/Dot Esports

"LyndonFPS" streamer de Apex Legends foi banido da Twitch por ter dormido ao vivo depois de ter bebido demais — Foto: Reprodução/Dot Esports

Em maio de 2019, Lyndon "LyndonFPS" Lauder, jogador de Apex Legends, foi banido por fazer uma live enquanto estava embriagado. Cerca de 500 pessoas assistiam à live no momento em que o player dormiu ao lado de um copo de cerveja. O streamer anunciou em seu Twitter que seu canal havia sido restaurado seis dias depois do ocorrido. Lyndon infringiu duas regras da Twitch: comportamento auto-destrutivo e consumo ilegal ou perigoso de bebidas alcóolicas.

Banido por quebra de direitos autorais

AJ Lester foi banido da Twitch por 24 horas ao transmitir uma luta do UFC, fingindo jogar um jogo do UFC — Foto: Reprodução/PCGamesN AJ Lester foi banido da Twitch por 24 horas ao transmitir uma luta do UFC, fingindo jogar um jogo do UFC — Foto: Reprodução/PCGamesN

AJ Lester foi banido da Twitch por 24 horas ao transmitir uma luta do UFC, fingindo jogar um jogo do UFC — Foto: Reprodução/PCGamesN

O streamer AJ Lester foi banido por 24 horas em dezembro de 2017 ao transmitir uma luta do UFC 218 entre Max Holloway e José Aldo. A disputa, que só poderia ser assistida por pay-per-view, foi exibida de um jeito inusitado. Embora não tenha escapado de infringir o item dos Termos de Serviço da Twitch sobre direitos autorais, AJ Lester foi criativo na tentativa. Com a câmera posicionada no canto inferior da tela, o streamer usava seus fones e controle, reagindo de forma dramática a cada momento da luta, como se estivesse jogando uma partida virtual de UFC.

Mais do TechTudo