Media Centers

Por Paulo Alves, para o TechTudo


Lançado em 2013, o Chromecast acumula seis anos com três gerações e quatro modelos distintos que transformam a TV em smart. Ano a ano, o aparelho ganhou melhorias na antena, suporte a mais codecs, além de mudanças de design. A primeira geração chegou ao Brasil em 2014 por R$ 199. Dois anos depois, o Chromecast 2 trouxe visual renovado e preço mais alto, de R$ 399. O Chromecast 3 teve lançamento em fevereiro de 2019 por R$ 349. Há ainda o Chromecast Ultra, que é compatível com vídeo em 4K e custa US$ 69 (cerca de R$ 260, em conversão direta e sem impostos).

As funções praticamente não mudam, independentemente da versão. O dispositivo funciona como uma ponte Wi-Fi entre o celular e a TV, que recebe e reproduz conteúdo de Netflix, YouTube e diversos outros apps que o usuário já tem no smartphone. No entanto, os recursos vão muito além. Veja, a seguir, dez coisas que o aparelho do Google pode fazer.

Veja dez coisas que o Chromecast pode fazer além de reproduzir vídeos de Netflix e YouTube — Foto: Luciana Maline/TechTudo Veja dez coisas que o Chromecast pode fazer além de reproduzir vídeos de Netflix e YouTube — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Veja dez coisas que o Chromecast pode fazer além de reproduzir vídeos de Netflix e YouTube — Foto: Luciana Maline/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Reproduzir conteúdo por meio da Google Assistente

O Chromecast não requer, necessariamente, que o usuário dê play em um conteúdo manualmente pelo celular. Usando uma caixa de som inteligente, é possível ditar algo como “OK, Google. Reproduzir Casa de Papel no Chromecast” para ativar o Google Assistente e ver o episódio mais recente da série na TV que tem o aparelho conectado via HDMI. Esse tipo de recurso funciona em conjunto com o Google Home e o Google Home Mini e requer configuração prévia.

2. Fazer apresentações

Um Chromecast conectado a uma TV ou a um projetor via HDMI permite dispensar o notebook para fazer apresentações. Nessas condições, o usuário precisa apenas de um celular e o aplicativo Google Slides, que pode se conectar ao Chromecast e transmitir o material para a tela por meio de uma conexão Wi-Fi. No modo de apresentação, o smartphone ganha a função de controle remoto e bloco de notas com tópicos para ajudar na sustentação oral.

É possível fazer uma apresentação de slides na TV com Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves É possível fazer uma apresentação de slides na TV com Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves

É possível fazer uma apresentação de slides na TV com Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves

3. Ligar e desligar a TV

Se o Chromecast estiver conectado a uma TV com a tecnologia HDMI-CEC, ele pode ligar e desligar a TV automaticamente quando receber um comando do celular do usuário. Para funcionar, basta que a televisão esteja no modo de espera — ligada na tomada, porém sem a tela acesa. Ao enviar um vídeo do YouTube, o Chromecast pode ligar a TV e desligar uma vez que a conexão é interrompida no smartphone. O mesmo recurso serve para usar o controle remoto da TV para dar play ou pausar um vídeo transmitido via Chromecast.

Use os botões de mídia do controle remoto para dar play e pause no vídeo do Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves Use os botões de mídia do controle remoto para dar play e pause no vídeo do Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Use os botões de mídia do controle remoto para dar play e pause no vídeo do Chromecast — Foto: Reprodução/Paulo Alves

4. Transformar TV em monitor para o notebook

Na falta de um cabo HDMI, é possível usar o Chromecast para transformar uma TV em monitor sem fio para o computador. O truque é lançar mão do espelhamento de tela via Google Chrome. O conteúdo é transmitido em tempo real e, embora não ofereça boa taxa de frames para assistir a vídeos, deve ser suficiente para navegar na web e ler documentos.

5. Deixar que convidados reproduzam vídeos

O Chromecast pode receber comandos mesmo que o celular do usuário esteja usando Internet móvel (4G). Para isso, é preciso ativar o Modo Convidado, que libera a transmissão de vídeos vindos de smartphones que não, necessariamente, estão conectados à rede local. É uma função útil em festas: qualquer pessoa na sala pode, por exemplo, escolher a música do Spotify sem precisar da senha do seu Wi-Fi.

6. Cantar karaokê

Outra utilidade interessante do Chromecast para festas é a compatibilidade com aplicativos de karaokê. O aplicativo Karaoke Party, por exemplo, adapta os vídeos em formato karaokê do YouTube e transmite a letra na TV. Bastam um microfone e uma caixa de som para completar a cantoria. O app é gratuito, mas algumas músicas estão disponíveis apenas para quem faz uma assinatura semanal de R$ 9,50.

Chromecast: dicas para quem quer comprar o aparelho

Chromecast: dicas para quem quer comprar o aparelho

7. Espelhar tela para compartilhar com os amigos

Celulares Android podem espelhar a tela diretamente em uma TV com o Chromecast instalado. O recurso é útil para compartilhar algo com os amigos que estão à volta sem se preocupar em usar, obrigatoriamente, um aplicativo compatível com o aparelho do Google. É possível mostrar trajetos no Google Maps, ligações e qualquer outra coisa que apareça no display do telefone.

8. Personalizar o modo ambiente

O Modo Ambiente é uma função do Chromecast que transforma a TV em uma espécie de porta-retratos digital. Quando não há vídeos sendo reproduzidos, é possível ver as fotos da última viagem ou paisagens de bancos de imagem. É possível sincronizar o Chromecast com o Google Fotos, Facebook e outros apps e escolher quais conteúdos poderão ser exibidos na tela grande — o celular não precisa estar por perto.

9. Assistir a vídeos caseiros

Além de se integrar com o Modo Ambiente, o Google Fotos permite usar a TV com Chromecast como tela de apresentação para fotos e vídeos do acervo pessoal. Com o toque de um botão, é possível exibir álbuns completos, filmes e outros conteúdos da sua biblioteca de mídia. A vantagem dessa função é que é possível escolher exatamente o que vai aparecer na televisão — o smartphone, nesse caso, funciona apenas como o seletor do conteúdo.

10. Levar o aparelho ao viajar

O design do Chromecast pouco mudou ao longo dos anos. Qualquer versão é muito portátil, seja a primeira geração, com formato de pendrive, ou as seguintes, com visual circular. As dimensões compactas ajudam no transporte ao viajar: é possível guardar o aparelho facilmente no bolso ou na mochila e conectá-lo na TV mais próxima para aproveitar suas funções em qualquer lugar.

Testamos o Chromecast

Testamos o Chromecast

Smart TV ou Chromecast: qual é melhor? Veja no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo