Atletas

Por Débora de Brito, para o TechTudo


Free Fire Battlegrounds é o Battle Royale mobile mais popular do Brasil. O game da Garena, disponível para download em celulares Android e iPhone (iOS), foi o mais baixado do país em 2018. Além de ter um grande público entre os jogadores casuais, o título começa a se desenvolver nos esports. A maioria dos pro players fica conhecida no cenário pelos seus nicknames. Confira, a seguir, jogadores brasileiros de Free Fire que foram criativos na hora de criar seus apelidos e podem inspirar você a escolher um nome para jogar. Todos os atletas da lista são do sexo masculino.

Kronos

Kroonos, da GPS Veteranos, foi eleito o MVP do primeiro Mundial — Foto: Divulgação/BBL Kroonos, da GPS Veteranos, foi eleito o MVP do primeiro Mundial — Foto: Divulgação/BBL

Kroonos, da GPS Veteranos, foi eleito o MVP do primeiro Mundial — Foto: Divulgação/BBL

Ariano "Kronos" Ferreira foi eleito o MVP - Most Valuable Player ("Jogador Mais Valioso", em tradução literal) na Free Fire World Cup, realizada na Tailândia no início de 2019. Na época, o pro player de 18 anos de Santa Terezinha, Pernambuco, jogava pela GPS Veteranos, e o time terminou o torneio em sexto lugar na tabela final de classificação. Kronos e sua equipe conseguiram a vaga no mundial ao conquistar o segundo lugar na primeira temporada da Free Fire Pro League Brasil. Atualmente, Kronos joga pela Vivo Keyd.

Prince

Prince é jogador profissional de Free Fire da INTZ — Foto: Divulgação/INTZ Prince é jogador profissional de Free Fire da INTZ — Foto: Divulgação/INTZ

Prince é jogador profissional de Free Fire da INTZ — Foto: Divulgação/INTZ

Kliphiton "Prince" Morais, da cidade de Manaus, joga pelo time da INTZ. O pro player de 20 anos começou a jogar Free Fire há aproximadamente um ano, antes disso se dedicava ao game Point Blank. Prince já disputou a Free Fire Pro League Brasil 2019 e chegou na grande final. Além disso, junto com sua equipe, já venceu a Liga das Estrelas e o BsOff. Seu nick foi escolhido sem intenção: Prince buscava por um nome em sites de Free Fire e gostou do apelido.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Supreme

Supreme joga Free Fire pela INTZ — Foto: Divulgação/INTZ Supreme joga Free Fire pela INTZ — Foto: Divulgação/INTZ

Supreme joga Free Fire pela INTZ — Foto: Divulgação/INTZ

Caio "Supreme" Vinicius tem 19 anos e também é de Manaus, no Amazonas. O jogador profissional da INTZ chegou como finalista na última edição do campeonato brasileiro do jogo, a Free Fire Pro League Brasil 2019, e acumulou títulos na Liga das Estrelas e no BsOff junto com Prince. Além de jogar o Battle Royale por indicação de amigos, Supreme já foi atleta de Clash Royale e, no passado, gostava de jogar LoL e CS:GO. Seu nick foi escolhido em referência à marca de roupas norte-americana.

Crusher

Crusher, pro player da LOUD, primeiro da direita para a esquerda — Foto: Reprodução/Nimo TV Crusher, pro player da LOUD, primeiro da direita para a esquerda — Foto: Reprodução/Nimo TV

Crusher, pro player da LOUD, primeiro da direita para a esquerda — Foto: Reprodução/Nimo TV

Arthur "Crusher" Ramos, de 19 anos, é natural de Pariquera-Açu, São Paulo. Além de jogar pela LOUD, o jogador é streamer na Nimo TV e produz conteúdo para o canal do YouTube da equipe. Crusher é considerado o líder da guilda que deu nome ao time, e disputou o título da Free Fire Pro League 2019 junto da equipe, que é recente no cenário competitivo. O player também já jogou a Brasil Game Cup 2018 com a Cachaceiros E-Sports.

Coringa

Coringa deixará de fazer parte da line up principal da LOUD — Foto: Divulgação/LOUD Coringa deixará de fazer parte da line up principal da LOUD — Foto: Divulgação/LOUD

Coringa deixará de fazer parte da line up principal da LOUD — Foto: Divulgação/LOUD

Victor "Coringa" Augusto jogou pela LOUD na última edição da Free Fire Pro League Brasil 2019. O pro player já tinha experiência no cenário competitivo do jogo da Garena desde que disputou a Brasil Game Cup em 2018 ao lado dos outros integrantes da Cachaceiros E-Sports. Coringa também é conhecido por seu canal no YouTube e pelas streams que faz com o nome da equipe. Recentemente, o jogador anunciou sua saída do competitivo para se dedicar à outros projetos do time.

GGeasy

Line up de Free Fire da paiN Gaming, antiga New X; GGeasy é o quarto, da direita para a esquerda — Foto: TechTudo/Tainah Tavares Line up de Free Fire da paiN Gaming, antiga New X; GGeasy é o quarto, da direita para a esquerda — Foto: TechTudo/Tainah Tavares

Line up de Free Fire da paiN Gaming, antiga New X; GGeasy é o quarto, da direita para a esquerda — Foto: TechTudo/Tainah Tavares

Ramon "GGeasy" atualmente faz streams pelo time de Free Fire da paiN Gaming. O pro player foi o fundador da New X, equipe que venceu a segunda temporada da Pro League Brasil, e irá disputar uma vaga no mundial do game na próxima edição do torneio junto da line up campeã. GGeasy ficou conhecido por seu canal no YouTube, no qual faz transmissões de partidas de Free Fire desde 2018. Atualmente, o streamer também grava pela Cube TV.

Free Fire já foi processado pelo PUBG? Entenda no Fórum do TechTudo

PAPAKILL

Line up de Free Fire da Black Dragons; PAPAKILL é o terceiro da fileira — Foto: Reprodução / Twitter (Black Dragons) Line up de Free Fire da Black Dragons; PAPAKILL é o terceiro da fileira — Foto: Reprodução / Twitter (Black Dragons)

Line up de Free Fire da Black Dragons; PAPAKILL é o terceiro da fileira — Foto: Reprodução / Twitter (Black Dragons)

Eduardo "PAPAKILL" Junior é um jogador da atual line up de Free Fire da Black Dragons e-Sports, organização ativa em diversas modalidades de esportes eletrônicos desde 1997. PAPAKILL ingressou no time em abril de 2019, mês em que foi campeão da Gold Brasil Mobile de Free Fire. Porém, desde então, a equipe não se destacou mais em campeonatos do Battle Royale. A line up chegou a competir a Fase de Grupos da segunda temporada da Free Fire Pro League, mas não conseguiu se classificar para a etapa seguinte.

Mais do TechTudo