Segurança

Por Fernanda Lutfi, para o TechTudo


Com o número crescente de crianças e adolescentes que possuem smartphones com acesso rápido e imediato à Internet, os pais precisam tomar cuidado com os tipos de conteúdo aos quais seus filhos estão expostos no dia a dia. Alguns aplicativos para Android e iPhone (iOS) podem indicar uma necessidade ainda maior de monitoramento das atividades online dos jovens. Como é o caso dos apps MeetMe, Hot or Not e Whisper, que promovem o encontro de seus usuários com pessoas até então desconhecidas, podendo se tornar um risco.

Outros, como o Secret Photo Calculator, são apenas uma fachada que indicam conteúdo oculto, como fotos e vídeos. O TikTok e o Ask.fm, por exemplo, acabam fazendo vítimas do chamado cyberbullying, que é a utilização de plataformas online com o objetivo de intimidar e hostilizar outras pessoas. Pensando nisso, o TechTudo preparou uma lista para ajudar a manter os pais atentos ao tipo de conteúdo online que seus filhos consomem.

Apps como o Snapchat podem representar riscos na web para crianças e adolescentes — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo Apps como o Snapchat podem representar riscos na web para crianças e adolescentes — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Apps como o Snapchat podem representar riscos na web para crianças e adolescentes — Foto: Carolina Ochsendorf/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. MeetMe

O MeetMe é um aplicativo, como o Tinder e o Happn, que conecta pessoas com base em sua localização geográfica, e encoraja os usuários a se encontrarem pessoalmente. Com mais de 40 milhões de usuários de todas as idades que desejam conhecer outras pessoas, este é um app em que é preciso se manter atento, já que permite o contato com desconhecidos.

Com o MeetMe, seus filhos estão conectados a uma rede de mais de 40 milhões de usuários até então desconhecidos — Foto: Reprodução/Aline Jesus Com o MeetMe, seus filhos estão conectados a uma rede de mais de 40 milhões de usuários até então desconhecidos — Foto: Reprodução/Aline Jesus

Com o MeetMe, seus filhos estão conectados a uma rede de mais de 40 milhões de usuários até então desconhecidos — Foto: Reprodução/Aline Jesus

2. Hot or Not

Com o Hot or Not, é possível classificar os perfis de outros usuários, buscar pessoas em sua área geográfica e conversar com quem você ainda não conhece, também em modo similar ao Tinder. O app funciona como uma rede social cujo objetivo é promover encontros casuais entre seus usuários.

3. Ask.fm

A Ask.fm é uma rede social que permite fazer perguntas para outros usuários anonimamente. Na plataforma, é possível questionar amigos em seus perfis, responder a questionamentos feitos, além de seguir pessoas que considerar interessantes para ter acesso às suas respostas mais facilmente. Ao longo dos anos, o Ask.fm tem sido um meio muito utilizado para o cyberbullying.

O Ask.fm permite que seus usuários façam e respondam a perguntas anonimamente; prática pode facilitar o cyberbullying — Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo O Ask.fm permite que seus usuários façam e respondam a perguntas anonimamente; prática pode facilitar o cyberbullying — Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo

O Ask.fm permite que seus usuários façam e respondam a perguntas anonimamente; prática pode facilitar o cyberbullying — Foto: Gabrielle Lancellotti/TechTudo

4. Secret Photo Calculator

Este é apenas um exemplo em meio a vários aplicativos que podem ser baixados para salvar de forma oculta todo tipo de documento que o usuário desejar. O Secret Photo Calculator permite esconder fotos, vídeos, arquivos e até mesmo o histórico de navegação. O ícone exibido na tela principal do smartphone é como o de uma calculadora normal, para que outras pessoas não desconfiem.

Alguns aplicativos podem ser utilizados para esconder arquivos, como o Secret Photo Calculator — Foto: Reprodução/Lucas Mendes Alguns aplicativos podem ser utilizados para esconder arquivos, como o Secret Photo Calculator — Foto: Reprodução/Lucas Mendes

Alguns aplicativos podem ser utilizados para esconder arquivos, como o Secret Photo Calculator — Foto: Reprodução/Lucas Mendes

5. Whisper

O Whisper é uma rede social anônima que promove o compartilhamento de segredos. O app permite que seus usuários compartilhem tudo o que desejarem sem a necessidade de identificação. Além de promover o contato com estranhos, o programa também dá acesso à localização dos seus usuários para que as pessoas possam se encontrar com mais facilidade, recurso que pode ser perigoso para os jovens.

6. TikTok

O TikTok, rede social que permite criar e compartilhar vídeos curtos, já é muito popular entre as crianças e adolescentes. O app passou recentemente da marca de 1 bilhão de downloads em celulares Android e iPhone (iOS). No entanto, seus usuários também podem estar vulneráveis ao cyberbullying e a conteúdo impróprio.

TikTok pode deixar crianças e adolescentes vulneráveis a cyberbullying ou a conteúdo explícito — Foto: Divulgação/TikTok TikTok pode deixar crianças e adolescentes vulneráveis a cyberbullying ou a conteúdo explícito — Foto: Divulgação/TikTok

TikTok pode deixar crianças e adolescentes vulneráveis a cyberbullying ou a conteúdo explícito — Foto: Divulgação/TikTok

7. Snapchat

O Snapchat, que se tornou muito popular nos últimos anos, permite que seus usuários façam vídeos ou fotos que desaparecem após algum tempo. Porém, o app pode ser um meio para compartilhamento de conteúdo explícito e fotos íntimas, o que pode representar um risco para a segurança de crianças e adolescentes que o utilizam.

Recurso de exclusão de mensagens do Snapchat pode facilitar o compartilhamento de conteúdo explícito — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes Recurso de exclusão de mensagens do Snapchat pode facilitar o compartilhamento de conteúdo explícito — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Recurso de exclusão de mensagens do Snapchat pode facilitar o compartilhamento de conteúdo explícito — Foto: Reprodução/Rodrigo Fernandes

Como forma de auxiliar os pais na missão de manter os filhos seguros no ambiente online, alguns aplicativos de controle parental estão disponíveis, como o Qustodio e o Kaspersky Safe Kids. O TechTudo possui uma lista com outras opções para monitorar os filhos.

WhatsApp: cinco dicas para usar o app com segurança

WhatsApp: cinco dicas para usar o app com segurança

Tablet para crianças é seguro? Participe da discussão no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo