Sistemas operacionais

Por Ana Letícia Loubak, para o TechTudo


O Windows 95 comemora 24 anos de lançamento neste sábado (24). O sistema operacional da Microsoft foi considerado um divisor de águas na história da informática, e marcou a iniciação de muitas pessoas no mundo dos PCs. Win95, como também é conhecido, exigia apenas 50 MB de espaço em disco para ser instalado e inovou ao trazer recursos como o Menu Iniciar — hoje visto como marca registrada da série Windows.

Além disso, o sistema demandou um investimento de US$ 300 milhões em ações de marketing, o que levou à venda de 40 milhões de cópias e a um lucro de mais de US$ 500 milhões para a Microsoft em cinco meses de lançamento. Para comemorar o aniversário do Windows 95, o TechTudo preparou uma lista com oito curiosidades sobre o sistema operacional.

Windows 95 faz 24 anos; lista traz fatos curiosos sobre o sistema da Microsoft — Foto: Divulgação/Microsoft

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Menu Iniciar e Internet Explorer

O Windows 95 foi a primeira versão do sistema com o Menu Iniciar, cuja aparência evoluiu bastante desde então. Na época, o recurso promoveu uma verdadeira revolução ao agregar todas as funções básicas do sistema em um só lugar — das configurações aos programas instalados — e ajudou muitos usuários a entender melhor o funcionamento de um computador. Hoje, o Menu Iniciar é uma das marcas registradas do Windows.

Foi com o Win95 que surgiu também o Internet Explorer. O navegador, no entanto, não vinha instalado no sistema e precisava ser comprado em um pacote extra de atualizações. Ele só passou a vir pré-instalado a partir da versão OEM Service Release 1, que já continha o programa em sua edição 2.0.

2. Cyber Sitcom

Jennifer Aniston e Matthew Perry estrelaram Cyber Sitcom da Microsoft — Foto: Reprodução/YouTube (The Nostalgist)

A Microsoft pegou carona no sucesso da série Friends, que estreava sua segunda temporada em 1995, para promover o Windows 95. A empresa contratou duas das principais estrelas da série, Jennifer Aniston e Matthew Perry, para fazer um vídeo especial para o lançamento do sistema operacional. Batizado de "Cyber Sitcom”, o material consistia em um tutorial de quase uma hora que explicava aos usuários como usar as principais funcionalidades do Win95.

3. Som de boas-vindas feitas no macOS

Embora estejamos mais que acostumados ao som de inicialização do Windows, o barulhinho foi uma novidade que surpreendeu muitas pessoas em 1995. Após terminar o boot, o sistema recebia os usuários com uma curta melodia de três segundos. O que pouca gente sabe é que o som de boas-vindas foi criado no macOS.

O músico inglês Brian Eno foi o compositor do som de boas-vindas do Windows 95 — Foto: Reprodução/Instagram

O responsável pela composição da música de início do Windows 95 é o músico inglês Brian Eno, conhecido por sua expertise em sons ambientes. Ele foi contratado pela companhia de Bill Gates para produzir uma melodia que fosse inspiradora, universal, otimista e futurista. Ao todo, o músico criou 84 samples, dos quais a Microsoft escolheu apenas um. Todas as amostras foram feitas em um computador com macOS por um motivo muito simples: “Eu nunca usei um PC na minha vida. Eu não gosto deles”, disse Eno em entrevista à BBC Radio 4, em 2011.

4. Marketing milionário

A Microsoft gastou cerca de US$ 300 milhões para promover o Windows 95. O montante incluiu desde gastos com campanhas publicitárias, como o "Cyber Sitcom", até iniciativas mais extravagantes, que envolveram iluminar o Empire State Building, em Nova York, Estados Unidos, com as cores do Windows 95 e pendurar um banner promocional de 91 metros na Torre CN, em Toronto, Canadá. Para se ter uma ideia da magnitude da divulgação, US$ 12 milhões foram gastos somente garantindo os direitos dos acordes de abertura da música "Start Me Up", dos Rolling Stones, usada em comerciais televisivos para promover o Menu Iniciar.

5. Altos índices de lucro

O massivo investimento em publicidade foi, afinal, recompensado. O sistema operacional chegou às lojas de varejo por US$ 209. Após um ano de lançamento, 40 milhões de cópias do Windows 95 já tinham sido vendidas. As vendas renderam cerca de US$ 4,4 bilhões à Microsoft, que lucrou US$ 575 milhões no primeiro trimestre fiscal encerrado em dezembro de 1995, cinco meses após o lançamento do sistema.

6. Codinome "Chicago"

Microsoft "Chicago" aparecia na tela inicial das versões preliminares do Windows 95 — Foto: Divulgação/Microsoft

O Windows 95 foi batizado com esse nome devido ao seu ano de lançamento — 1995. Durante a fase de testes, porém, o sistema operacional recebeu um codinome secreto. Os desenvolvedores da Microsoft seguiam uma curiosa tradição de apelidar os OSs conforme cidades e atribuíram ao então Windows 4.0, que viria a se tornar o Win95, o codinome "Chicago". O apelido aparecia na tela inicial das primeiras cópias beta do sistema.

7. Requisitos para instalação

Era preciso ter drive de disquete para instalar o Windows 95 — Foto: Filipe Garrett/TechTudo

Para instalar o Windows 95, era necessário que o PC tivesse um processador 386 com pelo menos 4 MB de memória RAM e 50 MB de armazenamento. A máquina precisava também ter um drive de disquetes, já que o Win95 era distribuído em 13 unidades desse tipo de mídia ou em CD-ROMs. Para ter uma ideia de como os sistemas operacionais da Microsoft evoluíram, o Windows 10 exige das máquinas pelo menos 1 GB de memória e 16 GB de espaço em disco.

8. O Windows 95 pode rodar no navegador

Emulador de Windows 95 tem maioria dos recursos do sistema original — Foto: Reprodução/Paulo Alves

Em 2016, um projeto criado pelo desenvolvedor escocês Andrea Faulds tornou possível reviver a experiência do Windows 95. O site win95.ajf.me é capaz de emular quase completamente o sistema operacional e seus programas mais famosos, incluindo os clássicos jogos Paciência Spider e Freecell — tudo isso sem sair do Chrome, Firefox ou qualquer outro navegador.

Meu Windows 95 não que mais iniciar o que faço? Tire dúvidas no Fórum do TechTudo.

Edição mais recente do sistema: conheça as novidades do Windows 10

Edição mais recente do sistema: conheça as novidades do Windows 10

Mais do TechTudo