Jogos de ação

Por Rafael Monteiro, para o TechTudo


O Dreamcast completou essa semana 20 anos desde seu lançamento, em setembro de 1999, e vive na memória de alguns jogadores como um dos consoles mais marcantes da Sega, apesar de sua vida breve. Em menos de dois anos até seu cancelamento, o Dreamcast recebeu alguns títulos clássicos que são lembrados até hoje, como a série Sonic Adventure, Jet Set Radio e Shenmue. Alguns de seus games mais famosos tiveram espaço em relançamentos, mas nem todos são fáceis de se encontrar atualmente. Relembre algumas franquias que nasceram no console.

Sonic Adventure

Atualmente os games originais de Sonic em 3D podem não parecer tão impressionantes, mas em sua época, eles empolgaram jogadores do Dreamcast. O primeiro trazia muita ação e velocidade, além de uma grande novidade que era uma cidade para explorar, porém tinha alguns momentos chatos como Big the Cat e seu minigame de pescaria. A sequência Sonic Adventure 2 dividiu a história entre o lado do bem e do mal, com a estreia do rival Shadow the Hedgehog. Até hoje fãs do ouriço pedem por um novo capítulo da série e Sonic Adventure 2 foi o título mais vendido do Dreamcast.

Clássica série Sonic Adventure trouxe um novo estilo de jogo para o mascote da Sega no Dreamcast — Foto: Reprodução/Konsolen-World Clássica série Sonic Adventure trouxe um novo estilo de jogo para o mascote da Sega no Dreamcast — Foto: Reprodução/Konsolen-World

Clássica série Sonic Adventure trouxe um novo estilo de jogo para o mascote da Sega no Dreamcast — Foto: Reprodução/Konsolen-World

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Crazy Taxi

A loucura de Crazy Taxi era extremamente divertida e viciante. No papel de um taxista radical, jogadores tinham que levar seus clientes do ponto A ao B o mais rápido possível e realizando o máximo de manobras absurdas no trânsito para ganhar mais dinheiro. Tecnicamente o jogo começou nos fliperamas, porém utilizava a placa Naomi da Sega que era basicamente a estrutura do Dreamcast em um gabinete arcade.

Crazy Taxi também esteve entre os mais vendidos do Dreamcast graças a sua jogabilidade viciante e divertida — Foto: Reprodução/Gamer-Tech Crazy Taxi também esteve entre os mais vendidos do Dreamcast graças a sua jogabilidade viciante e divertida — Foto: Reprodução/Gamer-Tech

Crazy Taxi também esteve entre os mais vendidos do Dreamcast graças a sua jogabilidade viciante e divertida — Foto: Reprodução/Gamer-Tech

Shenmue

O estranho RPG da Sega surpreendeu fãs em sua época ao trazer um nível de detalhamento até então nunca antes visto. Era possível ler placas, comprar itens em lojas e jogar fliperamas como se o personagem estivesse mesmo naquele mundo. Também era possível perguntar para todas as pessoas sobre os mistérios que intrigavam o protagonista Ryo em busca do assassino de seu pai e todas responderiam com diálogos dublados. Talvez o mais curioso é que o game não tinha uma direção certa e o jogador podia perder compromissos essenciais para resolver o mistério e até mesmo perder completamente a chance de resolvê-lo após um certo tempo.

Shenmue trouxe um nível de detalhes no Dreamcast que nunca havia sido visto nos jogos 3D até então — Foto: Reprodução/Geek Shenmue trouxe um nível de detalhes no Dreamcast que nunca havia sido visto nos jogos 3D até então — Foto: Reprodução/Geek

Shenmue trouxe um nível de detalhes no Dreamcast que nunca havia sido visto nos jogos 3D até então — Foto: Reprodução/Geek

Jet Set Radio

A franquia que mais esbanjava estilo no Dreamcast definitivamente era Jet Set Radio, um game que reunia várias culturas em uma ideia original com visual de desenho animado. O jogador começava sua própria turma de patinadores na fictícia cidade de Neo Tokyo enquanto grafitava para aumentar sua influência, derrotava gangues rivais e enfrentava poderosos que estavam em busca de um disco secreto capaz de invocar um demônio.

Jet Set Radio era um dos games com mais estilo no Dreamcast — Foto: Reprodução/Destructoid Jet Set Radio era um dos games com mais estilo no Dreamcast — Foto: Reprodução/Destructoid

Jet Set Radio era um dos games com mais estilo no Dreamcast — Foto: Reprodução/Destructoid

Skies of Arcadia

Uma das maiores surpresas no console, Skies of Arcadia apresentava um RPG incrivelmente divertido sobre piratas dos céus em busca de tesouro, encrenca e também uma chance para salvar o mundo. Diferente de outros RPGs com história mais pesada, o clima de Skies of Arcadia era quase sempre leve graças ao sempre determinado capitão Vyse. Um detalhe bem interessante é que o jogo permitia recrutar novos talentos para sua base pirata através do mundo.

Skies of Arcadia era um RPG extremamente divertido e cheio de aventuras para o Dreamcast — Foto: Reprodução/Kotaku Skies of Arcadia era um RPG extremamente divertido e cheio de aventuras para o Dreamcast — Foto: Reprodução/Kotaku

Skies of Arcadia era um RPG extremamente divertido e cheio de aventuras para o Dreamcast — Foto: Reprodução/Kotaku

Phantasy Star Online

A franquia Phantasy Star já existia desde o Master System, porém foi no Dreamcast que ela se transformou em uma série diferente. Phantasy Star Online foi o primeiro grande jogo online para consoles e um marco em sua época. A estrutura do game não era como em um MMORPG e sim algo mais semelhante a Monster Hunter, no qual um grupo de quatro amigos podia se reunir para enfrentar diversos monstros e derrubarem um chefão juntos. Tudo isso em troca de pontos de experiências e novos equipamentos para ficar cada vez mais forte.

Phantasy Star Online para Dreamcast foi o primeiro grande jogo online para consoles — Foto: Reprodução/Listal Phantasy Star Online para Dreamcast foi o primeiro grande jogo online para consoles — Foto: Reprodução/Listal

Phantasy Star Online para Dreamcast foi o primeiro grande jogo online para consoles — Foto: Reprodução/Listal

Power Stone

Uma série de luta menos conhecida da Capcom é Power Stone que colocava lutadores para se enfrentarem em uma arena totalmente 3D. Dentro desse espaço, era possível usar objetos dos cenários, armas e reunir as poderosas "Power Stones" que garantiam super poderes fantásticos e golpes especiais durante um breve período de tempo. A sequência Power Stone 2 trouxe lutas com quatro pessoas ao mesmo tempo e cenários ainda mais loucos para as batalhas, o que explorava o lado mais "Party Game" da franquia.

Power Stone 2 era um ótimo jogo multiplayer para o Dreamcast que poucas pessoas tiveram a chance de conhecer — Foto: Reprodução/Comic Book Power Stone 2 era um ótimo jogo multiplayer para o Dreamcast que poucas pessoas tiveram a chance de conhecer — Foto: Reprodução/Comic Book

Power Stone 2 era um ótimo jogo multiplayer para o Dreamcast que poucas pessoas tiveram a chance de conhecer — Foto: Reprodução/Comic Book

Floigan Bros.

Esta é uma das franquias mais engraçadas e pouco conhecidas das lançadas para o Dreamcast. Floigan Bros. era como um desenho animado sobre dois irmãos: o pequeno e astuto Hoigle e o grande e não tão esperto Moigle. No papel de Hoigle, o jogador precisava explorar seu ferro-velho e muitas vezes guiar o irmão maior para resolver quebra-cabeças e avançar na história. O game teria episódios regulares grátis online, porém, apenas o primeiro foi lançado. Há 3 anos os desenvolvedores ajudaram usuários a desbloquear os outros episódios, os quais já estavam no disco.

Floigan Bros. do Dreamcast era como jogar um divertido desenho animado como Tom & Jerry — Foto: Reprodução/Defunct Games Floigan Bros. do Dreamcast era como jogar um divertido desenho animado como Tom & Jerry — Foto: Reprodução/Defunct Games

Floigan Bros. do Dreamcast era como jogar um divertido desenho animado como Tom & Jerry — Foto: Reprodução/Defunct Games

Você ainda joga Dreamcast? Comente no Fórum do TechTudo.

Mais do TechTudo