Por Giovanna Japiassú, para o TechTudo — Rio de Janeiro


Overwatch é o FPS da Blizzard disponível para download no PC (Battle.net), PS4 e Xbox One que faz bastante sucesso tanto entre os jogadores casuais quanto entre os mais competitivos. Lançado em 2016, o jogo traz personagens de diferentes classes e personalidades que marcam bastante a gameplay. Os campeões femininos e masculinos têm histórias curiosas por trás de sua origem que geram debates entre os fãs. Confira, a seguir, cinco segredos e curiosidades sobre os personagens de Overwatch.

O jogo Overwatch possui personagens com personalidades marcantes — Foto: Divulgação/Blizzard O jogo Overwatch possui personagens com personalidades marcantes — Foto: Divulgação/Blizzard

O jogo Overwatch possui personagens com personalidades marcantes — Foto: Divulgação/Blizzard

Os irmãos Shimada eram um único personagem

Genji surgiu após dividirem o personagem Hanzo em dois — Foto: Divulgação/Blizzard Genji surgiu após dividirem o personagem Hanzo em dois — Foto: Divulgação/Blizzard

Genji surgiu após dividirem o personagem Hanzo em dois — Foto: Divulgação/Blizzard

No primeiro projeto do jogo, o personagem Hanzo estava designado a ser um samurai ciborgue que usava a força de um arco e de uma espada em suas batalhas. Durante o início do desenvolvimento, a equipe adicionou tantas habilidades ninjas em seu design, que dividiu opiniões sobre o resultado final.

A solução encontrada foi repartir o herói em dois: Hanzo e Genji. Ambos irmãos e protagonistas da história do clã Shimada, marcado pelas habilidades em artes marciais, esgrima e arco e flecha. Enquanto Hanzo manteve a roupa e o arco do design original, Genji recebeu toda a característica de ninja ciborgue com shurikens e espada.

Lúcio originalmente teria a habilidade de desacelerar o tempo

A primeira ultimate de Lúcio desacelerava o tempo — Foto: Divulgação/Blizzard A primeira ultimate de Lúcio desacelerava o tempo — Foto: Divulgação/Blizzard

A primeira ultimate de Lúcio desacelerava o tempo — Foto: Divulgação/Blizzard

Nos estágios iniciais de desenvolvimento, o brasileiro Lúcio tinha a proposta de ser um herói com habilidades focadas na manipulação do tempo. A primeira habilidade suprema desenvolvida para o personagem era capaz de desacelerar a partida, reduzindo a velocidade de movimento de todos, com exceção dele mesmo.

Isso permitia que o carioca corresse para acertar headshots ou boopar inimigos para fora do mapa com maior facilidade. Apesar de parecer divertido, os desenvolvedores foram contra essa ideia, pois além de ser uma habilidade significativa para os inimigos, atrapalharia os aliados em muitos aspectos.

A fala “Desculpa”, da Mei, surgiu sem querer

A fala "Desculpa" de Mei é uma das mais usadas no jogo — Foto: Reprodução/Giovanna Japiassú A fala "Desculpa" de Mei é uma das mais usadas no jogo — Foto: Reprodução/Giovanna Japiassú

A fala "Desculpa" de Mei é uma das mais usadas no jogo — Foto: Reprodução/Giovanna Japiassú

Uma das falas mais amadas de Overwatch não estava no script de dublagem. O designer Michael Chu revelou durante um evento que a frase “Sorry” (“Desculpa”) da personagem Mei surgiu depois de um erro que a dubladora, Yu Zhang, cometeu durante a gravação. Yu pediu desculpas quatro vezes seguidas de um jeito fofo e tímido, o que chamou atenção de Chu. Segundo ele, assim que escutou, olhou para o engenheiro de som e perguntou: “você gravou isso?”.

Jetpack Cat, o personagem cancelado

Jetpack Cat é um dos personagens cancelados de Overwatch — Foto: Divulgação/Blizzard Jetpack Cat é um dos personagens cancelados de Overwatch — Foto: Divulgação/Blizzard

Jetpack Cat é um dos personagens cancelados de Overwatch — Foto: Divulgação/Blizzard

Ainda na fase inicial de desenvolvimento de Overwatch, a equipe cogitou implementar um gato de jetpack como um dos heróis do jogo, apelidado pelos fãs de Jetpack Cat. No entanto, segundo o produtor Jeff Kaplan, o personagem estaria longe demais da proposta do game, e ele não conseguia imaginar seu funcionamento em primeira pessoa.

Algumas imagens do gato foram divulgadas na Blizzcon de 2017, junto a outros heróis que também foram descartados. No entanto, novas especulações surgiram em fevereiro de 2018, quando a personagem Brigitte foi lançada. A história por trás da heroína a mostra na companhia de um gato branco, no qual ela começa a equipar com armaduras próprias na oficina do pai, Torbjörn. Esse fato levantou diversas teorias entre os fãs, que acreditam que o personagem ainda possa surgir.

Tracer surgiu de um projeto cancelado da Blizzard

Tracer foi inspirada na classe Jumper do projeto cancelado da Blizzard — Foto: Divulgação/Blizzard Tracer foi inspirada na classe Jumper do projeto cancelado da Blizzard — Foto: Divulgação/Blizzard

Tracer foi inspirada na classe Jumper do projeto cancelado da Blizzard — Foto: Divulgação/Blizzard

O conceito da personagem Tracer surgiu em um dos projetos cancelados da Blizzard, o jogo Titan. Dentre as classes desse MMO, havia o Jumper, caracterizado pela habilidade de se teletransportar em pequenos intervalos, rebobinar sua linha do tempo, soltar bombas magnéticas e atacar com duas pistolas na mão.

A versão jogável do Jumper era apenas a masculina, pois a maioria dos desenhos iniciais dessa classe eram de homens. Após o projeto ter sido cancelado, os desenvolvedores aproveitaram a ideia para criar a heroína Tracer no jogo Overwatch, dessa vez do sexo feminino e com uma história detalhada por trás. A personagem foi a primeira a ser implementada no jogo, o que a fez ser a “garota propaganda” nas peças de marketing do game.

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Overwatch - Primeiros minutos no jogo

Overwatch - Primeiros minutos no jogo

Mais do TechTudo