Por Julio Puiati , para o TechTudo


A Twitch TV é uma plataforma de vídeos ao vivo de jogos disponível para web e em app com download grátis para Android e iPhone (iOS). O serviço de streams conta com regras de conduta que visam proteger os usuários de conteúdos sensíveis como comportamento tóxico, discursos de ódio, violência e nudez. Cada tipo de violação tem uma penalização específica, que pode variar de uma simples suspensão ao banimento permanente do streamer. A empresa, no entanto, já aplicou sanções controversas que causaram polêmica. Confira, a seguir, cinco streamers que foram banidos da Twitch e as punições levantaram discussões na comunidade. Os casos envolvem um brasileiro, um roubo transmitido ao vivo e até conteúdo sexual.

Gabepeixe

Gabepeixe recebeu punição de três dias — Foto: Twitter/Gabepeixe Gabepeixe recebeu punição de três dias — Foto: Twitter/Gabepeixe

Gabepeixe recebeu punição de três dias — Foto: Twitter/Gabepeixe

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O streamer brasileiro Gabriel '''Gabepeixe'' recebeu uma suspensão de três dias da Twitch após mostrar o pôster Back Catalogue, da banda Pink Floyd, durante uma transmissão. Como a fotografia de 1977 é composta por seis mulheres nuas de costas em uma piscina, o material teria violado uma das regras da plataforma que restringe ''conteúdo sexual ou que envolva nudez''.

O curioso é que o pôster não pertencia ao brasileiro. Gabepeixe estava assistindo à uma transmissão de outro streamer da Twitch que exibia a fotografia estampada na parede próximo ao computador. O dono do cartaz, por sua vez, nunca foi banido da plataforma. Gabriel Baptista realiza transmissões de Playerunknown's Battlegrounds (PUBG), Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO) e outros jogos.

BeesOnMyHeadTV

BeesOnMyHeadTV durante uma gameplay de Mortal Kombat — Foto: Twitch/BeesOnMyHeadTV BeesOnMyHeadTV durante uma gameplay de Mortal Kombat — Foto: Twitch/BeesOnMyHeadTV

BeesOnMyHeadTV durante uma gameplay de Mortal Kombat — Foto: Twitch/BeesOnMyHeadTV

Jonny Zeta, dono do canal BeesOnMyHeadTV, ficou mundialmente conhecido por um acontecimento surpreendente no início de setembro. O streamer estava realizando uma transmissão ao vivo dentro de um estacionamento dos Estados Unidos quando, de repente, foi assaltado. Os bandidos atiraram no local, roubaram o carro de Jonny e fugiram.

Após o incidente, o streamer revelou nas redes sociais que estava bem, mas que sua conta na Twitch havia sido banida. De acordo com a postagem do norte-americano, a plataforma diz ter aplicado uma suspensão temporária para ''proteger a sua privacidade''. O banimento foi retirado pouco tempo depois. Jonny produz conteúdo sobre carros e também faz streams de jogos como Mortal Kombat.

Fareeha

Fareeha é streamer de Overwatch da Gen.G — Foto: YouTube/Fareeha Fareeha é streamer de Overwatch da Gen.G — Foto: YouTube/Fareeha

Fareeha é streamer de Overwatch da Gen.G — Foto: YouTube/Fareeha

Fareeha Andersen, streamer da Gen.G Esports, recebeu uma advertência da Twitch por ter realizado uma transmissão com ''roupas íntimas'' em setembro de 2019. Segundo a plataforma, a jogadora de Overwatch estava usando uma lingerie, quando, na verdade, eram apenas roupas normais de academia.

Fareeha se manifestou de forma irônica no Twitter revelando que sequer tinha uma lingerie em casa. O canal da streamer não foi suspenso ou deletado, mas a jogadora recebeu uma punição pelo ocorrido: 90 dias sem poder participar de atividades promocionais realizadas pela Gen.G. Atualmente, a influencer conta com 70 mil seguidores na plataforma.

Qual a velocidade de upload ideal para transmitir streams de jogos ao vivo? Confira no Fórum TechTudo

H1ghSky1

H1ghSky1 é atleta profissional da FaZe Clan — Foto: Divulgação/FaZe Clan H1ghSky1 é atleta profissional da FaZe Clan — Foto: Divulgação/FaZe Clan

H1ghSky1 é atleta profissional da FaZe Clan — Foto: Divulgação/FaZe Clan

Outro acontecimento que causou polêmica foi o banimento de Patrick ''H1ghSky1'', um dos pro players de Fortnite mais novos da atualidade. O jogador da FaZe Clan perdeu sua conta da Twitch por ter menos de 13 anos – idade mínima necessária para que os usuários utilizem a plataforma. Antes da suspensão, o norte-americano já acumulava cerca de 500 mil seguidores.

De acordo com relatórios obtidos na briga judicial entre FaZe Clan e Turner ''Tfue'', a organização dos Estados Unidos teria mentido a idade de H1ghSky1 em seu contrato. Assim, o jovem estaria apto a realizar streams e disputar campeonatos profissionais. Após o vazamento, descobriu-se que o atleta, na verdade, tinha 11 anos. Ainda não se sabe se o banimento da Twitch foi definitivo.

quqco

Quqco é designer, cosplayer e streamer — Foto: Twitch/quqco Quqco é designer, cosplayer e streamer — Foto: Twitch/quqco

Quqco é designer, cosplayer e streamer — Foto: Twitch/quqco

Phoebe ''quqco'', designer, cosplayer e streamer, foi banida da Twitch por três dias após transmitir uma live fantasiada de Chun-Li, personagem da franquia Street Fighter. A norte-americana estava interagindo com o seus seguidores durante a stream e, ao final do dia, descobriu que sua conta foi suspensa por sugerir ''conteúdo sexual'' – o que fere as regras de conduta da plataforma.

Essa não é a primeira vez que quqco é banida da Twitch. Em agosto, a cosplayer foi suspensa pelo mesmo motivo ao iniciar uma transmissão vestida de Mai Shiranui, lutadora do jogo The King of Fighters. Quqco tem 12 mil seguidores na plataforma e costuma abrir lives para desenhar, jogar e ensinar técnicas de ilustração.

Mais do TechTudo