Redes sociais

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O mês de outubro foi marcado por diversos símbolos e conteúdos banidos do Instagram. As medidas visaram conter a ação de supremacistas brancos, de perseguidores e de quem usa a plataforma para solicitar sexo. Outras mudanças, como a função de restringir e a proibição de certos filtros, tiveram como alvo o combate ao bullying e o encorajamento de uma cultura saudável na Internet.

A rede social também aproveitou as últimas semanas para lançar funções que enriquecem o aplicativo, que ganhou nova câmera e um modo noturno para celulares. No entanto, algumas novidades não agradaram, como o fim da aba “Seguindo” e o novo app Threads. Veja, a seguir, todos os destaques do Instagram no mês passado.

Confira as novidades do Instagram para outubro — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo Confira as novidades do Instagram para outubro — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Confira as novidades do Instagram para outubro — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Sinal de “ok” banido por simbolizar ódio

Na segunda semana do mês, o Instagram tomou uma atitude drástica para frear a propagação de um novo símbolo de ódio na rede: o emoji de “ok” com a mão foi banido completamente da plataforma. A medida ocorre após a imagem ter sido associada a movimentos de supremacia branca ser classificada como imprópria pela Liga Antidifamação (ADL, em inglês), organização dos Estados Unidos responsável por monitorar crimes de ódio. Posts contendo o emoji denunciados pela comunidade podem resultar na exclusão do conteúdo e banimento do usuário da rede social.

Emoji de 'OK' entra para lista de símbolos de ódio — Foto: Divulgação/Emojipedia Emoji de 'OK' entra para lista de símbolos de ódio — Foto: Divulgação/Emojipedia

Emoji de 'OK' entra para lista de símbolos de ódio — Foto: Divulgação/Emojipedia

2. Emojis com conotação sexual proibidos

No fim de outubro, a rede social também incluiu na lista de conteúdo impróprio alguns emojis que são normalmente usados com conotação sexual. O objetivo é reduzir a propagação de posts contendo “propostas implícitas ou indiretas de solicitação sexual” entre os usuários e é decorrente de uma nova política do Facebook, dono do Instagram. Emojis de banana, berinjela e outros que não, necessariamente, são sexuais, poderão ser motivo de remoção da conta se o contexto sugerir solicitação de sexo na rede.

Os emojis de banana e berinjela e outros com conotação sexual podem levar ao banimento do usuário — Foto: Reprodução/Emojipedia Os emojis de banana e berinjela e outros com conotação sexual podem levar ao banimento do usuário — Foto: Reprodução/Emojipedia

Os emojis de banana e berinjela e outros com conotação sexual podem levar ao banimento do usuário — Foto: Reprodução/Emojipedia

3. Threads: novo clone do Snapchat

Outubro foi o mês em que o Instagram ganhou o aplicativo-irmão Threads, que parece ser fortemente inspirado no rival Snapchat. Voltado para conversas privadas, o app tem o propósito de ser um canal de comunicação do usuário apenas com pessoas constantes da lista de melhores amigos. Além do chat com funções de texto, foto e vídeo, o app tem o recurso Status para informar ao grupo de amigos sobre o seu paradeiro com regularidade. A aposta, no entanto, teve um resultado inicial ruim: segundo monitores de aplicativos, apenas 0,1% do total estimado de usuários do Instagram fizeram download do novo app na primeira semana.

Threads for Instagram é app de mensagens para complementar rede social de foto — Foto: Pedro Vital/TechTudo Threads for Instagram é app de mensagens para complementar rede social de foto — Foto: Pedro Vital/TechTudo

Threads for Instagram é app de mensagens para complementar rede social de foto — Foto: Pedro Vital/TechTudo

4. Função restringir para usuários incômodos

O Instagram estreou no começo do mês a função “Restringir”, uma nova forma de limitar as comunicações de um seguidor incômodo sem precisar bloqueá-lo. Um perfil restringido ainda pode ver posts do Feed e do Stories, mas seus comentários vão para a aprovação e mensagens privadas caem sempre na caixa de solicitações. O usuário não fica sabendo se suas interações estão ou não sendo visualizadas. Segundo o Instagram, a medida visa combater o bullying na rede social e evitar conflitos online.

Função Restringir no Instagram inibe o bullying na rede social — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo Função Restringir no Instagram inibe o bullying na rede social — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

Função Restringir no Instagram inibe o bullying na rede social — Foto: Ana Letícia Loubak/TechTudo

5. Fim da aba “Seguindo”

O Instagram confirmou, no mês passado, o fim da aba “Seguindo” e gerou dúvidas por parte de usuários. Segundo a rede social, a decisão se deve ao fato de que poucas pessoas utilizavam o recurso e muitas delas sequer sabiam que a aba existia. A função mostrava uma lista de atividades dos perfis seguidos pelo usuário, incluindo curtidas e novas contas seguidas por essas pessoas. Com a mudança, o menu acessado pelo botão com ícone de coração no app passa a mostrar somente as atualizações do próprio perfil, com o nome "Atividade".

Acima, aba "seguindo"; abaixo, seção é substituída por "atividade" — Foto: Reprodução/TechTudo Acima, aba "seguindo"; abaixo, seção é substituída por "atividade" — Foto: Reprodução/TechTudo

Acima, aba "seguindo"; abaixo, seção é substituída por "atividade" — Foto: Reprodução/TechTudo

6. Modo escuro no iPhone e Android

Usuários de iPhone e Android ganharam acesso ao Modo Escuro do Instagram em outubro. A novidade surgiu primeiro na versão Beta para celulares com o sistema do Google, mas logo foi liberada na versão estável para ambos os sistemas. Usuários da Apple precisam do iOS 13 para acessar a novidade, enquanto donos de Android precisam ter a versão 10 ou a 9 (Pie), dependendo do modelo do smartphone, para mudar o visual do app. O recurso altera as cores do aplicativo e deixa tudo na cor preta, com letras brancas, características que ajudam a poupar a visão do usuário e a economizar bateria.

Instagram Modo Noturno: como deixar o app com fundo escuro

Instagram Modo Noturno: como deixar o app com fundo escuro

7. Nova câmera e modo “Criar” para Stories

O Instagram liberou uma câmera reorganizada e com design reformulado para Android e iPhone. A principal novidade está no novo modo “Criar”, que reúne as funções criativas GIFs, Contagem Regressiva, Teste, Enquete e Perguntas, antes acessadas em stickers, além do Neste Dia, recurso dedicado a fãs da hashtag #tbt que ficava no menu lateral do perfil. O layout repaginado do recurso também agiliza o acesso aos filtros, exibindo máscaras e efeitos lado a lado, com aparência muito similar à do Snapchat. Parte das novidades estava em testes desde abril, mas com um layout em formato de carrossel.

Instagram reformulou câmera do Stories com recurso Criar — Foto: Paulo Alves/TechTudo Instagram reformulou câmera do Stories com recurso Criar — Foto: Paulo Alves/TechTudo

Instagram reformulou câmera do Stories com recurso Criar — Foto: Paulo Alves/TechTudo

8. Filtros de estética e cirurgia plástica banidos

Além de alguns tipos de emojis, o Instagram passou a proibir, no mês de outubro, o uso de filtros que simulem cirurgia plástica e outros procedimentos estéticos na rede social. A medida visa as máscaras criadas e publicadas pelos próprios usuários na plataforma Spark AR, que disse estar “reavaliando as políticas vigentes no que diz respeito ao bem-estar” e que deseja que os filtros proporcionem uma “experiência positiva”. O objetivo é que esse tipo de filtro não impacte na autoestima dos usuários.

Filtro Fix Me, que insere marcas pré-operatórias no rosto dos usuários, é um dos banidos do Instagram — Foto: Marvin Costa/TechTudo Filtro Fix Me, que insere marcas pré-operatórias no rosto dos usuários, é um dos banidos do Instagram — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Filtro Fix Me, que insere marcas pré-operatórias no rosto dos usuários, é um dos banidos do Instagram — Foto: Marvin Costa/TechTudo

9. Exigência de login para visualizar fotos pelo navegador

No último mês, o Instagram passou a exigir login ativo para visualizar fotos de outros perfis na versão web. Com a mudança, um usuário sem login na rede social só pode ver a foto de perfil e algumas informações básicas de outras contas — para ver fotos e vídeos, é obrigatório ser cadastrado na plataforma e se autenticar. O pedido de login, no entanto, aparece somente após o usuário rolar por parte do feed do perfil visitado. A iniciativa é uma maneira de prevenir a ação de bisbilhoteiros, conhecidos popularmente pelo termo “stalkers”.

Instagram impede visualização de perfis sem que uma conta esteja logada no celular  — Foto: Marvin Costa/TechTudo Instagram impede visualização de perfis sem que uma conta esteja logada no celular  — Foto: Marvin Costa/TechTudo

Instagram impede visualização de perfis sem que uma conta esteja logada no celular — Foto: Marvin Costa/TechTudo

10. Sticker de contagem regressiva para vendas

A rede social começou a testar nos últimos dias um novo sticker para contas comerciais que cria uma contagem regressiva para um produto prestes a ser disponibilizado. O adesivo permite programar uma data de lançamento e adicionar uma descrição para compor um post no Stories. Usuários que veem a publicação têm a opção de tocar na janela e programar um aviso para quando o produto começar a ser comercializado.

Novo adesivo permite criar o lançamento de um produto no Instagram — Foto: Divulgação/Instagram Novo adesivo permite criar o lançamento de um produto no Instagram — Foto: Divulgação/Instagram

Novo adesivo permite criar o lançamento de um produto no Instagram — Foto: Divulgação/Instagram

Como colocar link do WhatsApp no Instagram

Como colocar link do WhatsApp no Instagram

Mais do TechTudo