Por Felipe Vinha, para o TechTudo


Em 10 anos, muitas novidades aconteceram no mundo dos games, sobretudo em jogos de PC. Alguns títulos famosos foram relançados e outros demoraram a chegar, caso de Duke Nukem Forever. Além disso, novos gêneros nasceram no período: o Battle Royale é o principal exemplo, trazendo nomes de peso como Fortnite e PUBG, entre outros. O financiamento coletivo como meio de angariar fundos para desenvolver games também merece destaque, já que foi uma possibilidade interessante e que ganhou força na última década. Confira a seguir um resumo dos momentos envolvendo jogos de PC que mais chamaram atenção nos últimos anos.

Veja momentos importantes da evolução dos jogos de PC nos últimos 10 anos — Foto: Rodrigo Bastos/TechTudo

1. O processo contra Scrolls

A Zenimax, detentora dos direitos da saga The Elder Scrolls, achou que poderia processar legalmente a produtora Mojang, hoje parte da Microsoft, por conta de um jogo chamado Scrolls. O problema é que um game não tem nenhuma relação com o outro. O título traz o termo por ser um jogo de cartas, que são representadas por pergaminhos, tradução literal de "scrolls". O processo virou piada, mas o jogo acabou mudando de nome, e atualmente se chama Caller's Bane.

Scrolls não tem relação com The Elder Scrolls, mas acabou mudando de nome — Foto: Divulgação/Mojang

2. Duke Nukem Forever é lançado

Duke Nukem Forever começou a ser desenvolvido em 1997, mais de duas décadas atrás. Ninguém acreditava mais que o game seria lançado, mas aconteceu. Inesperadamente, o jogo saiu para PC em 2011, muito tempo depois de seu anúncio inicial. Apesar dos quase 15 anos de espera, o título não agradou: nos testes do TechTudo, por exemplo, ele recebeu nota 6.

Duke Nukem Forever demorou quase 15 anos para sair, mas não agradou — Foto: Divulgação/2K Games

3. Mass Effect 3 faz produtora mudar o final

Mass Effect 3 trouxe o final da trilogia aclamada para PC, mas a conclusão da saga não agradou tanto os fãs da série. As reclamações foram tantas que a produtora BioWare resolveu fazer algo que nunca aconteceu antes nos games: mudar o final. Uma atualização foi lançada, adicionando novos elementos narrativos, para satisfazer os fãs que reclamaram a respeito.

Mass Effect 3 teve o final modificado após reclamações dos usuários — Foto: Divulgação/EA

4. Final Fantasy 14 recomeça

Final Fantasy 14 foi lançado pela primeira vez em 2010, mas teve uma recepção extremamente negativa entre os fãs. Após tentar resolver as coisas com atualizações, a produtora Square Enix viu que não conseguiria um resultado satisfatório, a não ser que matasse o jogo. E foi o que aconteceu: Final Fantasy 14 morreu em 2013 e foi relançado com o nome de Final Fantasy 14: A Realm Reborn. Há até mesmo uma história dentro do jogo para justificar isso, com uma grande guerra ocorrendo no reino e um Bahamut que destrói o planeta.

Final Fantasy 14 é um exemplo de jogo que precisou renascer para agradar aos fãs — Foto: Divulgação/Square Enix

5. A febre dos financiamentos coletivos

Em 2012, uma nova forma de fazer jogos ganhou destaque com Tim Schafer, lendário criador de jogos que resolveu lançar uma campanha de financiamento coletivo para seu próximo título. Com meta de US$ 400 mil para ter o jogo produzido, a campanha alcançou mais de US$ 3 milhões e estabeleceu uma nova moda. Foi a partir dessa campanha que nasceu Broken Age, de Tim Schafer, que só saiu em 2015. Depois do exemplo de sucesso, outros criadores conhecidos e desconhecidos fizeram uso da ferramenta para lançarem seus títulos.

Broken Age foi possível por meio de financiamento coletivo — Foto: Divulgação/Double Fine

6. O lançamento de Diablo 3

Diablo 3 chegou para PC em 2012, mas não foi de maneira tranquila, já que o game exigia conexão com a Internet para funcionar. Além disso, é importante lembrar que o lançamento foi um sucesso de vendas e sobrecarregou os servidores. Resultado: congestionamentos e erros mil, prejudicando quem queria jogar o título da Blizzard assim que fosse lançado.

Diablo 3: RPG não teve uma chegada tranquila por conta de congestionamento nos servidores — Foto: Divulgação/Blizzard

7. Nascimento do Battle Royale

Em 2017, o jogo PlayerUnknown's Battlegrounds deu início à febre dos Battle Royale. O conceito do gênero não é exatamente novo, com 100 pessoas em uma ilha, onde apenas uma sai sobrevivente. Mas, no mundo dos jogos, o estilo chegou para inovar: desde então, diversos games foram lançados com a mesma proposta, alguns com mais sucesso e outros nem tanto.

PUBG marcou a chegada do Battle Royale: depois do game, diversos outros títulos surgiram com a mesma proposta — Foto: Divulgação/Tencent

8. Twitch joga Pokémon

“Twitch joga Pokémon” foi o nome de um canal muito popular na Twitch TV em 2014, que permitia aos espectadores o controle do clássico game Pokémon por meio de comandos no chat. A ideia fez tanto sucesso e rendeu tantos memes que a fórmula foi usada para outros jogos, até mesmo com títulos de PC.

Twitch Plays Pokémon — Foto: Reprodução/Twitch

9. GTA Roleplay

GTA Roleplay é uma nova forma de se jogar GTA no PC, principalmente via streamings na Twitch TV e no YouTube. Os fãs utilizam o GTA Online para jogar, mas interpretando personagens e criando histórias próprias, como se fosse uma campanha. A modalidade ganhou força em 2018 e ainda hoje é um enorme sucesso entre os players da versão online de GTA V.

GTA Online — Foto: Divulgação/Rockstar Games

10. O 'fim' de Fortnite

Em 2019, a Epic Games resolveu encerrar o Fortnite. O jogo ficou parado durante dois dias após um buraco negro consumir tudo que estava nele, inclusive o mapa e os jogadores. Porém, tudo não passava de uma estratégia de marketing para lançar Fortnite 2, uma atualização completa do game, reiniciando suas temporadas e também disponibilizando um novo mapa. Mesmo que não sendo um fim de verdade, a ousadia da desenvolvedora vale destaque, já que deixou um jogo de grande sucesso fora do ar por tanto tempo.

Fortnite Capítulo 2: desenvolvedora decretou o 'fim' do jogo, que depois voltou com novidades — Foto: Divulgação/Epic Games

Como jogar Fortnite: 5 dicas para mandar bem no Battle Royale

Como jogar Fortnite: 5 dicas para mandar bem no Battle Royale

Mais do TechTudo