Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


Xiaomi e Philips são algumas das fabricantes que apostam em produtos eletrônicos que ajudam a dormir. A proposta vai além de um único tipo de eletrônico, e aparece tanto em fones de ouvido quanto em cobertores. A "máquina de ruído" LectroFan EVO, por exemplo, emite sons de chuva ou de ventiladores ligados, funcionando como uma espécie de caixa de som.

Há ainda um travesseiro robô que consegue acalmar o usuário por meio da respiração e até um colchão inteligente com controle de temperatura. Confira a seguir oito eletrônicos que prometem facilitar a vida de quem tem problemas para cair no sono.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

PMA Smart Blanket da Xiaomi ajusta a temperatura ideal para uma boa noite de sono — Foto: Divulgação/Xiaomi

1. Cobertor inteligente

A Xiaomi é bastante conhecida por criar produtos curiosos, e o cobertor inteligente PMA Smart Blanket é mais um deles. O dispositivo é feito com um material maleável que pode ser lavado normalmente, mas o diferencial está no controle que comanda suas funções. O recurso Modo Sono, por exemplo, ajusta automaticamente a temperatura da coberta, de acordo com o corpo do usuário. Caso duas pessoas estejam na cama, a funcionalidade aquece individualmente cada lado da metade do cobertor. Além disso, o PMA Smart Blanket pode ser configurado pelo smartphone, dispensando o uso do controle. O modelo está à venda apenas na China por 399 yuans, algo em torno de R$ 233.

2. Colchão inteligente

Além do cobertor inteligente, a gigante chinesa também tem um colchão smart: o Xiaomi Chanitex Smart Warm Mattress. Na verdade, o produto é uma capa acolchoada que fica acima do colchão e conta com um sistema de controle de temperatura que funciona por meio de água aquecida. Segundo a empresa, a temperatura máxima pode chegar a 60° C, tornando a manta livre de ácaros e outros bichos, sendo interessante principalmente para usuários com alergias. O colchão também pode ser controlado tanto por meio de um controle que fica ao lado da cama quanto pelo celular. O Xiaomi Chanitex é vendido apenas na China por a partir de 199 yuans, cerca de R$ 116 em conversão direta.

Xiaomi Chanitex promete mais conforto na hora de dormir — Foto: Divulgação/Xiaomi

3. Travesseiro robô

Sucesso no site de financiamento coletivo Kickstarter, o robô Somnox, ao ser abraçado, pode detectar o ritmo de respiração e movimento da pessoa por meio de sensores. Dessa forma, o eletrônico passa a reproduzir esse ritmo de expansão e contração e, aos poucos, passa a reduzi-lo. Isso induz a pessoa a respirar mais lentamente, relaxando o corpo ao ponto de dormir. O produto custa 599 euros, aproximadamente R$ 2.722 em conversão direta, e o frete para o Brasil sai por R$ 113.

Somnox ainda toca músicas e pode ser usado como alarme — Foto: Reprodução/Somnox

4. Alarme relaxante

O Philips Somneo Sleep and Wake-Up Light é um alarme em formato de abajur que promete ajudar o usuário tanto ao dormir quanto ao acordar. Quando é hora de ir para a cama, o aparelho emite uma luz alaranjada que simula o pôr do sol, fazendo com que o corpo se prepare para dormir. Além disso, o dispositivo vem com exercícios de relaxamento que trazem sons e luzes pulsantes. Já para despertar, o gadget emite uma luz amarela para simular o nascer do sol. O Philips Somneo não está à venda no Brasil e custa US$ 200, algo em torno de R$ 813.

Philips Somneo simula o nascer e o pôr do sol — Foto: Divulgação/Philips

5. Projetor

A ideia por trás do Dodow é fazer com que a pessoa relaxe a mente por meio de luzes refletidas no teto do quarto. Quando ativadas, essas luzes se expandem lentamente, contraindo logo em seguida na mesma velocidade. Assim, instintivamente a pessoa vai desacelerando a respiração até chegar a um ponto de total relaxamento. De acordo com a fabricante, oito minutos de uso são suficientes para entrar no chamado estado alfa, em que o cérebro se prepara para dormir. O Dodow é vendido no Brasil por meio do seu site oficial, custando R$ 229 já com a taxa de entrega incluída.

Com Dodow é possível pegar no sono em oito minutos — Foto: Divulgação/LivLab

6. Fones para dormir

Dormir usando fones de ouvido pode ser um grande incômodo. Por isso, a AcousticSheep lançou a SleepPhones, um acessório criado especificamente para ser usado na cama. Ele se assemelha a uma bandana colocada sobre as orelhas e também pode ser usado como máscara de dormir. Seu material promete ser leve e confortável e vem em três opções de tamanho. A versão mais simples traz cabo P2 para encaixar seu smartphone e sai por US$ 40 (R$ 162), enquanto a versão Bluetooth custa US$ 99,95, o equivalente a cerca de R$ 406 em conversão direta, sem impostos.

SleepPhones permite ouvir música sem incomodar os outros — Foto: Divulgação/AcousticSheep

7. Máquina de Ruído Branco

O LectroFan EVO é uma espécie de caixinha de som que conta com ruídos relaxantes em sua memória, reproduzindo sons de ventiladores ligados e de ondas do mar, por exemplo. Além disso, ele toca os ruídos branco, rosa e marrom, que remetem aos barulhos da natureza e ajudam a pegar no sono. O aparelho tem ainda uma saída para fone de ouvido e um timer para evitar que fique ligado a noite inteira. O acessório pode ser comprado no site da fabricante Sound of Sleep por US$ 50, aproximadamente R$ 203 na cotação atual.

LectroFan EVO também é útil para trabalhar em ambientes barulhentos — Foto: Divulgação/Sound of Sleep

8. Aromatizador inteligente

Luzes e ruídos podem não ser suficientes para alguns usuários, e uma opção é recorrer a essências relaxantes. O Sleepie é um aparelho que traz luzes coloridas e é capaz de reproduzir sons e soltar fragrâncias que ajudam o corpo a relaxar para uma boa noite de sono. Na hora de dormir, o Sleepie deixa um aroma de lavanda no ar e toca sons tranquilos, enquanto emite perfumes cítricos para acordar o usuário, o que deve dar mais energia para o restante do dia. O Sleepie pode ser encontrado no site oficial da fabricante por US$ 120, o equivalente a R$ 488.

Sleepie solta perfumes cítrico e de lavanda, conforme hora do dia — Foto: Reprodução/Kickstarter

Qual o site oficial da Xiaomi no Brasil? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo