Produtividade

Por Barbara Ablas, para o TechTudo


Sites de emprego grátis, como o Vagas e o LinkedIn, permitem procurar vagas de trabalho sem sair de casa e sem gastar dinheiro. Esses sites divulgam oportunidades, recebem currículos e mediam o contato entre empresas e candidatos. Para isso, basta preencher um cadastro, confirmar a inscrição por e-mail e aprimorar o perfil profissional. Além disso, a maioria dessas plataformas também oferece ferramentas que facilitam o processo, como alerta de vagas, cursos de aprimoramento de carreira e opções de assinatura de serviços que ampliam a visibilidade do currículo.

Antes de começar a se cadastrar nos sites, vale ressaltar que é importante manter seu currículo atualizado e montar um perfil profissional coerente com a sua experiência e com objetivos claros. Além disso, use uma boa foto e revise tudo antes de publicar. Outra dica é escolher palavras-chave que façam a diferença nos filtros de busca dos empregadores. Para isso, você pode pesquisar os termos mais utilizados na sua área de atuação. Confira na lista a seguir, dez sites grátis para procurar vagas de emprego.

Lista traz dez sites grátis para procurar vagas de emprego — Foto: Divulgação/Creative Commons

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

1. Vagas

O Vagas.com tem como um de seus diferenciais o fato de que a maioria das empresas disponibiliza seus testes na própria plataforma, como conhecimentos em língua portuguesa, inglesa, raciocínio lógico, entre outros. O site conta ainda com um teste de personalidade, que costuma ser solicitado pelas companhias cadastradas, e atualmente conta com mais de três mil empresas ativas no sistema. Além da versão web, é possível baixar o app do serviço no Google Play ou na App Store.

O Vagas é um dos mais tradicionais sites de emprego com mais de 20 anos de existência — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

2. LinkedIn

O LinkedIn é a maior rede profissional do mundo, com mais de 600 milhões de usuários. O site é utilizado por grandes marcas para garimpar talentos. Os inscritos na rede podem seguir empresas e profissionais de vários países e ainda têm espaço para escrever artigos. Na versão Premium, que pode ser testada gratuitamente por um mês, o candidato tem acesso a cursos com certificação em diversas áreas. Disponível na versão web e em aplicativos para celulares Android, iPhone (iOS), a rede social também possui extensão para Google Chrome.

LinkedIn é uma rede social que ajuda a encontrar vagas de emprego — Foto: Divulgação/LinkedIn

3. Goowit

Uma das mais recentes plataformas de vagas de emprego, o Goowit (goowit.com) ganhou o apelido de “Tinder do Trabalho” por causa da função considerada um “match” entre empresas e candidatos. Criado em 2019, o projeto utiliza recursos como People Analytics e Inteligência Artificial para mapear o perfil comportamental e das habilidades dos profissionais. O site também oferece uma trilha de aprendizagem que mostra ao candidato o que é preciso melhorar.

Goowit tem funcionalidades semelhantes às do Facebook e LinkedIn — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

4. Trabalha Brasil

Antes conhecido como Sine, o site Trabalha Brasil (www.trabalhabrasil.com.br) conta com mais de um milhão de vagas distribuídas em vários estados brasileiros. A plataforma é bastante intuitiva e fácil de usar: ao encontrar uma vaga interessante, basta encaminhar o currículo para a empresa contratante. Em cada anuncio também aparece a opção “Ajude um amigo” que permite enviar a mesma vaga para outra pessoa. Outro serviço interessante é um levantamento da média nacional de salário de diversas funções.

Classificados de empregos online coloca candidatos e empresas em contato — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

5. Jooble

Inspirado no Google, o Jooble (br.jooble.org) funciona como um agregador que reúne em um único ligar ofertas de vagas para determinado perfil de candidatos, mas que foram divulgadas em diferentes sites. Ao selecionar um cargo de interesse, o candidato é direcionado ao anúncio original. A desvantagem da ferramenta é que algumas vagas encontradas são disponibilizadas em sites pagos.

O Jooble funciona em 71 países — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

6. Indeed

O Indeed (www.indeed.com.br) também é um agregador de vagas que conta com mais de 150 mil currículos em sua base, filtro de vagas de acordo com o perfil profissional e alerta de oportunidades. Uma função interessante é que a plataforma coleta informações para fornecer a média salarial de cargos por empresa e áreas de atuação.

O funcionamento do Indeed é similar ao Jooble — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

7. Emprega Brasil

O Emprega Brasil (empregabrasil.mte.gov.br) é uma plataforma online do Ministério do Trabalho que disponibiliza um banco de vagas de acordo com o perfil e os objetivos profissionais do candidato. O site oferece serviços como consulta ao seguro-desemprego, abono salarial e carteira de trabalho digital. Para ter acesso, é preciso preencher um cadastro com seus dados pessoais e criar uma senha. Depois, é só fazer o login na área do trabalhador e montar o currículo na opção "perfil profissional". Caso queira se candidatar a uma das vagas que o sistema apresenta, é só manifestar interesse e agendar seu processo seletivo. A ferramenta também possui acessibilidade em Libras.

A inscrição Emprega Brasil também dá acesso a várias informações úteis que facilitam a vida do trabalhador — Foto: Reprodução/ Barbara Ablas

8. Infojobs

O Infojobs (www.infojobs.com.br) é um site que ativo desde 2004 e hoje possui 26 milhões de candidatos cadastrados. A plataforma reúne vagas de vários estados brasileiros e permite fazer a busca de acordo com a área, cidade e região de do profissional. O currículo fica disponível por tempo indeterminado para que os empregadores visualizem. O site ainda conta com dois blogs que oferecem conteúdo personalizado para os candidatos e empresas e aplicativo para celulares Android.

Infojobs está presente em 25 países — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

9. Trampos

Com uma linguagem mais descolada, o Trampos (trampos.co) surgiu em 2008 para ajudar profissionais da área de Comunicação e Tecnologia da Informação a se recolocarem no mercado de trabalho. Mais de seis mil empresas entre startups, agências, produtoras, e-commerces e grandes corporações estão cadastradas no site. A assinatura Prime dá direito a vários benefícios, como visualizar vagas antes da publicação, descontos nos cursos do Academy (plataforma de cursos online do Trampos) e 45 dias gratuitos na assinatura do Canva.

O Trampos é totalmente voltado para a pessoas de comunicação e de TI — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

10. CIEE

Para alunos do ensino médio, técnico e universitários, o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola - portal.ciee.org.br) é uma boa opção para encontrar diversas vagas de estágio. Um dos destaques do portal são as vagas em instituições públicas do governo. Interessados devem fazer seu cadastro no site, que informará por e-mail ou telefone os detalhes dos processos seletivos disponíveis para cada estudante de acordo com o seu perfil. A inscrição também dá direito a fazer um teste de perfil comportamental e a gravar um vídeo para incrementar o currículo.

O CIEE é um clássico para os estudantes na hora de procurar uma vaga de estágio — Foto: Reprodução/Barbara Ablas

Como saber se uma loja é confiável? Opine no Fórum do TechTudo

Restringir no Instagram: perguntas e respostas sobre a nova função

Restringir no Instagram: perguntas e respostas sobre a nova função

Mais do TechTudo