Atletas

Por Leandro Eduardo, para o TechTudo


Rodrigo “El Gato" Fernandes, streamer de Free Fire, tem mais de 7 milhões de inscritos em seu canal no YouTube e mais de 2,5 milhões de seguidores no Instagram. O rondoniense de 24 anos de idade destacou-se no cenário gamer ao gravar gameplays do Battle Royale da Garena em tom de humor e se tornou uma das principais personalidades no cenário. No entanto, antes de ser streamer e produtor de conteúdo de jogos, Rodrigo Fernandes era pregador evangélico. Confira, a seguir, cinco curiosidades sobre o streamer El Gato.

El Gato é um dos maiores influenciadores de Free Fire do Brasil — Foto: Reprodução/Instagram El Gato

Origem do nome El Gato

A origem do apelido El Gato utilizado por Rodrigo Fernandes vem da sua admiração pelo personagem Gato de Botas, presente na franquia animada "Shrek". Em dado momento de Shrek 2 com dublagem espanhol, o felino pede que Shrek implore por misericórdia para “El Gato con Botas”. Rodrigo Fernandes gostou tanto da pronúncia que passou adotá-la no jogo. O nickname é tão popular na comunidade que hoje poucos chamam o streamer por seu nome verdadeiro.

O nome El Gato foi inspirado no personagem Gato de Botas, da franquia Shrek — Foto: Divulgação/DreamWorks Animation

Canal de humor

Antes do canal sobre Free Fire, El Gato produzia vídeos de humor gospel para seu outro canal no YouTube intitulado apenas como “Rodrigo Fernandes”. Embora desatualizado, o canal segue no ar e conta com mais de 2 milhões de inscritos e seus vídeos contabilizam mais de 139 milhões de visualizações. No início, Rodrigo personificava “Jerê-mia, o gatinho pregador”, mas logo depois, passou a produzir vídeos com maior duração parodiando músicas de artistas populares e também dando dicas, como “Como fazer pão caseiro”. Tudo isso com toque humorístico.

Antes do canal sobre games, Rodrigo Fernandes produzia vídeos de humor gospel — Foto: Reprodução/Leandro Eduardo

Los Grandes, sua organização competitiva de Free Fire

Com a popularização de guildas no Free Fire, El Gato fundou a Los Grandes, que recentemente foi profissionalizada e tornou-se uma organização competitiva de Free Fire. Em setembro de 2019, a Los Grandes teve o jogador Daniel “Pfonn” escalado para a seleção brasileira no Streamers Showdown, torneio do modo Contra Squad (4x4), junto com outros jogadores de organizações brasileiras, como LOUD e paiN Gaming. O torneio consagrou a equipe brasileira como campeã.

Em 2020, a organização de Rodrigo Fernandes tem se destacado na Liga NFA e firmou parceria com Black Dragons para a Liga Brasileira de Free Fire, competição oficial da Garena. O canal da Los Grandes no YouTube está se aproximando da marca de 1 milhão de inscritos e o Instagram tem mais de 1,3 milhão de seguidores.

El Gato é proprietário da Los Grandes, organização competitiva de Free Fire — Foto: Reprodução/Instagram

Participou da Free Fire Pro League Season 2

Além de produtor de vídeos e streamer, El Gato também atuou como jogador profissional de Free Fire. Na Pro League Season 2, que aconteceu em julho de 2019, Rodrigo Fernandes integrou a equipe da Los Grandes, junto com Orochi, Chefão e Argonot. A equipe não conseguiu encaixar as jogadas e amargou o sexto lugar no ranking final da competição com 1410 pontos. Entretanto, o streamer se destacou na competição por executar algumas finalizações de adversários com a arma M79 e foi apelidado pelos apresentadores como “Rei da Lança”.

El Gato se aventurou pelo cenário competitivo na Free Fire Pro League Season 2 — Foto: Reprodução/YouTube

Cabeleireiro e pregador

Rodrigo Fernandes também experimentou outras profissões antes de se tornar uma das personalidades mais conhecidas no Free Fire. Uma de suas primeiras ocupações foi como cabeleireiro, porém, como relatou em um vídeo, ele não gostava muito do salão e se estressava facilmente com as perguntas dos clientes. Mais tarde, El Gato exerceu a função de pregador evangélico em sua congregação por cinco anos. Rodrigo Fernandes era remunerado para visitar uma determinada quantidade de igrejas por semana. Tempo depois, ele resolveu dar uma pausa na carreira e focou seus esforços no canal de humor gospel.

Via YouTube (1, 2, 3), Instagram (1, 2)

Quer saber tudo sobre o universo de celulares, jogos, aplicativos e demais eletrônicos? É só dar uma olhada no nosso canal no YouTube:

Mais do TechTudo