Jogos de ação

Por Gabriela Rodrigues, para o TechTudo


Os jogos de terror costumam ter um público muito fiel e exigente. Só em 2020 são diversos os lançamentos no gênero, como o Remake de Resident Evil 3 (PC, Xbox One e PS4) e Dying Light 2 (PC, Xbox One e PS4). A expectativa dos jogadores em relação aos games da categoria vai muito além de cenários sangrentos e monstros assustadores. Para frear a ansiedade, e dar a oportunidade de conhecer produções que deram muito certo, o TechTudo preparou uma lista com sete principais jogos de terror, com base em uma seleção do site GamesRadar.

Enquanto os lançamentos mais esperados para 2020 não saem, conheça os jogos de terror mais populares dos últimos anos — Foto: Divulgação/ Capcom

Quer comprar consoles, jogos e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Alien: Isolation

Campeão da BAFTA Video Games Award como melhor áudio, o game da SEGA é um ícone que inspirou diversos outros games de terror. O usuário joga com a jovem Ripley, que vai até uma estação espacial em busca de pistas sobre a mãe desaparecida, mas acaba lidando com uma criatura grotesca que o persegue por toda a jornada.

Alien Isolation: Ripley precisa lutar pela sobrevivência, enquanto reúne informações sobre o paradeiro da mãe — Foto: Divulgação/SEGA

A inteligência artificial de Alien: Isolation é impecável, pois o alien chamado Xenomorph se torna capaz de assimilar os locais onde Ripley costuma se esconder, tornando cada vez mais difícil para o jogador encontrar um local seguro. Os desenvolvedores conseguiram tornar uma criatura clichê em um monstro realmente aterrorizador, fazendo os usuários prenderem a respiração junto à personagem a cada passo que o Xenomorph dá.

P.T.

Um jogo feito por Hideo Kojima e Guilhermo Del Toro já diz bastante, por si só. Desenvolvido pela 7780’s Studio (Kojima Productions), P.T é um game de terror psicológico que traz o ambiente sombrio de horror, capaz de fazer o jogador enlouquecer em poucos minutos de jogo. O título faz com que cada curva seja um pesadelo, inundando a mente dos usuários em paranoia constante. Em P.T, o gamer não enfrenta grandes perigos, mas fica constantemente rodeado de sons e movimentos bizarros que, combinados com uma história macabra, tornam o jogo apavorante.

P.T. é uma experiência que instiga os sentidos através do suspense — Foto: Divulgação/Sony

Silent Hill 2

A franquia Silent Hill é talvez uma das mais famosas no cenário de jogos de terror, tendo uma das histórias mais angustiantes e inimigos macabros a serem sobrepujados. O segundo game da franquia é o mais aterrorizante, trazendo o famoso Pyramid Head, um inimigo poderoso que já fez diversos jogadores entrarem em pânico.

Silent Hill 2: segundo game da franquia é o mais aterrorizante — Foto: Divulgação/Konami

Em Silent Hill 2, James Sunderland recebe uma carta de sua esposa que havia falecido e vai até a cidade para entender o que está acontecendo. Porém, quanto mais ele se aprofunda e enfrenta seus medos, maiores são os desafios e terrores sofridos pelo protagonista. Os demônios internos de James se tornam seus maiores adversários e cabe a ele sobreviver à insanidade de Silent Hill e lidar com os mistérios ali contidos. O game não só apresenta um conteúdo rico em terror, mas uma história interessante que vale a pena ser observada com calma.

Outlast

Se você é curioso e adora um mistério, este jogo foi feito para você. Outlast é um game que se passa em um hospício abandonado, estranhamente movimentado durante a noite. O protagonista Miles Upshur é um jornalista autônomo buscando um furo de reportagem, logo após receber uma denúncia anônima sobre um certo hospital psiquiátrico.

Em Outlast, um furo de reportagem se tornou um verdadeiro filme de terror — Foto: Reprodução/ Red Barrels

Mas, assim que chega no local, Miles percebe várias coisas fora do comum e sua curiosidade por desvendar o mistério o leva a se meter em uma enrascada. Na fuga pela sobrevivência no local sombrio, ele descobre informações sobre todo tipo de bizarrices praticadas ali, mas sua maior preocupação é sair do local com vida.

Until Dawn: Rush Of Blood

Until Dawn trouxe a mistura de jogos de terror e aventura, e a versão spin-off Rush of Blood misturou terror com disparo de ação rápida em VR (realidade virtual). O jogo se passa praticamente inteiro em um vagão em uma espécie de “corredor do medo”, em um “parque de diversão”. Lá, o usuário acaba tomando um caminho errado e se depara com diversos palhaços psicopatas. Uma característica torna o jogo um dos melhores do gênero: o fato de ser um game de horror e FPS que, junto ao modo VR, oferece uma experiência assustadora.

Until dawn combina ferramenta de realidade virtual com características de jogos de horror e FPS — Foto: Reprodução/ PlayStation

Layers of Fear

Interpretando um pintor do século 19 lunático que acaba de retornar ao lar, Layers of Fear oferece uma experiência capaz de fazer o jogador duvidar de tudo à sua volta. Ao andar pela mansão, as peças do quebra-cabeças vão se encaixando à medida que o personagem recupera a memória, baseado nas informações colhidas ao longo da exploração. As alucinações do personagem criam efeitos dramáticos interessantes. Onde antes não havia uma porta, agora há.

Neste jogo, insanidade e perigos reais confundem a ótica do player — Foto: Divulgação/ Bloober Team

Os quadros e obras de arte que preenchem a maior parte da mansão interagem constantemente com o personagem, sejam mudando de forma, sejam trazendo uma memória sombria ou até mesmo dando sustos quando eles parecem ganhar vida. A história do título faz com que o usuário queira jogar cada vez mais e o cenário sinistro combinado com armadilhas e ilusões criadas pela mente doentia do protagonista fazem de Layers of Fear um ótimo game para entrar na lista.

Resident Evil 7

Uma das séries mais famosas da Capcom, Residente Evil é uma franquia com uma reputação respeitável. Embora a crítica ao sexto jogo da franquia tenha sido dura, por ter se tornado mais um game de ação do que de terror, os produtores não desanimaram em tentar recriar o cenário de horror anteriormente utilizado e acertaram em cheio no sétimo jogo da franquia.

O cenário de horror resgata a essência da franquia na sétima edição de Resident Evil — Foto: Reprodução/ Steam

Em Resident Evil 7, o protagonista Ethan Winters está em busca de sua esposa que há três anos está desaparecida. Após receber uma gravação de Mia (sua esposa) com seu paradeiro, ele vai até o endereço dado por ela e consegue encontrá-la no porão da casa, presa e amarrada. Mia foi afetada pela mutação que também alcançou praticamente todos os inimigos do jogo. O cenário agrícola, uma casa abandonada, comida podre e cômodos escuros trazem uma ambientação de terror ao game revivendo os primeiros jogos da franquia.

Review do Resident Evil 7

Review do Resident Evil 7

Qual é o melhor jogo de Resident Evil? Comente no Fórum do TechTudo

Mais do TechTudo